Porto Velho (RO) sábado, 28 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Sergio Pires

Que volte sempre com tantas boas notícias, ministro! + Esquerda tem maior número de candidatos em Porto Velho


Que volte sempre com tantas boas notícias, ministro! + Esquerda tem maior número de candidatos em Porto Velho - Gente de Opinião

QUE VOLTE SEMPRE COM TANTAS BOAS NOTÍCIAS, MINISTRO! OS 20 MILHÕES DE AMAZÔNIDAS TE SAÚDAM!


A vinda do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, a Rondônia e Amazonas, nesta sexta e no sábado, servirá para deixar clara a posição do governo brasileiro em relação a obras importantes da Amazônia, mesmo com os gritos de grupos que representam, principalmente, os grandes interesses internacionais. No nosso Estado, Tarcísio visita, ainda pela manhã, as obras da grande ponte sobre o rio Madeira, na Ponta do Abunã, que deve estar pronta entre janeiro e fevereiro. Já deveria estar concluída há muito tempo, mas um erro no projeto original obrigou à necessidade de uma extensão da ponte em mais 400 metros (ela ficará, agora, com cerca de 1.300 metros, quando concluída). Em Jaru, o ministro assina, com o Exército, acordo para obras das pistas laterais e acesso à cidade, na BR 364 e depois, vem a Porto Velho, para assinar a autorização para a implantação de seis passarelas sobre a BR, na Capital. A Capital, aliás, teve grandes avanços, com obras federais concluídas, algumas delas em parceria com a Prefeitura, já no atual governo. Os viadutos, que ficaram anos meio prontos ou semiacabados, ligando nada a coisa nenhuma, estão funcionando a todo vapor. As pistas laterais ficaram prontas. A iluminação até a Unir também está com concluída, assim como a iluminação da ponte do bairro da Balsa, que ficou seis anos no escuro. Destaca-se, ainda as melhorias em trechos perigosos da 364 em várias cidades do Estado e as obras de revitalização da rodovia.

O sábado, contudo, será ainda melhor para o Brasil e muito ruim para os defensores dos grandes interesses estrangeiros, que querem continuar dominando principalmente as áreas onde se concentram nossas riquezas minerais, e das entidades e instituições aparelhadas, que há muitos anos querem impedir o desenvolvimento da nossa região. A eles, não interessam os 20 milhões de brasileiros que vivem na Amazônia e que merecem uma qualidade de vida mais digna. Pois no sábado pela manhã, para desespero dos que defendem apenas suas ideologias e interesses e não o país, Tarcísio assinará, por volta faz 10 horas da manhã, na Comunidade Realidade, na BR 319, a ordem de serviço para o asfaltamento do primeiro lote de 50 quilômetros de asfalto para a rodovia que liga Porto Velho a Manaus. Depois, por volta das 13 horas, o Ministro vai ver de perto o andamento das obras de dragagem do rio Madeira, em Humaitá. Enfim, a Amazônia torna-se, na realidade para quem vive nela e não apenas para minorias defendidas pelos teorias da esquerda, apaixonadas pelos ONGs que invadem nossa região e se amamentam nela. Que o ministro Tarcísio venha mais vezes à nossa terra e que, cada vez que venha, nos traga melhores notícias. 

 

 

ESQUERDA TEM MAIOR NÚMERO DE CANDIDATOS NA CAPITAL


Claro que vai haver contestação, discordâncias e até protestos, mas a verdade é que do total de 15 candidatos à Prefeitura de Porto velho, a esquerda está representada por seis candidatos, o maior número conforme a tendência ideológica de cada um dos concorrentes. Se poderia imaginar que, na atual conjuntura, a esquerda tivesse encolhida. Nada disso! Os candidatos dessa linha ideológica são: Ramon Cajui, do PT; Vinicius Miguel, do Cidadania; Coronel Ronaldo, do Solidariedade; Pimenta de Rondônia, do PSOL; Samuel Costa, do PC do B e Geneci Gonçalves, do PSTU. A direita tem cinco nomes:  Eyder Brasil, do PSL; Lindomar Garçon, do Republicanos; Cristiane Lopes, do PP; Edvaldo Soares, do PSC e Ted Wilson, do PRTB. Entre os que podem ser considerados representantes de siglas mais ao centro, estariam Williames Pimentel, do MDB ( o principal partido do Centrão); Hildon Chaves, do PSDB; Breno Mendes, do Avante e Leonel Bertolin, do PTB.


