Porto Velho (RO) terça-feira, 28 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Confúcio Moura

Pau D’Óleo (voo e sobrevoo)


Capítulo 1

Gente de OpiniãoO Caravan decolou às oito horas e quarenta e cinco minutos, do dia trinta e um de outubro de dois mil e dezessete, pouso às nove e trinta.  Dia claro, nuvens azuis e brancas, ficou por baixo como uma cortina de proteção, por um bom tempo. Buracos maiores nas nuvens, a visão da terra, rasgada por sítios, fazendas e rios.

Sobre Campo Novo de Rondônia, a buraqueira deixada pela garimpagem da cassiterita, terra às avessas, com lagos e cascalhos. Logo à frente, o Parque de Pacaás Novos, ainda protegido no “muque” pelo Instituto Chico Mendes. Parece que o sentimento de colonização, de Entradas e Bandeiras, não para nunca.

Gente de OpiniãoDali pra frente a Rondônia tem outra cara. As montanhas se misturando com planícies, a própria terra anunciando que por ali houve, milhares de anos atrás,  um rebuliço da natureza e uma divisória para uma vegetação e geologia diferentes. Ainda bem, que por um bom trecho só se vê floresta. Terra dos índios Uru Eu Wau Wau, ainda bem, ainda bem.

O “caravan” avança por cima, varando nos municípios de Seringueiras e São Francisco e mais à frente, outra fisionomia, completamente diferente, o santuário ecológico do Vale do Guaporé. Várzeas extensas, vegetação rala, capões de mato, buritizais, plataformas de buritizais, pequenos e grandes lagos, parece um área de natureza inundada.

De longe avistei o Rio Guaporé, dele pra cá, Brasil, do outro lado, Bolívia, não vi nenhuma marcação em suas águas, dizendo que uma parte é nossa e a outra estrangeira, até parece que o rio é comum. Igualmente dos dois.

Gente de OpiniãoO avião fez sobrevoos sobre a Fazenda Pau D’Óleo, búfalos selvagens entremeados na imensidão, antes, contidos nos seus limites sem cercas, agora, ocupantes de todos os domínios.

O aeroporto, nem se pode dizer: – aeroporto. Uma brecha na savana, chão ondulado, cintos apertados, coração na mão, quando toca ao solo, parece burro bravo, “solovacando até se assossegar”.  Ufa! Até que enfim, a várzea de campos nativos.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Confúcio Moura

Fim de festa - Por Confúcio Moura

Fim de festa - Por Confúcio Moura

Enfim, acabou o período eleitoral, que foi curto, que foi longo, que foi diferente, que foi envolvente, que foi surpreendente, que foi um pouco de tud

O MDB unido será forte - Por Confúcio Moura

O MDB unido será forte - Por Confúcio Moura

Meus companheiros do MDB do Estado de Rondônia, as convenções do partido para escolher os novos candidatos, devem ocorrer até a data limite, de 05 de

MDB não me incluirá como postulante a uma vaga ao Senado Federal ? Por Confúcio Moura

MDB não me incluirá como postulante a uma vaga ao Senado Federal ? Por Confúcio Moura

Acho que este negócio, de puxar o tapete, é pura besteira, pode vir o efeito dinamite, o medo e a dinamite não se combinam