Porto Velho (RO) terça-feira, 7 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Opinião

Ufa! Acabou a Nefasta e Perdulária CPI da Covid -19. Quanto a relatório tóxico? Joga fora no lixo.


Ufa! Acabou a Nefasta e Perdulária CPI da Covid -19. Quanto a relatório tóxico? Joga fora no lixo.  - Gente de Opinião

“Tudo que começa errado está fadado ao fracasso a médio ou longo prazo”. Castanharo

 

Refiro-me a nefasta, perniciosa, perdulária, a excrecência da CPI da COVID-19, que durante cinco meses e vinte e dois dias não mostrou a que veio, foi um verdadeiro desperdício de tempo e dinheiro público, haja vista que até agora não se conheceu uma só medida visando diminuir o número de mortes e ou diminuir as rugosidades sofridas pela população.

 

Até agora o Governo Federal já repassou para os Estados, DF e Municípios, mais de R$ 800 BILHÕES DE REAIS PARA ATENDER DESPESAS NO COMBATE AO COVID-19. Porém, aumentou o combate a fiscalização. O que se viu foram Secretários de Saúde presos pela PF em face superfaturamento das compras de EPI (equipamentos de proteção individual), (...) e ainda tem a desfaçatez de querer culpar o Mito, pelo aumento do número de óbitos?

 

Lembre-se que foram castrados os poderes de sua Excelência com relação a interferência nos Estados, DF e Municípios. Se os governadores, prefeitos, e secretários de saúde não fizeram o dever da casa, é uma grande injustiça e irresponsabilidade querer jogar a culpa no nosso grande estadista Presidente Jair Bolsonaro.

 

 

Não obstante, o Governo do grande estadista e Presidente da República Jair Bolsonaro, contabiliza mais de 106 milhões de brasileiros, totalmente imunizados, sendo que 152 milhões já tomaram a 1ª dose da vacina da COVID-19. Ou seja o Brasil é o 3º páis do mundo que mais vacinou. Computando a primeira, a segunda  dose, a  única e a dose de reforço. São 263.164.453 doses aplicadas desde o começo da vacinação. (Fonte: G1).

 

Excelências? CPI é coisa séria, não poder ser banalizada. O bom senso recomenda critérios técnicos na escolha e investiduras dos seus membros, sem olvidar de notório saber jurídico, reputação ilibada, para evitar as patuscadas transmitidas ao vivo pela Tevê Senado, ou seja um festival de humilhações e constrangimentos, às pessoas convidadas dentre elas a renomada cientista Doutora Nise Yamagouch e a médica Mayra Pinheiro, soma-se isso o cerceamento do trabalho dos advogados  que compareceram naquela pocilga para auxiliar seus paciente. Isso dá asco (nojo).

 

“In casu” assegura a nossa Lex Mater:  Art. 133. O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei.

 

Nada contra investigar possíveis irregularidades, desvios, malversação, e superfaturamento dos recursos repassados pelo grande estadista e homem público, Presidente   da República  Jair  Messias Bolsonaro, que não rouba e não deixa roubar. Mas essa abstinência?

 

.

Uma pergunta que não quer calar: Por que não investigaram o Consórcio Nordeste?  Qual a razão dessa seletividade? Segundo o senador Eduardo Girão,  que pediu a convocação de secretários de Saúde da região para explicarem, por exemplo, por que compraram 300 respiradores que nunca foram entregues de uma empresa especializada na venda de derivados da maconha

 

E essa abstinência de quase três anos, sem nenhum caso de corrupção no Governo Federal, ao contrário de outrora, está deixando a oposição bizarra, e suas ramificações,  apavoradas. Estão agindo como um garrote desmamado, com berros de baixo calão, que acabam deixando   o úbere da vaca (União), cheio de hematomas.

 

Ora Senhores se tivessem propósitos, essas figuras peçonhentas,  começariam a investigar fatos já comprovados pela Polícia Federal, que levaram às prisões dezenas de agentes públicos, por esse Brasil afora, que desviaram milhares de recursos para o combate da COVID-19, inclusive com compras superfaturadas pagas antecipadamente e até agora não foram entregues os equipamentos comprados de uma empresa que manipula produtos oriundos da maconha.

 

Segundo dados extraídos da a Agência Senado,” O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) lamentou, nesta terça-feira (2), os recentes casos de corrupção relatados no país, referindo-se a investigações em vários estados sobre o desvio de recursos federais, estaduais e municipais destinados à compra de equipamentos e serviços para o combate à covid-19. Girão citou uma operação na Bahia relacionada à aquisição de respiradores no valor de R$ 48 milhões. O senador disse que os respiradores foram comprados pelo Consórcio Nordeste (que reúne 9 governos estaduais da região) de empresas que, segundo ele, vendem produtos à base de maconha.