 

PROGRAMAS ESTÃO REGISTRADOS NO TSE


Os candidatos em Porto Velho, registraram seus programas de governo no site do Tribunal Superior Eleitoral. Há poucas novidades, mas as áreas da saúde, educação, saneamento e infraestrutura da cidade, se destacam, na média das propostas. Geração de emprego e renda, cuidados ambientais, criação de sistemas para o ensino de Libras e muito asfalto são outros temas que fazem parte daquilo que os candidatos pretendem fazer, caso sejam eleitos. Ainda há projetos relacionados com o garimpo de ouro, embora esse tema seja exclusivo da legislação federal e até uma proposta de “turismo religioso”, por um candidato que representa um dos partidos de esquerda mais extremistas. No geral, contudo, há boas ideias e boas intenções. O que se espera é que o eleito consiga colocar em prática tudo o que está prometendo, ainda na condição de candidato.

 

 

AMPARO: PROGRAMA QUE CHEGA A 198 MIL RONDONIENSES


A pandemia coloca, cada vez mais, famílias inteiras, crianças e até bebês recém nascidos em situações de extrema dificuldades. Neste contexto, o governador Marcos Rocha tem destacado a atuação da SEAS, comandada pela primeira dama, Luana Rocha, numa espécie de guerra do bem contra a pobreza, a miséria e a atenção aos que mais necessitam. O programa de renda, criada pelo Estado, chamado Amparo, apenas como um exemplo, beneficiou, até agora, nada menos do que 48 mil famílias. No total, o número de pessoas necessitadas, em toda a Rondônia, atendidas e beneficiadas por esse e outros programas sociais criados na luta contra a pobreza, já chegou a 198 mil rondonienses, em cada recanto desta terra. Há várias outras iniciativas, mas certamente uma que mais emociona não só a secretária e primeira dama, como o próprio Governador, é o programa “Mamãe Cheguei!”. Em resumo, ele dá as futuras mamães, sem condições muitas vezes de sequer comprar fraldas ou roupinhas para seus filhos que vão nascer, todo o aparato para que a criança venha ao mundo com dignidade.


 

CREMERO EXIGE VOLTA DAS CIRURGIAS ELETIVAS


O Cremero é apenas uma das entidades médicas que está lutando para que se recomecem, com a máxima urgência, as cirurgias eletivas no Estado. Elas estão suspensas desde que começou a pandemia. Vários meses depois, a  situação continua sem qualquer solução por parte da saúde pública. Nem sequer os casos mais graves têm sido atendidos, como por exemplo, o de um rondoniense que pediu socorro, na mídia, alegando que, se não for operado imediatamente dos olhos, corre o risco de ficar cedo. Ou de outro, ainda pior, que está há dois anos com parte do estômago para o lado de fora e que, para conseguir ser salvo, conseguiu apoio do programa SIC News, da SICTV/Record. Sensibilizada, a direção do hospital Prontocordis decidiu operar o homem, sem custos, para acabar com seu sofrimento. Já a Secretaria de Saúde do Estado, consultada, emitiu a seguinte informação, sobre as cirurgias eletivas. “A Sesau tem todo interesse em retomar as cirurgias eletivas, tendo vista a necessidade da população e as filas que estão aumentando. Entretanto, temos que fazer isso com total segurança, pois se um paciente em intra ou pós operatório adquirir Covid, por mais que a cirurgia seja eletiva e de porte médio, o desfecho final pode ser muito negativo”.


 

COMEÇAM A CIRCULAR OS NOVOS ÔNIBUS EM PORTO VELHO


Ainda de forma provisória, com apenas os primeiros 20 ônibus com equipes completas e muito mais para não deixar a população sem transporte coletivo, a empresa JTP, agora responsável pelo serviço em Porto Velho, começou suas atividades nesta quinta. Na medida em que novas equipes (motoristas e cobradores) forem sendo montadas, o número de coletivos vai aumentando, até que, a partir da segunda quinzena deste mês, o número chegue perto do suficiente para atender a todos os usuários. O empresário Paulo Henrique Wagner e o secretário da Semtran, Coronel Kissner, participaram, nesta quinta, do programa Papo de Redação, com os Dinossauros, o programa de maior audiência do rádio rondoniense (Parecis FM, segunda a sexta, meio dia às 14 horas). Durante boa parte da atração, a dupla respondeu às perguntas dos Dinossauros Beni Andrade, Jorge Peixoto e Sérgio Pires e de grande número de ouvintes. Paulo Henrique disse, por exemplo, que só na compra de ônibus, a empresa já investiu mais de 40 milhões de reais. O Coronel Kissner destacou a reorganização das linhas e a preocupação para que se encurte significativamente o tempo de passagem dos coletivos. A JTP chega com coletivos novos e seminovos e, dentro do prazo do contrato, terá algo em torno de 140 ônibus atendendo ao porto velhense.


