Porto Velho (RO) terça-feira, 29 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Política

Moreira acha que Confúcio não deve entregar Emater ao PT


 

Brasília, 21/dez/2010 – Falando em nome do setor agropecuário rondoniense, o deputado federal Moreira Mendes (PPS-RO) fez hoje um apelo ao governador eleito Confúcio Moura (PMDB) para que reveja sua decisão de entregar o comando da Secretaria da Agricultura, do Idaron e da Emater ao Partido dos Trabalhadores (PT) no novo governo. Segundo ele, não seria prudente, nem recomendável, concentrar pastas tão importantes para a economia do estado nas mãos de um partido cuja principal bandeira tem sido defender os movimentos sociais, como o Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST), quase sempre em detrimento dos interesses do setor produtivo.

“O PT de Rondônia não tem ligações com a agricultura e com a pecuária. Só conhece os movimentos sociais, e só se preocupa com quilombolas e criação de novas terras indígenas. É um partido de ligações fortíssimas com a agricultura familiar, mas que desconhece por inteiro a estrutura agropecuária do nosso estado, e não tem compromisso com o agronegócio, que é quem realmente gera emprego e renda”, argumentou.

O deputado lembrou que sua preocupação reflete o pensamento de todo o setor produtivo rondoniense, e não tem conotação político-partidária. “Tenho recebido inúmeras ligações com apelos do setor produtivo em geral, dos pequenos e médios produtores, dos sindicatos rurais e até da Federação da Agricultura (FAPERON), e como líder da bancada da agropecuária, não poderia deixar de me manifestar, uma vez que falo em nome de um setor estratégico para Rondônia”.

Moreira se diz contra a entrega das três pastas ao PT porque o partido não tem quadros para desenvolver bem uma atividade de tamanha relevância. “Falta a eles, petistas, o espírito desarmado. Tratam a questão ideologicamente, e tem que ser tratada tecnicamente. O exemplo é o próprio Incra, que em oito anos não entregou um título definitivo de terras sequer, e só serviu para entregar cestas básicas e fazer cadastramento do Bolsa-Família”, criticou.
 

Coordenador

Por outro lado, Moreira Mendes fez questão de afirmar que não há nenhum tipo de restrição ao nome do deputado federal Anselmo de Jesus para ocupar a Secretaria da Agricultura. Na sua opinião, o ideal seria colocá-lo como coordenador das respectivas pastas. “Apesar de ser diretamente ligado à Fetagro (Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Rondônia), o deputado Anselmo demonstrou conhecimento, habilidade e articulação política na construção do novo Código Florestal, quando atuou como vice-presidente da Comissão Especial que discutiu o tema na Câmara. O Idaron e a Emater são órgãos técnicos, e precisam ser ocupados por técnicos”.

Moreira informou que já conversou pessoalmente com o governador Confúcio Moura sobre o assunto. “A escolha é política, e é do governador. Mas a responsabilidade pelos efeitos da escolha será também dele (Confúcio)”, concluiu.

Fonte: Claudivan Santiago
 

Mais Sobre Política

Adriana de Rondônia: Ariquemes precisa ir avante em um novo desafio

Adriana de Rondônia: Ariquemes precisa ir avante em um novo desafio

Por ter uma participação ativa na nossa sociedade, incentivada por muitos companheiros e amigas, com os quais ela tem contribuído para importantes c

Moção de aplausos aos profissionais da saúde e proposta pelo Vereador Waldemar Neto e aprovado em sessão plenária

Moção de aplausos aos profissionais da saúde e proposta pelo Vereador Waldemar Neto e aprovado em sessão plenária

Na sessão plenária que aconteceu no dia 22, terça-feira, na Câmara Municipal de Porto Velho – RO, foi aprovada da Moção de Aplausos aos Profissionais

Deputado Anderson diz que bloqueio do salário dos servidores é injusto no momento de pandemia

Deputado Anderson diz que bloqueio do salário dos servidores é injusto no momento de pandemia

Em discurso na sessão plenária de terça-feira (22), o deputado estadual Anderson Pereira (PROS) mostrou preocupação com o risco de bloqueio do salár