 

De acordo com Girão, existe um lobby "poderoso" para a legalização da maconha, que estaria sendo beneficiado por esse grupo de governadores. O senador informou que, junto com o senador Styvenson Valentin (Podemos-RN), solicitou ao Ministério da Justiça que acompanhe o caso.

 

— Nós vamos acompanhar também aqui, no limite de nossas forças, o andar dessa investigação para buscar a verdade. O detalhe é que nem sequer os respiradores chegaram lá. Ou seja, nem entregues eles foram. O povo brasileiro não tolera mais a corrupção, o povo brasileiro quer um país ético, um país onde nós tenhamos sempre uma busca por novas práticas na política, mais transparência, mais controle do seu dinheiro”. Fonte: Agência Senado

 

https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2020/06/02/girao-acompanha-suposta-fraude-em-compra-de-respiradores-pelo-consorcio-nordeste

 

 

No caso do Governo Federal, até agora não foi comprovado um só caso de corrupção, não foi comprovado um só real pago com a vacina da COVAXIN

 

Mas a meta dos cães raivosos, é depreciar a imagem do Presidente da República, ou seja querem, porque querem, passar a rasteira, com golpes baixos,  no Presidente da República,  eleito democraticamente com quase 58 milhões de votos, e se essa oposição continuar batendo em sua Excelência, o MITO, a oposição sofrerá em 2022 nova DERROTA ACACHAPANTE .

  

Eles querem é o impeachment do   Presidente da República, porém não tem nenhuma base jurídica, (supedâneo jurídico), nem apoio moral da população brasileira, repito que está estomagada com essa excrescência da CPI DA COVID-19.

 

A história tem nos revelado que os maiores impérios e as grandes civilizações desmoronaram-se, a partir do instante em que os bons costumes, o caráter, a moral, a ética, o decoro e a decência, deram lugar à permissividade dos costumes, à impunidade, ao cinismo, ao deboche, à libertinagem, à institucionalização da libertinagem no país..

 

É triste revelar que o meu Brasil, antes mesmo de se transformar  numa grande potência, está se dissolvendo no lamaçal da corrupção, com tantos bandidos públicos impunes, inocentados. Ainda há tempo de a sociedade, a exemplo de outrora, acordar, levantar o traseiro, sair às ruas, e exigir dos governantes mais seriedade no trato da coisa pública, porque o povo não aguenta mais conviver com o pântano fétido da corrupção que nos envergonha perante o mundo. 

Reaja, Brasil!

 

O que de fato está acontecendo com você Brasil/ Com vasta área territorial

E este lindo litoral/ Com tantas terras férteis/ E riquezas naturais/Com tanta arrecadação/ Tungada dos bolsos e dos sacrifícios dos nossos irmãos/ Com tudo isso

O que justifica? (...):

 

Dito isso a nefasta CPI DA COVID 19, acabou inocentando bandidos que comprovadamente  tungaram, o dinheiro que o nosso grande estadista e homem público Presidente Jair Bolsonaro, repassou para os Estados, Municípios e Distrito Federal, para o combate dessa pandemia, e pasme, sem nenhuma prova querem imputar ao MITO, irresponsabilidade, querendo, repito,  passar a rasteira no Presidente da República, porque não rouba e não deixa roubar.

 

Palmas para o depoimento franco, transparente e sincero do ex—ministro da Saúde, General Eduardo Pazuello, a renomada médica e cientista internacional Nise Yamagouch e também, da Doutora Mayra Pinheiro..

É vergonhoso deparar com certos figuras pálidas, querer crucificar pessoas que conseguiram subir na vida graças ao "Self-Made man " (esforço próprio).  Alguém poderia avisar àquelas figuras peçonhentas da CPI COVID-19 , que a pandemia não acabou.  Continua ceifando milhares de vidas. Se essas figuras tivessem propósitos, preocupadas com o respeito a vida, ao invés de querer condenar inocentes, deveriam, com vistas a salvar vidas humanas, convocar grandes especialistas, médicos conceituados, para disseminar os remédios que estão  salvando  vidas no país e no mundo,  notadamente o Brasil o país que tem maior números de pessoas curadas no mundo, ou seja quase dezoito milhões s de pessoas salvas.

