Porto Velho (RO) quarta-feira, 13 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Abnael Machado

GRANDES EXPEDIÇÕES À AMAZÔNIA BRASILEIRA-1500-1930


           

Equívocos do Autor:

Páginas 42 Bandeira de Raposo

Tavares

No rio Mamoré e depois ao

encontrar o Guaporé caudaloso
Rio Madeira.

- Correções:
Raposo Tavares não percorreu o Rio Guaporé,
simplesmente passou por sua foz na margem
direita do Rio Mamoré, no qual navegava a parti das suas cabeceiras na cordilheira dos Andes (Bolívia atual), por ele descendo até sua confluência com o Rio Beni, originando o Rio Madeira, por este prosseguindo até a sua foz na margem direita do Rio Amazonas (1750).

56 - expedição do sargento-Mor Francisco de Melo Palheta.
- Percorrem os principais formadores – o Mamoré e o Guaporé.

63 - Francisco Melo Palheta até
Vila Bela, no alto Madeira.

Melo Palheta em 1722/1723, saindo de Belém- Grão-Pará, subiu o Rio Amazonas até a foz do Rio Madeira, no qual adentrou, subindo-o até a confluência do Rio Beni com Rio Mamoré, seus formadores; prosseguindo subindo o Rio Mamoré, até as missões dos jesuítas espanhóis das quais retornou à Belém, navegando em sentido contrario, Mamoré, Madeira, Amazonas.
-Vila Bela, ficava e fica no alto Rio Guaporé, tendo sua denominação mudada para cidade de Mato Grosso – MT.

67 – Ricardo Franco percorrerá o madeira e o Guaporé, onde irá entre os feitos criar uma Vila atual Porto Velho.

O engenheiro militar português, Ricardo Franco membro da Comissão Demarcadora de Fronteira, saiu da cidade de Barcelos, capital da capitania de São José do Rio Negro (Amazonas), em 1781, subiu os rios Amazonas, Madeira, Mamoré e Guaporé, neste estacionando em Vila Bela/MT. A atual cidade de Porto Velho surgiu em 1907, próxima as instalações da ferrovia Madeira Mamoré, na margem direita do Rio Madeira.

104 – Cabanagem
- Província do Pará que a época o abarcava praticamente todas da região norte do Brasil, à exceção de Rondônia e Acre.

As províncias da região norte à época, eram a Grão-Pará e São José do Rio Negro (Amazonas), a esta pertencia o Vale do Rio Madeira, no qual atualmente encontra-se o Estado de Rondônia, ocupado pelos revoltosos cabanos. Portanto, não sendo exceção. O alto Purus, atual Estado do Acre, pertencia à Republica da Bolívia, fora do contexto da conflagração da revolução cabanagem, na região norte do Brasil.

ABNAEL MACHADO DE LIMA
Profº. de História da Amazônia da Universidade Federal do Pará
Membro do Instituto Histórico e Geográfico/RO
Membro da Academia de letras de Rondônia - ACLER.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Abnael Machado

A PRAÇA DAS TRÊS CAIXAS  DÁGUAS - Por Abnael Machado

A PRAÇA DAS TRÊS CAIXAS DÁGUAS - Por Abnael Machado

  No projeto urbanístico da cidade de Porto Velho, planejado pelo prefeito FRANCISCO LOPES PAIVA, gestor no período de 1979/1980, nomeado pelo Governa

YARAS DO RIO MADEIRA - Por Abnael Machado

YARAS DO RIO MADEIRA - Por Abnael Machado

 A Yara e a Sereia possuidoras de idênticas magias, encantos, poderes e seduções, fisicamente são totalmente diferentes. A sereia é mulher da cintura

EXCURSÃO NO RIO CANDEÍAS - Por Abnael Machado

EXCURSÃO NO RIO CANDEÍAS - Por Abnael Machado

Eu e meus companheiros docentes do Colégio Mal. Castelo Branco, projetamos realizamos uma excursão no Rio Candeias, no trecho compreendido entre a BR

INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO CARMELA DUTRA - Por Abnael Machado

INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO CARMELA DUTRA - Por Abnael Machado

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});   Em sessão solene realizada no dia 14 de dezembro, do corrente ano em curso, seus gestores Vera Lú