Porto Velho (RO) domingo, 8 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Abnael Machado

HISTÓRICO: Vila Nova de Teotônio


 
ANTECEDENTES

Em 1757 o Bacharel Teotônio da Sylva Gusmão, proveniente da cidade de Belém do Pará, acompanhado por sua família, numerosa comitiva e dois sacerdotes Carmelitas Frei José de Jesus Maria e Frei João Evangelista, instalou na margem direita do Rio Madeira, em frente a cachoeira de Gamon (atual Teotônio), a feitoria de ”Nossa Senhora da Boa Viagem do Salto Grande”, elevada á categoria de Vila em 1759, pelo governador da capitania do Grão Pará, Francisco Xavier de Mendonça Furtado.

Teotônio de Gusmão por seu autoritarismo, se incompatibilizou com os colonos, com os dois sacerdotes, os quais emigraram para outras localidades. Em face a hostilidade dos indígenas ( Pama), abandonou a povoação em 1760, mudando-se para a Vila de Santarém/PA, aonde faleceu em extrema pobreza.

A vila foi reinstalada em 1798, com o nome de Teotônio, pelo governador da Capitania de São José do Rio Negro, Manoel da Gama Lobo D’almada sediando um destacamento militar. Removidos os soldados para reforçarem a guarnição do Rio Paraguai, no ocidente de Mato Grosso, os indígenas a destruíram (1800), sendo mais uma vez abandonada.

O Tenente – Coronel José Pereira da Silva, instalou em 1819 um povoado no local abandonado, o denominando Teotônio, foi assinado por seus escravos. Sendo substituído pelo Tenente Diogo Ramos Cardoso, o qual o abandonou em 1825, retirando-se para Belém/PA. Ficando Teotônio desabitado.

Construída a ferrovia Madeira – Mamoré, no período de 1907 a 1912, no quilometro vinte e cinco, um dos estacionamento de abastecimento de lenha e água combustíveis dos trens, foi construída uma Vila ferroviária denominada Teotônio, distante dez quilometro da cachoeira com esse nome. Esta vila abandonada na década de 1970, no século XX, suas casa de alvenaria transformaram-se em escombros.

Na década de 1940 formou-se margem do Rio Madeira em frenta a cachoeira de Teotônio, um povoado colônia de pescadores, no qual anualmente no período da vazante do rio, realizava-se o Campeonato de Pesca. Decorrente da construção da hidrelétrica de Santo Antônio, o povoado de Teotônio foi submerso. Seus moradores removidos para a Vila Nova Teotônio, construída pela empresa, constituída por confortáveis casas de alvenaria, dispondo de instalações de energia elétrica, de água encanada e de esgoto. Escola, Posto de Saúde, área de lazer, centro administrativo e restaurantes, localizada na margem do lago da represa, com praia artificial, habitada por quarenta famílias.

Resurge Teotônio no século XXI, usufruindo da modernidade por este proporcionada. Registrando um percurso de 257 anos (1757/2014).

O senhor Júlio Olivar Benedito, Superintendente Estadual de Turismo, comprometido com o resgate, a preservação e a divulgação dos locais históricos e de belezas naturais, em prol do desenvolvimento do turismo, realizou significativo evento na Vila Novas de Teotônio, prestigiando seus moradores, acontecimento difundido pelo jornal Alto Madeira.


ABNAEL MACHADO DE LIMA
Ex-Prof º de Historia da Amazônia na
Universidade federal do Pará
Membro do Instituto Histórico e Geográfico de Rondônia.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Abnael Machado

A PRAÇA DAS TRÊS CAIXAS  DÁGUAS - Por Abnael Machado

A PRAÇA DAS TRÊS CAIXAS DÁGUAS - Por Abnael Machado

  No projeto urbanístico da cidade de Porto Velho, planejado pelo prefeito FRANCISCO LOPES PAIVA, gestor no período de 1979/1980, nomeado pelo Governa

YARAS DO RIO MADEIRA - Por Abnael Machado

YARAS DO RIO MADEIRA - Por Abnael Machado

 A Yara e a Sereia possuidoras de idênticas magias, encantos, poderes e seduções, fisicamente são totalmente diferentes. A sereia é mulher da cintura

EXCURSÃO NO RIO CANDEÍAS - Por Abnael Machado

EXCURSÃO NO RIO CANDEÍAS - Por Abnael Machado

Eu e meus companheiros docentes do Colégio Mal. Castelo Branco, projetamos realizamos uma excursão no Rio Candeias, no trecho compreendido entre a BR

INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO CARMELA DUTRA - Por Abnael Machado

INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO CARMELA DUTRA - Por Abnael Machado

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});   Em sessão solene realizada no dia 14 de dezembro, do corrente ano em curso, seus gestores Vera Lú