A população vem dando mostras através das últimas manifestações pacíficas que apoia o Governo do Mito, eleito democraticamente com quase 58 milhões de votos. Vamos respeitar o sufrágio das urnas, a independência dos poderes e as prerrogativas constitucionais do grande estadista e homem públiico  Presidente da República Jair Bolsonaro.

Parem com essa patuscada. Se esses camaradas da nefasta CPI da COVID -19, tivessem propósitos, já teriam convocados, os Governadores, Secretários de Saúde, Prefeitos, e outros agentes públicos, responsáveis pelos desvios, malversação, e superfaturamento dos bilhões de recursos, transferidos pelo Governo Federal para atender a pandemia da COVID-19.

De acordo com Divisão de Comunicação Social da Polícia Federal, (gov.br) (19.07.2021).

Polícia Federal completa mais de 100 operações contra fraudes relacionadas às ações de enfrentamento à pandemia

Foram efetuadas 175 prisões e cumpridos mais de 1.500 mandados de busca e apreensão em 26 estados da Federação

 

“Brasília/DF - A Polícia Federal ultrapassou na última semana a marca de 100 operações de repressão ao desvio e à utilização indevida de verbas públicas federais destinadas ao combate à pandemia de COVID-19. O montante de contratos de produtos e serviços investigados atinge cerca de R$ 3,2 bilhões.

Desde abril do ano passado, a PF cumpriu 158 mandados de prisão temporária, 17 de prisão preventiva e 1.536 de busca e apreensão em 205 municípios de 26 unidades da Federação. Os valores apreendidos beiram os R$ 190 milhões.

Deflagrada em abril de 2020 na Paraíba, a Operação Alquimia foi a primeira operação policial que tinha como objetivo apurar esse tipo de contrato.
Até o último dia 13, o total de operações chegou a 102. O Amapá é o estado com o maior número (11), seguido pelo Maranhão (10), Pernambuco (8), Sergipe (8), Rio de Janeiro (7), São Paulo (6), Piauí (6), Pará (6), Amazonas (4) e Rondônia (4).

Sobre o montante de contratos investigados, o Pará lidera com R$ 1,4 bi. Em seguida, Rio de Janeiro (R$ 850 milhões), Pernambuco (R$ 198 milhões), São Paulo (R$ 118 milhões), Minas Gerais (R$ 102 milhões), Rondônia (R$ 92 milhões) e Piauí (R$ 82 milhões).  Divisão de Comunicação Social da PF

As figuras do G-7, esqueceram   que a decisão do Egrégio STF, que determinou aos Estados e Municípios brasileiros administrar a pandemia da COVID- 19, ficando a União responsável apenas por repassar os recursos financeiros para atender a assistência e o tratamento dessa pandemia. O que se viu foi uma roubalheira geral,geral
dos recursos da União, com aquisição de equipamentos de EPI superfaturados, é a chamada : CRISE DE ABSTINÊNCIA) .

Essa abstinência está deixando os contumazes salteadores do dinheiro da nação, apavorados  e seus  efeitos colaterais da abstinência. Assim para os dependente químicos não podem ficar um só dia sem consumir drogas, ficar mais de dois anos, sem assaltar o dinheiro da viúva, é um absurdo.  

Afinal quanto foi surrupiado pela maior quadrilha de todos os tempos que estava saqueando o país nos governos anteriores ao do Presidente Jair Bolsonaro?

 

Em se tratando de efeitos colaterais da abstinência, casos de dependência químicas, elas, segundo especialistas, causam alterações no sistema nervoso central do indivíduo, chamadas de psicotrópicos ou psicoativa, sendo que a maioria das drogas tais como:  álcool, cocaína, crack,cocaína (...), se encaixam perfeitamente nessa categoria.

 

Especialistas afirmam que as substâncias em tela, comprometem estruturas e funções importantes do corpo humano, razão porque é recomendado que a pessoa não interrompa abruptamente o consumo de uma substância que lhe causa dependência, principalmente se o histórico de consumo for mais longo.

 

Tudo isso porque um organismo adicto também manifesta efeitos colaterais quando há abstinência da substância que lhe causa essa dependência. Haja vista que pessoa em crise de abstinência pode ter sintomas e reações imprevisíveis, que vão desde o descontrole emocional, até a agressividade e até a morte.

Isso levou a PF entrar em cena para dar um basta na malversação dos recursos do erário. Não obstante, políticos inescrupulosos, mais preocupados com as próximas eleições, do que com a COVID-19, subindo em caixões e/ou fazendo o marketing das sepulturas, ao invés de dedicar realmente em salvar vidas, ou pelo menos debelar a pandemia. Talvez se tivesse cancelado o carnaval, a situação no Brasil seria outra.