 

ASSEMBLEIA DECIDE VOLTAR ÀS SESSÕES DA CPI DA ENERGISA

 

A questão dos problemas que envolvem a Energisa, volta à pauta da Assembleia Legislativa, com a decisão da CPI recomeçar suas sessões presenciais a partir da próxima semana. O presidente da Comissão, deputado Alex Redano e o relator, Jair Montes, confirmaram que, ainda no mês de outubro, começarão a ser convocados os diretores da empresa, para serem ouvidos pelos parlamentares. Redano tem sido um duro adversário da nova empresa responsável pela distribuição de energia no Estado e avisou: “vamos pra cima!”, ou seja, a CPI quer levantar todas as questões e denúncias contra a Energisa, antes do relatório final, que será feito por Jair Montes. O parlamentar que será o responsável pelo texto final do relatório sobre a Comissão, aliás, tem feito duras críticas à empresa, acusando-a de não pagar tributos corretamente ao Estado, de desrespeitar os consumidores e, ainda, de deixar regiões da Capital e outas cidades, até três dias sem energia elétrica. Redano também tem sido muito duro, nessa questão. As datas da convocação dos representantes da Energisa, ainda não foram definidas.

 

 

SOBE E DESCE: PANDEMIA ESTÁ LONGE DE TERMINAR

 

Mais um dia de angústia, com o sobe e desce dos números de mortos pelo coronavírus. A quinta-feira, infelizmente, registrou nada menos que 10 óbitos em todo o Estado, metade deles em Porto Velho. Foram 350 novos casos. É um dia de dor um pouco menor; no outro, bem maior. Um dia quatro mortes, no outro cinco; depois salta para 11; volta à meia dúzia e salta de novo para 10. Embora os contaminados e as vidas perdidas estejam ainda oscilando, embora para baixo, é claro que a doença está longe de ser vencida, tanto no Brasil como por aqui, em Rondônia. O Boletim da quinta, o 197, apontou 66.261 casos registrados; 58.227 recuperados (quase 89 por cento); 6.667 casos ativos; 258 internados; 206.343 testes realizados e, lamentavelmente, 1.367 mortos. Nos 197 dias em que a Sesau emite boletins, já houve um dia com mais de 20 óbitos. Por enquanto, não há ainda uma definição concreta sobre uma vacina que consiga conter o vírus, em todo o mundo.


 

PERGUNTINHA

 

O que você achou do debate entre os candidatos à Presidência dos Estados Unidos, em que as queimadas da Amazônia foram usadas por Joe Biden para atacar o aliado de Bolsonaro, o atual presidente Donald Trump?

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Sergio Pires

Estrada do Belmont está quase toda asfaltada + Allamanda faz nota contra fake news + Duro combate à invasores e ladrões de madeira

Estrada do Belmont está quase toda asfaltada + Allamanda faz nota contra fake news + Duro combate à invasores e ladrões de madeira

DEPOIS DE 30 ANOS, FINALMENTE A PROMESSA CUMPRIDA: ESTRADA DO BELMONT ESTÁ QUASE TODA ASFALTADA Foram pelo menos 30 anos. Talvez até um pouco mais.

Fecharam-se as urnas? + Pelo menos cinco nomes já sonham  + Fakes e ataques a Vinicius: justiça descobre a fonte

Fecharam-se as urnas? + Pelo menos cinco nomes já sonham + Fakes e ataques a Vinicius: justiça descobre a fonte

FECHARAM-SE AS URNAS? NADA DISSO, PORQUE NA SEMANA QUE VEM, COMEÇA UMA NOVA CAMPANHA DE DOIS ANOS Talvez não comece já na segunda, nem na terça. Mas

Hildon mantém grande vantagem sobre Cristiane + A vacina ainda não chegou e as multidões estão nas ruas

Hildon mantém grande vantagem sobre Cristiane + A vacina ainda não chegou e as multidões estão nas ruas

HILDON MANTÉM GRANDE VANTAGEM SOBRE CRISTIANE, MAS ENFRENTARÁ AINDA DOIS DEBATES: ANTES DA ELEIÇÃOOs debates podem mudar uma eleição? Já mudaram em d

As urnas eletrônicas não são totalmente seguras? + Um debate quente na SIC TV + Era só maldade! Bolsonaro confirmou Marcele

As urnas eletrônicas não são totalmente seguras? + Um debate quente na SIC TV + Era só maldade! Bolsonaro confirmou Marcele

ATÉ QUANDO VAMOS VIVER SOB A SUSPEITA DE QUE AS URNAS ELETRÔNICAS NÃO SÃO TOTALMENTE SEGURAS? Há mais de duas décadas, exatamente há 24 anos, na elei