Porto Velho (RO) quarta-feira, 13 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Abnael Machado

CONTRA-SENSO


 

A aprovação da lei liberando a garimpagem no rio Madeira, no seu trecho entre Santo Antônio e Calama, espaço de proteção ambiental, é incoerente decorrente da abusiva prepotência daqueles que se jugam acima de tudo e de todos, que seus atos, são ilimitados desde que satisfaçam os seus interesses. Para os  alcançar não avaliam as consequências desses  advindas, tendo por  principio que os fins atingidos, justificam os meios utilizados, sejam eles quais forem. Por exemplo, comprometidos com uma minoria de predadores do meio ambiente, a flora, a fauna terrestre e aquática, contaminando as águas dos rios  com mercúrio, comprometendo a salubridade da população ribeirinha do Madeira, e de seus afluentes.

Visando usufruir dos dividendos monetários decorrentes do favorecimento aos garimpeiros de ouro, os investindo em suas campanhas politicas e na conquista de votos. Não vacilaram em extinguir os dois decretos, os quais vetam a garimpagem no Rio Madeira em vista aos danos causados, aprovaram uma lei autorizatória à pratica dessa atividade.

O fizeram nas condições de déspotas, como se jugam ser, não atentando que puder, o qual pretendem seres detentores , não é seu, é do povo, por este lhes outorgado para serem seus porta vozes, seus representantes, conforme dispõe a lei maior” Todo o poder emana do povo, que exerce diretamente ou por meio de representantes eleitos, nos termos da constituição Federal”. Assim sendo, suas excelências tem por dever, por obrigação, pugnarem pelos direitos do povo, pela promoção do bem estar econômico e social da comunidade como um todo, e não o favoritismo espúrio há grupos, minoritários.

Esta lei não pode prevalecer por ser ofensiva aos direitos do povo, em especial os ribeirinhos, por ser prejudicial ao Estado, permitindo legalmente, a  depredação de sua biota.       

Em: 27/08/2016                                            

Abnael Machado de Lima
Membro efetivo da Academia de Letras de Rondônia
e do Instituto Histórico e Geográfico de Rondônia
Prof° de História do Amazonas na Universidade  Fed. Do Pará

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Abnael Machado

A PRAÇA DAS TRÊS CAIXAS  DÁGUAS - Por Abnael Machado

A PRAÇA DAS TRÊS CAIXAS DÁGUAS - Por Abnael Machado

  No projeto urbanístico da cidade de Porto Velho, planejado pelo prefeito FRANCISCO LOPES PAIVA, gestor no período de 1979/1980, nomeado pelo Governa

YARAS DO RIO MADEIRA - Por Abnael Machado

YARAS DO RIO MADEIRA - Por Abnael Machado

 A Yara e a Sereia possuidoras de idênticas magias, encantos, poderes e seduções, fisicamente são totalmente diferentes. A sereia é mulher da cintura

EXCURSÃO NO RIO CANDEÍAS - Por Abnael Machado

EXCURSÃO NO RIO CANDEÍAS - Por Abnael Machado

Eu e meus companheiros docentes do Colégio Mal. Castelo Branco, projetamos realizamos uma excursão no Rio Candeias, no trecho compreendido entre a BR

INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO CARMELA DUTRA - Por Abnael Machado

INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO CARMELA DUTRA - Por Abnael Machado

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});   Em sessão solene realizada no dia 14 de dezembro, do corrente ano em curso, seus gestores Vera Lú