Dá asco(nojo) os motivos utilizados por figuras peçonhentas da CPI DA COVID-19 ,em não querer convocar tais autoridades,  envolvidas em escândalos de corrupção,  e os principais responsáveis pelos efeitos e negligências no combate a COVID-19  

 As raposas políticas deste país precisam respeitar o sufrágio das urnas e independência dos Poderes e as prerrogativas constitucionais de sua Excelência o Presidente da República Jair Bolsonaro.

Reconheço, que o grande erro do grande estadista Presidente Jair Bolsonaro, foi: NÃO ROUBAR E NÃO DEIXAR ROUBAR.

 Até agora o Governo Federal já repassou para os Estados, DF e Municípios, mais de R$ 800 BILHÕES DE REAIS PARA ATENDER DESPESAS NO COMBATE AO COVID-19.

Porém, aumentou o combate a fiscalização. O que se viu foram Secretários de Saúde presos pela PF em face superfaturamento das compras de EPI  (equipamentos de proteção individual), (...) e ainda tem a desfaçatez de querer culpar o Mito, pelo aumento do número de óbitos?

Lembre-se que o Egrégio STF, “DATA-VENIA” castrou os poderes de sua Excelência com relação a interferência nos Estados, DF e Municípios. Se os governadores, prefeitos, e secretários de saúde não fizeram o dever da casa, é uma grande injustiça e irresponsabilidade querer jogar a culpa no nosso grande estadista Presidente Jair Bolsonaro.

Se alguém não teve o tratamento humanizado, e/ou viu seus parentes partindo para outra esfera, em face a omissão/imperícia, tudo isso, é de responsabilidade dos respectivos dos governadores e prefeitos, excluindo assim o Presidente da República.

Não obstante o exposto, até agora o Brasil é o 3º país do mundo que mais vacinou a população. O Ministério da Saúde fechou recentemente acordo com Pfizer e Janssen para mais 138 milhões de doses de vacinas COVID-19. A Pasta já garantiu mais de 562 milhões de doses de imunizantes até o fim de 2021.

Até agora são 21.664.879 pessoas curadas no Brasil da COVID-19.

 

Ora se foram recuperados, algum medicamento prescrito pelos médicos  funcionou  e muito, salvando vidas. Mas tudo que o Bolsonaro fala é ilegal, imoral ou engorda? (parafraseando a música do Rei Roberto Carlos.

Relativamente a CPI dos cães raivosos COVID- 19."São deploráveis,  estarrecedores, dão  asco, (nojo),  as cenas das audiências dessa nefasta dessa CPI

In casu, o sistema de Justiça, segundo grandes estudiosos, deveria ser instrumento de acolhimento e jamais, deveria ocorrer uso da tortura e humilhações. Como é sabido, os órgãos de correições, devem, sim, apurar a responsabilidade dos agentes envolvidos, jamais obterem confissões sob  ameaças de prisões, açoites, golpes baixos, etc.

Então Senhores vejam abaixo, os escândalos dos governos anteriores extraídos da internet, e comparem com a seriedade do governo do Presidente Jair Bolsonaro:

 

GOVERNO FHC:

1-O escândalo do Sivam

2-A farra do Proer

3-Caixa-dois de campanhas

4-Propina na privatização

5-Grampos telefônicos

6-TRT paulista

7-Os ralos do DNER

8-O "caladão"

9-O caso Marka/FonteCindam

10-Base de Alcântara

11-Biopirataria oficial

12-Rombo transamazônico na Sudam

13-Os desvios na Sudene

14-Calote no Fundef

15-Os computadores do FUST

16-Arapongagem

17-O esquema do FAT

18-Verbas do BNDES

19-Racionamento de energia

20-Intervenção na Previ

 

GOVERNOS: LULA/DILMA

01-Escândalo do PETROLÃO;

02-Caso Celso Daniel;

03-Caso Toninho do PT;

04-Escândalo dos Grampos;

05-Contra Políticos da Bahia;

06-Escândalo do Propinoduto (também conhecido como Caso Rodrigo Silveirinha);

CPI do Banestado;

07-Escândalo da Suposta Ligação do PT com o MST;

08-Escândalo da Suposta Ligação do PT com a FARC;

09-Escândalo dos Gastos Públicos dos Ministros;

10-Irregularidades do Fome Zero;

Escândalo do DNIT (envolvendo os ministros Anderson Adauto e Sérgio Pimentel);

