Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Agricultura

Melhores cafés de Rondônia são premiados na 6ª edição do Concurso de Qualidade e Sustentabilidade


Ronieli Hel, de Novo Horizonte do Oeste, é o grande campeão do Concafé 2021 - Gente de Opinião
Ronieli Hel, de Novo Horizonte do Oeste, é o grande campeão do Concafé 2021

Na sexta-feira (22), o Governo de Rondônia realizou, no Complexo Beira Rio em Cacoal, a cerimônia de premiação do 6º Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia (Concafé).  Pelo terceiro ano consecutivo saiu do município de Novo Horizonte do Oeste o grande campeão com o melhor café robusta do Estado.

O Concafé é promovido pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), bem como a Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado (Emater-RO) e Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron).

Com atributos de frutas vermelhas, cereja e carambola, acidez brilhante e um corpo aveludado e equilibrado, o café cultivado pelo agricultor Ronieli Hel obteve a nota de 86,67 e sagrou-se campeão em qualidade da bebida. Bastante emocionado, o cafeicultor recebeu das mãos do governador de Rondônia, Marcos Rocha, o troféu de campeão do Concafé 2021 e ganhou como premiação um trator cafeeiro cabinado, no valor de R$240.000,00 (duzentos e quarenta mil reais).

“Eu estive aqui desde o começo, orando. Agradeço primeiramente a Deus e a toda a minha família. Mais uma vez eu vou levar para Novo Horizonte do Oeste o primeiro lugar do Concafé. Agradeço aos organizadores do Concafé, ao governador Marcos Rocha, e todos os parceiros. Essa conquista não é só minha, mas de todos os que se dedicaram, que acreditaram em Deus e elevaram o nome de Rondônia como um Estado produtor de Café Robusta”,  declarou o campeão do Concafé 2021.

Testemunha da felicidade de Ronieli e família, o governador de Rondônia também se mostrou emocionado. “A gente viu aqui pessoas de muita fé, se ajoelhando ao chão e agradecendo primeiramente à Deus. Ver a felicidade dessa família, a gente só deseja que produzam cada vez mais e melhor. Retribuímos todo o carinho e desejamos muito sucesso a todos os produtores de café do estado de Rondônia. Meus parabéns”, enfatizou o governador Marcos Rocha.

A evolução da qualidade e sustentabilidade do café rondoniense tem sido motivo de orgulho em todos os cantos do Estado. Na 6ª edição do Concafé, 237 produtores, de 30 municípios rondonienses, se inscreveram. Desde total, 103 amostras inscritas superaram 80 pontos na avaliação realizada por três juízes diferentes. “Tratamos todas as amostras com o mesmo critério técnico. A equipe que codificou as amostras foi diferente da que classificou e diferente da que fez a análise sensorial. Todo esse trabalho é para ser justo e para que realmente vençam os cafés que obtém os melhores atributos, maior pontuação e que ao mesmo tempo atenda a todo o regulamento”, detalhou o coordenador do Concafé, Janderson Dalazen.

INCENTIVO

Todo esse esforço para fortalecer o café rondoniense, tornando-o uma referência mundial em qualidade e sustentabilidade faz parte do Plano Estratégico do Governo de Rondônia, cujo o eixo Desenvolvimento Econômico, no qual a cafeicultura está inserida, pontua o incentivo à agroindústria familiar e o desenvolvimento dos setores econômicos prioritários, com a finalidade de gerar renda e vagas de trabalho e reduzir o desemprego.

“Nunca foi investido tanto no fomento do agronegócio em Rondônia como agora e por isso o nosso Estado está despertando a atenção de todo o mundo. Além de realizarmos o maior concurso de qualidade e sustentabilidade do café robusta no mundo, temos por exemplo festival do tambaqui no âmbito nacional”, destacou o secretário de Estado da Agricultura, Evandro César Padovani.

Café indígena produzido por Valdir Aruá na Terra Indígena Rio Branco, ficou com o 2º lugar

OS MELHORES CAFÉS

Na 6ª edição do Concafé 2021, os sete melhores cafés produzidos em Rondônia foram premiados e os cafeicultores subiram ao palco para receber, além do prêmio, o troféu de Qualidade e Sustentabilidade. Novamente, o café indígena também teve destaque no concurso estadual conquistando o 2º lugar em Qualidade da bebida.

Valdir Aruá, da Terra Indígena Rio Branco em Alta Floresta do Oeste, foi o vice-campeão do concurso, alcançando 86,17 pontos, uma nota muito próxima ao grande vencedor. Neste ano, ao conquistar o 2º lugar, Valdir Aruá melhora a própria marca, uma vez que em 2020 ficou com a terceira colocação no concurso. Além do troféu, o cafeicultor indígena conquistou uma estufa de secagem de café, com valor aproximado de R$130.000,00 (cento e trinta mil reais).

“Eu quero agradecer a Deus primeiramente, a todas as autoridades e ao governador Marcos Rocha, a minha família e ao meu povo, da Terra Indígena Rio Branco e todos os cafeicultores. Deus abençoe a todos. Muito obrigado ao Governo do Estado e que continue sempre fazendo esse excelente trabalho”, agradeceu Valdir em seu discurso, como vice-campeão do Concafé 2021.

