Porto Velho (RO) domingo, 27 de maio de 2018
×
Gente de Opinião

Frei Betto

FRANCISCO E OS FARISEUS - Por Frei Betto


FRANCISCO E OS FARISEUS  - Por Frei Betto - Gente de Opinião


Frei Betto
 
Durante séculos a humanidade viveu convencida de que o céu era um espaço geográfico acima da Terra. Quando Galileu sugeriu que a Terra não é o centro do Universo, e o sol não passa de simples estrela no conjunto infinito de astros, a Igreja foi a primeira a se sentir abalada. Os teólogos da época preferiram não acreditar na ciência de Galileu. Diante de fatos e dados que ameacem a sua estabilidade, o poder opta por ignorá-los ou negá-los por meio de subterfúgio de falsas interpretações.

Do ponto de vista religioso, o protótipo do poder conservador, apegado às tradições do passado e incapaz de se atualizar, é o fariseu. Pela crítica que Jesus fez a ele, descrita no capítulo 23 do Evangelho de Mateus, sabemos que se apega à letra da lei que, com o seu peso, esmaga o espírito humano.

O fariseu é o burocrata da religião. Nas palavras de Jesus, “amarra pesados fardos e coloca nas costas dos homens”, mas ele próprio “não os quer mover nem com o dedo.” Gosta de ser visto e admirado pelos outros e prega o que não é capaz de praticar. Insiste em viver com impecável rigor, embora transgredindo os pontos mais importantes da lei: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. “Coa um mosquito e engole um camelo.” Por fora tem boa aparência, mas “por dentro está cheio de podridão, como sepulcro caiado.” É capaz de saber se vai haver chuva ou sol, mas “incapaz de ler os sinais dos tempos (Lucas 12, 56).”

O fariseu não aceita se converter. Apega-se às tradições como se fossem verdades e costumes perenes. Qualquer boa nova soa aos seus ouvidos como suspeita e perigosa. Prefere se fechar em seu casulo que se abrir ao voo livre da história. Encerra-se no apertado cômodo do passado, temeroso de enfrentar as largas avenidas do futuro.

Ora, só é capaz de se atualizar quem cultiva a esperança. Aquele que espera é aberto aos sinais de futuro. Não aceita sedimentar-se no presente e evita se fixar no passado para que não caia sobre ele o castigo da mulher de Ló, transformada em pedra ao olhar para trás.

O fariseu, entretanto, se deixa petrificar no passado. Incapaz de autocrítica e surdo às críticas, se julga dono da verdade. Vestido de prepotências, cavalga em arrogâncias.

É essa resistência conservadora e farisaica que suscita tanta oposição ao papa Francisco, dentro e fora da Igreja Católica. Seus detratores fingem estar convencidos de que Jesus excluiu as mulheres do sacerdócio, instituiu a missa em latim, condenou ao inferno os homossexuais e recomendou aos pobres viver resignados com a sua carência de bens e conformados diante da opulência dos ricos.

De fato, muitos que se opõem ao papa Francisco sabem que a terra lhes treme aos pés. Já não há lugar para uma Igreja triunfalista, apegada ao poder, homofóbica e indiferente aos temas socioambientais e à causa de justiça dos pobres. O deus dos fariseus em nada se assemelha ao Deus de Jesus.
 

Frei Betto é escritor, autor de “Um homem chamado Jesus” (Rocco), entre outros livros.


Copyright 2016 – FREI BETTO – Favor não divulgar este artigo sem autorização do autor. Se desejar divulgá-los ou publicá-los em qualquer  meio de comunicação, eletrônico ou impresso, entre em contato para fazer uma assinatura anual. – MHGPAL – Agência Literária (mhgpal@gmail.comhttp://www.freibetto.org/>    twitter:@freibetto

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Frei Betto

ERA DE INCERTEZAS - Por Frei Betto

ERA DE INCERTEZAS - Por Frei Betto

Vivemos na era de incertezas. Há mais perguntas que respostas. Mais dúvidas do que certezas. Navegamos à deriva na terceira margem do rio. Abandonamos

ARQUIVOS DA DITADURA E MEMÓRIA SUBVERSIVA  - Por   Frei Betto

ARQUIVOS DA DITADURA E MEMÓRIA SUBVERSIVA - Por Frei Betto

As Forças Armadas brasileiras preferem tergiversar a respeito dos arquivos da ditadura. Insistem na versão de que foram queimados. Não haveria nada

 INFORMAÇÃO E CONHECIMENTO - Por Frei Betto

INFORMAÇÃO E CONHECIMENTO - Por Frei Betto

É avassalador o fluxo de informação que recebemos atualmente. Não conseguimos retê-lo. Nossa memória é inteligentemente seletiva

PADRE FÁBIO DE MELO E A MACUMBA - Por  Frei Betto

PADRE FÁBIO DE MELO E A MACUMBA - Por Frei Betto

A macumba promove oferendas de alimentos e bebidas, conhecidas como despachos, aos espíritos ou entidades. A pergunta que cabe fazer a nós, católicos,