11-Escândalo do Ministério do Trabalho;

Licitação Para a Compra de Gêneros Básicos;

12-Caso Agnelo Queiroz (O ministro recebeu diárias do COB para os Jogos Panamericanos);

13-Escândalo do Ministério dos Esportes (Uso da estrutura do ministério para organizar a festa de aniversário do ministro Agnelo Queiroz);

14-Operação Anaconda;

Escândalo dos Gafanhotos (ou Máfia dos Gafanhotos);

15-Caso José Eduardo Dutra;

Escândalo dos Frangos (em Roraima);

16-Várias Aberturas de Licitações da Presidência da República Para a Compra de Artigos de Luxo;

17-Escândalo da Norospar (Associação Beneficente de Saúde do Noroeste do Paraná);

18-Expulsão dos Políticos do PT;

19-Escândalo dos Bingos (Primeira grave crise política do governo Lula) (ou Caso Waldomiro Diniz);

20-Lei de Responsabilidade Fiscal (Recuos do governo federal da LRF);

21-Escândalo da ONG Ágora

22-Escândalo dos Copos (Licitação do Governo Federal para a compra de 750 copos de cristal para vinho, champagne, licor e whisky);

23-Caso Henrique Meirelles;

24-Caso Luiz Augusto Candiota (Diretor de Política Monetária do BC, é acusado de movimentar as contas no exterior e demitido por não explicar a movimentação);

25-Caso Cássio Casseb;

26-Caso Kroll;

27-Conselho Federal de Jornalismo;

28-Escândalo dos Vampiros;

29-Escândalo das Fotos de Herzog;

30-Uso dos Assessores dos Ministérios em Campanha Eleitoral de 2004;

31-Escândalo do PTB (Oferecimento do PT para ter apoio do PTB em troca de cargos, material de campanha e R$ 150 mil reais a cada deputado);

32-Caso Antônio Celso Cipriani;

Irregularidades na Bolsa-Escola;

33-Caso Flamarion Portela;

34-Escândalo de Cartões de Crédito Corporativos da Presidência;

35-Irregularidades do Programa Restaurante Popular (Projeto de restaurantes populares beneficia prefeituras administradas pelo PT);

36-Abuso de Medidas Provisórias no Governo Lula entre 2003 e 2004 (mais de 300);

37-Escândalo dos Correios (Segunda grave crise política do governo Lula. Também conhecido como Caso Maurício Marinho);

38-Escândalo do IRB (Escândalo da Novadata);

39-Escândalo da Usina de Itaipu;

40-Escândalo das Furnas;

41-Escândalo do Mensalão (Terceira grave crise política do governo. Também conhecido como Mensalão);

42-Escândalo do Leão & Leão (República de Ribeirão Preto ou Máfia do Lixo ou Caso Leão & Leão);

43-Escândalo da Secom;

44-Esquema de Corrupção no Diretório Nacional do PT;

45-Escândalo do Valerioduto;

46-Escândalo do Brasil Telecom (também conhecido como Escândalo do Portugal Telecom ou Escândalo da Itália Telecom);

47-Escândalo da CPEM;

48-Escândalo da SEBRAE (ou Caso Paulo Okamotto);

49-Caso Marka/FonteCindam;

50-Escândalo dos Dólares na Cueca;

51-Escândalo do Banco Santos;

52-Escândalo Daniel Dantas - Grupo Opportunity (ou Caso Daniel Dantas);

53-Escândalo da Interbrazil;

54-Caso Toninho da Barcelona;

55-Escândalo da Gamecorp-Telemar (ou Caso Lulinha);

56-Caso dos Dólares de Cuba;

(...)

58-Escândalo da Nossa Caixa;

59-Escândalo da Quebra do Sigilo Bancário do Caseiro Francenildo (Quarta grave crise política do governo Lula. Também conhecido como Caso Francenildo Santos Costa);

60-Escândalo das Cartilhas do PTEscândalo do Banco BMG (Empréstimos para aposentados);

61-Escândalo do Proer;

62-Escândalo dos Fundos de Pensão;

63-Escândalo dos Grampos na Abin;

64-Escândalo do Foro de São Paulo;

65-Esquema do Plano Safra Legal (Máfia dos Cupins);

66-Escândalo do Mensalinho;

67-Escândalo das Vendas de Madeira da Amazônia (ou Escândalo Ministério do Meio Ambiente);

68-Escândalo de Corrupção dos Ministros no Governo Lula;

69-Crise da Varig;