“Este já é o maior concurso de café robusta do Brasil e do mundo! Tivemos 237 amostras inscritas e 103 tiveram nota suficiente para serem consideradas cafés especiais. Isso demonstra a importância do Concafé, colocando o café canéfora (café robusta) como uma bebida especial, bem avaliada, agregando valor a este produto”, destacou o diretor presidente da Emater, Luciano Brandão.

Confira os demais cafeicultores premiados pela Qualidade do café:

3° lugar – João Alves da Luz, de Cacoal

Nota 85,17

Prêmio: Um torrador de café, de cinco quilos, no valor de R$22.000,00

Breve descrição do café: Um café floral com atributos de morango, framboesa, damasco, acidez marcante e corpo agradável.

4° lugar – Onofre Teixeira, de Novo Horizonte do Oeste

Nota: 84,67

Prêmio: R$ 15 mil em equipamentos destinados à cultura e processamento de café

Breve descrição do café: Framboesa, uva, acerola, acidez equilibrada

5° lugar – Ronaldo da Silva Bento, de Cacoal

Nota 84,58

Prêmio: R$10.000,00 em dinheiro

Breve descrição do café;  Café como corpo denso com notas sensoriais de pêssego, maracujá e doce como caramelo

6° lugar: Alessadra Inácio Lopes Frez, de Novo Horizonte do Oeste

Nota 84,50

Prêmio: 50 toneladas de calcário entregues na propriedade do cafeicultor

Breve descrição do café: Café frutado, com acidez delicada, doçura que lembra de mel e refrescancia de hortelã

7° lugar: Aldair Zimerman Schimitz, de Cacoal

Nota 84,42

Prêmio: 50 toneladas de calcário entregues na propriedade do cafeicultor

Breve descrição do café: Café de corpo moderado, como notas de frutas vermelhas e amarelas e acidez cítrica

Concafé é o maior concurso de cafés robustas realizado no Brasil

Concafé é o maior concurso de cafés robustas realizado no Brasil

SUSTENTABILIDADE

Também é um dos objetivos do Governo de Rondônia, por meio do Concafé, identificar e reconhecer o esforço dos cafeicultores que têm buscado cada vez mais aderir às boas práticas na produção de um café de qualidade e sustentável.

Na categoria Sustentabilidade, um produtor de cada região de Rondônia recebeu um certificado em reconhecimento à busca pela harmonização entre produção e conservação do meio ambiente.

Destaques em Sustentabilidade:

  • Região de Porto Velho –  Arlei Gonçalves da Cruz, de Itapuã do Oeste
  • Região de Ariquemes – Antonio Geraldo Feitosa, de Campo Novo de Rondônia
  • Região de Ji-Paraná – Maria Da Gloria Bermond, de Vale do Anari
  • Região de São Francisco do Guaporé – Vitorio Leite, de São Miguel do Guaporé
  • Região de Rolim de Moura – Edio Felberg, de Alta Floresta do Oeste
  • Região de Cacoal – Ronaldo da Silva Bento, de Cacoal
  • Região de Vilhena, Zilanda Pereira Souza, de Vilhena

Governador agradeceu o esforço e a dedicação dos produtores rondonienses

GRATIDÃO AOS PRODUTORES

A produtividade, a qualidade e a sustentabilidade da agricultura e do agronegócio, bem como a dedicação dos produtores rondonienses foram destacados pelo governador Marcos Rocha no início da cerimônia de premiação do Concafé 2021. O governador fez questão de demonstrar a sua gratidão e pediu uma salva de palmas a todos os produtores rurais de Rondônia.

“A premiação entregue aqui hoje, com a parceria de empresas que acreditam em Rondônia, é uma forma de prestigiar os nossos produtores, que se dedicam à terra e que fazem com que o nosso Estado cada vez mais progrida. Só de café, Rondônia produziu um bilhão e trezentos milhões de reais. Eu parabenizo os nossos produtores. Vamos fazer mais e mais, produzir cada vez mais. E esse valor é  só uma parte dos mais de 19 bilhões alcançados hoje pelos nossos produtores, no estado de Rondônia. Eu peço salvas de palmas aos nossos produtores”, destacou o governador Marcos Rocha.

Mais Sobre Agricultura

Resultado do Concacau celebra qualidade da produção rondoniense

Resultado do Concacau celebra qualidade da produção rondoniense

O Concacau, que aconteceu na última semana (24 e 25) em Jaru, revelou algo que já se desconfiava: Rondônia retorna de vez a uma posição de destaque na

Programa “Plante Mais” beneficiará agricultores com mais de 5 milhões de mudas de Café Clonal e 600 mil mudas de cacau clonal

Programa “Plante Mais” beneficiará agricultores com mais de 5 milhões de mudas de Café Clonal e 600 mil mudas de cacau clonal

O município de Alto Alegre dos Parecis na sexta-feira (26), durante o dia de campo “Café Nota 10”, sediou o lançamento do maior programa de incentivo

Sebrae está no Concacau e apresenta projeto Cacau Sustentável

Sebrae está no Concacau e apresenta projeto Cacau Sustentável

O 1º Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Cacau de Rondônia, (Concacau) é uma iniciativa do Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Es

Mais um prêmio: Rondônia tem o terceiro melhor cacau do Brasil

Mais um prêmio: Rondônia tem o terceiro melhor cacau do Brasil

O ano de 2021 tem sido bastante especial para Rondônia. Desta vez, o Estado acaba de levar a terceira colocação nacional no III Concurso Nacional de