Porto Velho (RO) sábado, 22 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Confúcio Moura

Confúcio Moura explica mudanças no governo



Rondonienses,

Uma singela explicação, sobre as mudanças de cadeiras em alguns postos do governo. Eu vinha observando pontos de conflitos em algumas pastas, certas incompatibilidades, um puxando pra direita e outro pra esquerda. E vocês bem sabem que isto não pode e nem deve acontecer.

Um Governo tem dia para entrar e não tem o dia de sair. E se tudo correr bem, cumpre-se o prazo legal e previsto de 4 anos. Então, o tempo é curto demais e não se pode perder um segundo. Tempo é ouro. E um dia é muito.

Fui eleito com propostas claras. O povo confiou. na minha cabeça está tudo bem definido, preciso de gente pra me ajudar em alta velocidade e coordenação.

Especificamente nada tenho contra a capacidade tecnica de nenhum dos secretarios que foram substituídos. Experientissimos. Apenas, faltando-lhes nestas circunstâncias a sintonia fina na equipe. Só isto.

CONFUCIO
 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Confúcio Moura

Urus e Pacaás

Urus e Pacaás

Vou inventar um nome aqui. Aliás, nomes. Porque falar em manter reserva de índio, florestas nacionais ou parques é motivo para ser assassinado. O no

Histórias inacreditáveis

Histórias inacreditáveis

Contar história é também uma arte e um ofício. E cada pessoa, depois de alguns “janeiros” nas costas, vai olhando pra trás e vê pelo retrovisor – a

O salto no escuro (uma história da pandemia COVID-19) Capítulo 60

O salto no escuro (uma história da pandemia COVID-19) Capítulo 60

Falei no capítulo 59 que daria um tempo para continuar com a série. Se não fizer esta pausa, terminarei repetindo demais, indo e voltando. Estou ven

O salto no escuro (uma história da pandemia COVID-19) Capítulo 59

O salto no escuro (uma história da pandemia COVID-19) Capítulo 59

Temos um ano, apenas, de convivência com o coronavírus (Covid-19). E o esforço tem sido enorme pelos profissionais de saúde para, pouco a pouco, ire