70-Escândalo das Sanguessugas (Quinta grave crise política do governo Lula. Inicialmente conhecida como Operação Sanguessuga e Escândalo das Ambulâncias);

71-Escândalo dos Gastos de Combustíveis dos Deputados;

72-CPI da Imigração Ilegal;

73-CPI do Tráfico de Armas;

74-Escândalo da Suposta Ligação do PT com o PCC;

75-Escândalo da Suposta Ligação do PT com o MLST;

76-Operação Confraria;

77-Operação Dominó;

78-Operação Saúva;

79-Escândalo do Vazamento de Informações da Operação Mão-de-Obra;

80-Escândalo dos Funcionários Federais Empregados (que não Trabalhavam);

81-Mensalinho nas Prefeituras do Estado de São Paulo;

82-Escândalo dos Grampos no TSE;

83-Escândalo do Dossiê (Sexta grave crise política do governo Lula);

84-ONG Unitrabalho;

85-Escândalo dos Fiscais do IBAMA do Rio de Janeiro;

86-Caso Pinheiro Landim;

87-Crise no Setor Aéreo;

88-Caso Rosemary ;

89-Operação Hurricane (também conhecida Operação Furacão);

90-Operação Navalha;

91-Operação Xeque-Mate;

92-Operação Moeda Verde;

93-Caso Renan Calheiros;

94-Operação Sétimo Céu;

95-Operação Hurricane II (também conhecida Operação Furacão II);

96-Caso Joaquim Roriz (ou Operação Aquarela);

97-Operação Hurricane III (também conhecida Operação Furacão III);

98-Operação Águas Profundas (também conhecida como Caso Petrobras);

99-Escândalo do Corinthians (ou caso MSI);

100-Escândalo na Copa do Mundo 2014 (Foi isento pelo PT aproximadamente 1,1 Bilhão de impostos para a FIFA),

 

BOLSONARO

1-Bebeu Leite numa Live

2-Foi na padaria comprar pão

3-Comeu sopa sem máscara

4-Foi atacado por uma Ema

5-Não agiu como ditador na pandemia

6- Foi recebido por uma multidão em vários lugares por onde passou na pandemia

7-Andou de moto sem capacete em uma via que não havia sido inaugurada

8-Comeu pizza na rua em Nova Iorque

.

         Como é sabido, as comissões parlamentares de inquérito, não devem ser instaladas com o firme propósito de passar a rasteira no mandatário da nação. indubitavelmente, as CPIs,  constituem, sim,  um importante instrumento do Poder Legislativo se tiver propósitos, respeitando o contraditório, a ampla defesa,  ou seja trata-se de uma prática universal, insculpida na Lex Mater de cada país.

   Ensina-nos o mestre José Afonso da Silva que as CPIs – Comissões Parlamentares de Inquérito, são organismos que desempenham papel de grande relevância na fiscalização e controle da Administração, a ponto de receberem, pela Constituição Cidadã, Promulgada em 1988, poderes de investigação próprios das autoridades judiciárias, além de outros previstos nos regimentos internos da Câmara dos Deputados e do Senado Federal

          No entendimento de Pinto Ferreira, "comissão de inquérito é a comissão nomeada por uma Câmara, composta por membros desta, e que agem em seu nome para realizar um inquérito ou investigação sobre determinado objeto. Este objeto pode ser um determinado fato ou conjunto de fatos alusivos a acontecimentos políticos, a abusos ou ilegalidades da administração, a questões financeiras, agrícolas, industriais, etc., a tudo que tiver interesse à boa atividade do Parlamento."

          Trata-se portanto as Comissões Parlamentares de Inquérito –CPIs, organismos de investigação destinados a apurar fatos certos, ou seja: fatos determinados, relativamente às atividade do Poder Legislativo, com o fito de, acima de tudo, proteger os interesses maiores da nossa coletividade.

Ocorre Senhores que a CPI DA COVID-19, atuou na contramão de tudo, a grande intenção seria golpear o Presidente da República, eleito democraticamente com quase 58 milhões de votos. QUE NÃO ROUBA E NÃO DEIX ROUBAR e essa abstinência de quase três anos sem nenhum caso de corrupção, está deixando apavorados seus opositores.

 Como é notório, a Comissão Parlamentar de Inquérito do Senado Federal a nefasta CPI DA COVID-19, está patente que é puramente políticagem.

