Porto Velho,
Rss Canal YouTube Facebook Twitter

Montezuma Cruz

Colaborador de Amazônias no portal Gente de Opinião e repórter da Superintendência de Comunicação Social do Governo de Rondônia. Anteriores: redator de Cidades no Jornal de Brasília. Editor da Agência Amazônia de Notícias em Brasília. Repórter especial e editor de Opinião no Correio do Estado, em Campo Grande (MS). Assessor de imprensa do senador Amir Lando [1999-2004] e do deputado Fernando Melo da Costa [2007-2010]. Editor de cidades em A Gazeta, Cuiabá (MT). Editor de internacional no O Diário do Norte do Paraná. Também trabalhou para A Tribuna, O Guaporé, O Parceleiro, O Estadão de Rondônia e sucursal da Empresa Brasileira de Notícias (EBN) em Porto Velho, Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo, O Globo [todos em Cuiabá e Porto Velho), Porantim em Manaus (AM), O Estado do Maranhão, Folha de Londrina, Revista do Mercosul e Foz em Resumo, ambos em Foz do Iguaçu.

Polícia Militar alerta para cuidados com saques bancários, carro mal fechado e vizinhos desinformados sobre férias

07/12/2017 - [09:09] - Polícia

Na simulação da PM, dois ladrões se aproximam da mulher para roubar o celular

Aproxima-se o período de férias, mais pessoas andam nas ruas, o uso do telefone celular é constante, e o chamarisco ao furto e ao roubo se torna mais frequente. Em Porto Velho, a Polícia Militar vem constatando diariamente furtos de dois e até três celulares de uma só vez.

“As pessoas precisam prestar mais atenção ao que acontece ao redor; nossas estatísticas revelam que 70% dos problemas de segurança neste período decorrem dessa falha”, disse o chefe do Centro de Comunicação Social da Polícia Militar, capitão Renato Suffi.

Contudo, entre janeiro e setembro deste ano, no comparativo com o mesmo período em 2016, houve redução de 6% nos furtos consumados e nos roubos. Em Rondônia, furtos de veículos diminuíram 41%. Deixar produtos de valor sobre bancos de veículos mal fechados, nem pensar. Ladrões continuam usando bloqueadores de sinais de alarme.

Alunos soldados irão às ruas em dezembro, conforme determinação do Comando Geral da PM, em reunião com a Diretoria de Ensino e Coordenadoria de Recursos Humanos.

“Com eles, teremos significativo aumento no policiamento ordinário, para dar a sensação de segurança e coibir ilícitos”, anunciou Suffi.

INVASÃO A RESIDÊNCIAS E LEI SECA

O maior problema no estado no final do ano é invasão a residências. Em seguida, furtos de veículos de pessoas que compram em lojas e passeiam, deixando dentro objetos de valor dentro do veículo, o que atrai ladrões.

“Até caminhão encosta para levar a mudança, de dia mesmo, e o vizinho não desconfia de nada, porque a maioria das pessoas viaja e não informa”, explicou Suffi.

Ele recomenda maior confiabilidade em vizinhos. “O ideal seria a criação da vizinhança solidária, prestando atenção no latido do cachorro, por exemplo, mas quem viaja deve fazer a sua parte bem feita, aparando a grama do jardim e acúmulo de correspondência no chão”, assinalou. “Cadeado para dentro do portão é o ideal, ao sair de férias; se estiver para fora sinaliza a ausência de pessoas em casa”, alertou.

Incautos sacam dinheiro para compras e contam notas na porta do banco. Ponto para o ladrão.

“Outros, também à vista de espertalhões, tiram pacotes de dinheiro do bolso para pagar algum produto, quando o aconselhável é quitar o débito com cartão ou mesmo cheque”, alertou o capitão.

No panfleto com dicas de segurança distribuído pela PM recomenda-se que, dentro e fora da agência, o cliente bancário nunca aceite ajuda de estranhos; verifique nas imediações do banco se há veículos suspeitos; não conte dinheiro em público; prefira transferências, evitando sacar grandes quantidades de dinheiro.

No trânsito, dirigir sob efeito de álcool terá vigilância redobrada no período natalino e de férias escolares. PM e Detran fiscalizarão em blitzes nos principais pontos de concentração popular, notadamente em festas.

“A aplicação da Lei Seca é prioridade em todo o estado”, afirmou.


FAÇA SUA PARTE

► Ao sair de casa, fique atento: observe a presença de veículos e pessoas estranhas.
► Não faça compra sozinho. Prefira fazê-las durante o dia.
► Pague com cartão, evitando grandes quantias em dinheiro.
► Cuidado máximo com bolsas, carteiras e produtos comprados.
► Desconfie de empurrões e esbarrões.
► Evite utilizar joias e roupas que chamem a atenção.

 

Leia mais
Governo decreta mais rigor na Lei Seca
Lei Seca reduz número de acidentes e internamentos

 


Fonte
Texto: Montezuma Cruz
Fotos: Jeferson Mota e Centro de Comunicação da PM
Secom - Governo de Rondônia


Comentários

Preencha o formulário abaixo e clique em "Comentar" para enviar seu comentário


ComentÁrios Facebook


Mais Notícias

E-mail: redacao@gentedeopiniao.com.br - gentedeopiniao@gmail.com

Diretor Comercial Luiz Carlos Ferreira - Jornalista Responsavél Luka Ribeiro

Telefone: (69) 3221 4532 e (69) 3221 4532

Endereço: Av Getulio Vargas 2086 - Sala Comercial 5 , Bairro: Nossa Senhora das Graças - CEP: 76804-114

Cidade/Estado: Porto Velho/RO

É autorizada a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, informando a fonte em nome de Gente de Opinião

Gente de Opinião | Copyright © 2017 | Todos os direitos reservados