Porto Velho (RO) sábado, 28 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Justiça

Ministério Público ingressa com ADI contra Lei Estadual que proíbe a destruição de bens utilizados na exploração ilegal do meio ambiente


Ministério Público ingressa com ADI contra Lei Estadual que proíbe a destruição de bens utilizados na exploração ilegal do meio ambiente - Gente de Opinião

O Ministério Público de Rondônia ingressou com Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) contra a Lei Estadual nº 5.299, de 2022, que proíbe a destruição e a inutilização de bens particulares apreendidos em operações e fiscalizações ambientais.

 

A ADI, assinada pelo Procurador-Geral de Justiça, Ivanildo de Oliveira, tem como um dos argumentos o fato de que, em que pese ser concorrente a competência para legislar sobre proteção do meio ambiente, controle da poluição e responsabilidade por possíveis danos, compete à União estabelecer normas gerais sobre o tema.

 

Nesse sentido, a Lei Federal nº 9.605/1998 estabeleceu a destruição ou inutilização de instrumentos, equipamentos ou veículos de qualquer natureza, utilizados na prática de infrações ambientais, não podendo o Estado de Rondônia, portanto, legislar em sentido contrário. Inclusive, o Decreto Presidencial nº 6.514/2008, que regulamenta a matéria, reforça que, diante da constatação da infração ambiental, o agente, no uso do poder de polícia que lhe é atribuído, poderá tomar, dentre outras medidas, o embargo de obra, da atividade ou respectiva área e a destruição ou inutilização dos produtos, subprodutos e instrumentos da infração.

 

Além da invasão à competência legislativa da União, o MPRO ainda destacou que o teor da norma fragiliza a proteção ao meio ambiente, sendo, também por isso, ofensiva às disposições da Constituição Federal de 1988.

 

Com esses fundamentos, o Ministério Público requereu cautelarmente ao Tribunal de Justiça a imediata suspensão da eficácia da Lei Estadual questionada. Postulou-se ainda que, ao final da demanda, seja a norma impugnada declarada inconstitucional e, consequentemente, extirpada do ordenamento jurídico.

Mais Sobre Justiça

Justiça de Rondônia determina a reintegração, pelo Estado, de área degradada, ocupada clandestinamente na Resex Jaci-Paraná

Justiça de Rondônia determina a reintegração, pelo Estado, de área degradada, ocupada clandestinamente na Resex Jaci-Paraná

Sentença da 2ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Porto Velho-RO determinou ao Estado de Rondônia o direito de reintegração de uma área, na Linha

Rondônia é destaque no ranking nacional, com 48,06% de reeducandos que exercem atividades laborais

Rondônia é destaque no ranking nacional, com 48,06% de reeducandos que exercem atividades laborais

Concretizando umas das metas do Plano Estratégico Estadual, “Um Novo Norte, Novos Caminhos”, em que o Governo de Rondônia traçou como meta aumentar o

Ministério Público coordena operação contra cigarros eletrônicos em Vilhena

Ministério Público coordena operação contra cigarros eletrônicos em Vilhena

A constante reclamação por parte das escolas na cidade de Vilhena em função do aumento do uso de cigarros eletrônicos por estudantes levou a 2ª Prom

"É absolutamente inviável o ajuizamento de Execuções Fiscais com valores baixos", destaca desembargador José Jorge em Encontro de Execução Fiscal

"É absolutamente inviável o ajuizamento de Execuções Fiscais com valores baixos", destaca desembargador José Jorge em Encontro de Execução Fiscal

Os dados que revelam o alto custo do ajuizamento de ações de execução fiscal nos municípios do Estado apresentados pelo desembargador José Jorge Rib