 Assegura  disposto no §3º do Art. 58 da nossa Lex Mater:  "As comissões parlamentares de inquérito, que terão poderes de investigação próprios das autoridades judiciais, além de outros previstos nos regimentos das respectivas Casas, serão criadas pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal, em conjunto ou separadamente, mediante requerimento de um terço de seus membros, para a apuração de fato determinado e por prazo certo, sendo suas conclusões, se for o caso, encaminhadas ao Ministério Público, para que promova a responsabilidade civil ou criminal dos infratores".

 

A Comissão Parlamentar de inquérito CPI, é um dos instrumentos previstos na Constituição para que  os nossos senadores e deputados federais exerçam uma de suas funções, que é fiscalizar a administração pública. Dessa forma uma CPI tem poderes de investigação próprios das autoridades judiciais.

A criação e funcionamento das CPIs, estão insculpidas  na nossa LEX MATER, (art. 58) e são regulamentados no Regimento Interno do Senado Federal (Arts. 145 a 153) e pelas Leis nº 1.579/1952 e 10.679/2003.

Segundo o jurista Eduardo Comparato Bim, “As Comissões Parlamentares de  Inquérito (CPIs) vêm sendo desprestigiadas em vista da equivocada compreensão de sua finalidade no sistema político brasileiro. São consideradas populistas e inúteis, sob o fundamento de que, se os agentes da Polícia e/ou do Ministério Público estivessem cumprindo suas atribuições investigativas, elas seriam totalmente desnecessárias”.

(...)

O Brasil precisa tem outras prioridades. É muito vergonhoso essas figuras pálidas e peçonhentas da CPI da COVID-19, fazer marketing político em cima   dos caixões, das vítimas dessa pandemia.

O Brasil precisa de geração de emprego e renda, por exemplo o fim da exploração dos bacharéis em direito,  o fim do trabalho análogo a de escravos o fim da escravidão moderna da OAB rumo, a inserir no mercado de trabalho cerca de quase 400 mil cativos ou escravos contemporâneos da OAB devidamente qualificados pelo omisso MEC jogados ao banimento,  num verdadeiro desrespeito ao direito ao primado do trabalho,  AO LIVRE EXERCÍCIO PROFISSIONAL DE QUALQUER TRABALHO (Art.5º-XIII CF);.

A escravidão no Brasil foi abolida há 133 anos mas até hoje as pessoas são tratadas como RES coisas para delas tirarem proveitos econômicos. Taí a exploração dos bacharéis em direito.

(...)

Parem de vez com essa patuscada.( CPI COVID-19).Vejo renomados jornalistas tratarem tal CPI como uma palhaçada.  Como Assim?

Respeitem Senhores a profissão milenar do palhaço. Como é sabido, a palavra palhaço deriva do italiano paglia (...) e clown (palhaço, em inglês) e tem origem no século XVI.

Os palhaços são figuras dóceis, amáveis, líricos, inocentes, ingênuo, angelical e frágil, têm a missão de levar alegrias, contagiando não só nossas crianças, como também nós adultos. Na realidade são os Doutores da Alegria, notadamente a saúde mental daqueles mais necessitados na atualidade.

Observem que atualmente os grandes nosocômios utilizam esses profissionais para amenizar os sofrimentos dos pacientes ali internados, levando alegria, amenizando as rugosidades da vida, fato esse que vem contribuindo para o sucesso do tratamento e recuperação das crianças e adultos. Segundo estudiosos, “a inserção do palhaço no hospital é relativamente recente e quase oitocentas entidades realizam a palhaçoterapia nos hospitais, bem como em todo  mundo”

Dito isso a palhaçoterapia provoca diminuição significativa da ansiedade pré-operatória em crianças, e adultos, comparativamente maior do que a obtida com o uso de um fármaco indutor de anestesia. Estudos comprovam que a palhaçoterapia tem um impacto direto e positivo sobre as crianças hospitalizadas e ressaltaram a importância de abordagens alternativas na promoção do bem-estar dentro de ambientes hospitalares.

Ao contrário das figuras nefastas, patetas da CPI COVID-19 que dão asco (nojo), que estão fazendo marketing político em cima das desgraças alheias. 

Destarte, parem de constranger/humilhar/depreciar renomados médicos cientistas e outras autoridades. Parem de perseguir empresários como o Dr Luciano Hang, grande empreendedor, gerador de emprego e renda, atualmente responsável por cerca  22 mil empregos diretos e dono de cerca de quase 168 lojas da HAVAN, com faturamento anual de 14 R$ BI de lucro e R$ 1.3 BI com pagamentos de impostos para manter as mordomias das figuras nefastas da CPI em tela, o qual possui todos os predicados invejáveis  para ser Senador da República, Governador, Presidente da República, e se optar no momento certo,em ser o vice de Bolsonaro nas eleições de 2022 a oposição bizarra vai sofrer, REPITO:  nova derrota ACACHAPANTE.

In casu,   depois do show de competência,  depois do banho de desenvoltura que o Dr Luciano Hang deu naquelas nefastas figuras pálidas e peçonhentas,  uma vez que até agora a CPI dos cães raivosos,  não provou a que veio, não encontrou nenhum caso de corrupção no Governo do Presidente Bolsonaro, que completou mil dias sem nenhum caso de corrupção comprovada, deveriam num gesto de extrema grandeza SEPULTAR DE VEZ AQUELA EXCRESCÊNCIA, com pedido de desculpas às pessoas que ali compareceram e foram vergonhosamente desrespeitadas, humilhadas e sem direito ao contrário.

Uma CPI seletiva, que deixou de ouvir os verdadeiros ladrões do dinheiro público, como no caso do consórcio do nordeste, e outros agentes públicos, presos pela Polícia Federal, que estavam se locupletando com o dinheiro repassado pelo Ministério da Saúde, para Estados Municípios e Distrito Federal para o combate dessa pandemia, para compra de equipamentos de EPI, medicamentos, etc. .

Uma CPI, eivada de erros, omissões, e contradições e desrespeito, cujo relatório final, suas conclusões que serão remetidas ao Ministério Público, como fito de promover a responsabilização civil e criminal dos supostos infratores, sem provas, não serão acolhidas e deverão, com certeza,  ser arquivado pelo Parquet, por ter desrespeitado dentre outros, o art o art.133 da CF “Art. 133. O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei.

Enfim além de falta de provas, por ter negado a vigência do “DUO PROCESS OF LAW”, o devido processo legal, o  Princípio do Contraditório e ampla defesa,  insculpido no  inciso LV do art. 5º da Constituição Federal. “In verbis”:

Art.5º - LV - aos litigantes, em processo judicial ou administrativo, e aos acusados em geral são assegurados o contraditório e ampla defesa, com os meios e recursos a ela inerentes;

Eis a Questão.

Por derradeiro, o lixo tóxico, o Relatório Final DA CPI COVID-19  que acaba de ser divulgado pelas figuras pálidas e peçonhentas da COVID-19, querendo  responsabilizar 63 pessoas por crimes na pandemia, entre essas pessoas, estão o presidente Jair Bolsonaro por onze crimes inexistente,  e filhos, ministros e ex-ministros, deputados e médicos, não deve prosperar.

Creio que o Ministério Público Federal, a Procuradoria-Geral da República, usando das prerrogativas constitucionais,(artigo 58, §3º que preleciona que as conclusões em sendo o caso, serão encaminhadas ao Ministério Público que promoverá a responsabilidade civil ou criminal dos infratores,  diante de dezenas de erros, omissões, excessos, desavenças,  e irregularidades, humilhações, constrangimentos abusivos,  desrespeito aos Direitos e Garantias Fundamentais” e trazem em seu seio direitos inerentes à condição humana, como por exemplo, o direito à vida, à imagem, à inviolabilidade das pessoas.

...

Mais Sobre Opinião

Salve os 73 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e os 30 anos de exploração dos bacharéis em direito, (advogados) a escravidão moderna da OAB

Salve os 73 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e os 30 anos de exploração dos bacharéis em direito, (advogados) a escravidão moderna da OAB

Alô Senhores membros da Organização Internacional do Trabalho – OIT, Organização dos Estados Americanos – OEA, Tribunal Penal Internacional – TPI e Or

A Comissão Europeia queria banir o uso da palavra natal e outros termos considerados “ofensivos” por culturas concorrentes + Que povo vive de que povo?

A Comissão Europeia queria banir o uso da palavra natal e outros termos considerados “ofensivos” por culturas concorrentes + Que povo vive de que povo?

A COMISSÃO EUROPEIA QUERIA BANIR O USO DA PALAVRA NATAL E OUTROS TERMOS CONSIDERADOS “OFENSIVOS” POR CULTURAS CONCORRENTES A Ideologia do politicame

Prometer é o esporte de muitos políticos

Prometer é o esporte de muitos políticos

Por mais que nos esforcemos para acreditar no que dizem alguns políticos, não adianta, com o tempo, eles próprios se encarregam de nos lembrar que f

Lula e Alckmin juntos!

Lula e Alckmin juntos!

Chega a ser patético o flerte entre o ex-presidente Lula com o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin. O próprio Lula se encarregou de dar o pri