Porto Velho,
Rss Canal YouTube Facebook Twitter

Silvio Santos

Colaborador do Gentedeopinião, ZEKATRACA é titular da coluna Lenha na Fogueira no jornal Diário da Amazônia. E-mail: zekatracasantos@gmail.com - Informo aos colegas dos grupos folclóricos que se quiserem que divulguemos seus eventos, é só enviar a programação via e-mail zekatraca@diariodaamazonia.com.br ou pelo ZAP ZAP 9302-1960.

Acadêmico lança Estudo sobre o Rio Madeira - Por Zekatraca

06/12/2017 - [05:04] - Cultura

 

Lenha na Fogueira

 
Vamos disponibilizar este espaço para publicar, os agradecimentos da diretoria da escola de samba Asfaltão, aos parceiros que contribuíram com a realização do Samba Autoral e com a festa em comemoração ao Dia do Samba. Leia:
 
 
*********
Com uma grande festa promovida pela Fundação Cultural de Porto Velho, alusiva ao dia Nacional do Samba, encerramos mais uma temporada do Projeto Samba Autoral.
 
 
********
Passaram-se 3 anos... Graças às parcerias e envolvimento dos Músicos, Percussionistas e Compositores (as), conseguimos construir uma Solida e Harmoniosa equipe, que dá o clima e o brilho tão importante e necessário num Projeto como o Samba Autoral.
 
 
********
O clima estava tão envolvente que até com a presença de grandes nomes do samba brasileiro, como Marquinho PQD, Juninho Thybau e Brasil do Quintal, ficou difícil saber quem era daqui e quem eram nossas atrações que visitavam a cidade.
 
 
********
O fato é que o clima que eles viveram e vivem no Quintal do Zeca se juntou ao nosso e tomou conta do nosso Centro Histórico, compreendendo neste ato, a calçada do Palácio Getúlio Vargas, o Calçadão Manelão e o Mercado Cultural e, principalmente, das pessoas que lá estiveram.
 
 
********
A caminhada até aqui não foi um mar de rosas, mas cada sacrifício de quem contribuiu para a realização deste Projeto é compensatório quando vemos a materialização das poesias em Lindas, Fortes e Doces melodias.
 
 
********
Portanto, sem delongas, registramos nossa mais sincera GRATIDÃO à GRAFFPORTO, através dos amigisFrancinei Barreto e Elisangela Alves, à Fundação Cultural do Município de Porto Velho, a toda Família Calixto por meio do Roberval Calixto e Bar do Calixto, à Família Asfaltão, à nossa comunidade, aos amigos e amigas que estiveram conosco e ao público que nos prestigia. Ressaltamos, também de forma muito especial e registramos nossa imensa Gratidão aos Músicos, percussionistas e Compositores(as).
 
 
********
Encerramos este exercício com a certeza de que a união de todos aqui citados faz este Projeto mais Forte e mais vivo do que nunca.
 
 
*******
Como temos a missão de levarmos nossa Escola para a avenida, o Projeto Samba Autoral Retorna somente em Março de 2018. Até lá...
 
 
*******
Agora vamos trabalhar para o Carnaval, começando pelo Bloco Mistura Fina e desfile da nossa Amada Escola de Samba Asfaltão. Muito Samba e muito Axé a todos os amigos e amigas!!! A Diretoria.
 
Os carnavalescos estão botando a maior fé, que o Ocampo vai realizar os desfiles das escolas de samba! Inclusive a Funcultural, solicitou ao prefeito liberação de R$ 500 Mil para ratear entre as escolas de samba.
 
 
*******
Enquanto isso, já estamos nos preparando para desfilar mais uma vez no Bloco Mistura Fina. Só ainda não definimos qual personagem (feminino), iremos representar. Ano passado foi a dona Hermínia (Paulo Gustavo) do filme ”Minha Mãe é Uma Peça”.
 
 
********
A adoção de cartas do Papai Noel dos Correios foi prorrogada, até o dia 8 de dezembro, na cidade de Porto Velho. Os padrinhos devem comparecer à Agência Central, na Av. Presidente Dutra, 2701.
 
 
*******
Centenas de cartinhas ainda estão à espera de interessados em adotá-las. As datas e locais para adoção das cartas variam conforme a cidade e o Estado.
 
 
********
Os presentes devem ser entregues pelos padrinhos nos Correios, que realizam a entrega para as crianças. Não é permitida a doação do presente diretamente pelo padrinho e, para assegurar a observância desse critério, o endereço da criança não é informado.
 
 
*******

O objetivo principal da ação é responder às cartas das crianças que escrevem ao bom velhinho e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social.
 

 

 
 

 

 

“In idem flumen: as povoações do rio Madeira e a origem de Porto Velho (século XVIII ao XX)”, é o título do novo livro do professor doutor Dante Ribeiro da Fonseca, composto por um conjunto de três estudos sobre a origem de Porto Velho inserida no processo de neocolonização do rio Madeira.

 

Elaborado sob os auspícios do Instituto Histórico e Geográfico de Rondônia – IHGRO, do qual Dante é membro efetivo, a obra “In idem flumen: as povoações do rio Madeira e a origem de Porto Velho” traça, assim, um roteiro da lenta tomada do rio pela sociedade nacional ao influxo dos surtos extrativistas cuja culminância é o surto gumífero.

 

“In idem flumen: as povoações do rio Madeira e a origem de Porto Velho” é apresentado em três estudos: 1º - A ocupação neocolonial do rio Madeira no século XIX; 2º - A época das ubás e a época dos vapores: duas dinâmicas, dois povoados

 

No 3º estudo, Cante Fonseca mostra a origem de Porto Velho, “Uma cidade à far-west: tradição e modernidade”, traçando, assim, um roteiro da lenta tomada do rio pela sociedade nacional ao influxo dos surtos extrativistas cuja culminância é o surto gumífero.

 

Mas o autor, que é também membro efetivo da Academia de Letras de Rondônia, ACLER, lembra que “esses estudos não deixam obscurecer, apesar de tratar dos surtos gumíferos, a importância do rio Madeira como rio fronteiriço e as mudanças nas dinâmicas das povoações ocasionadas pela entrada das modernas tecnologias: a ferrovia e a navegação a vapor.

 

Dante Ribeiro da Fonseca também é autor de várias obras, como “Estudos de História da Amazônia”, volume I, contendo os seguintes capítulos: Uma cidade à far-west: tradição e modernidade na origem de Porto Velho; Capítulo II: Rondon e o SPI em Guajará-Mirim (RO) na década de 1930; Capítulo III: Fronteiras incertas: a colonização do rio Madeira; Capítulo IV: Extrativismo e subdesenvolvimento; Capítulo V: História e ecologia.

Todas as obras podem ser adquiridas através do emeio livrosrondoniana@gmail.com


Comentários

Preencha o formulário abaixo e clique em "Comentar" para enviar seu comentário


ComentÁrios Facebook


Mais Notícias

E-mail: redacao@gentedeopiniao.com.br - gentedeopiniao@gmail.com

Diretor Comercial Luiz Carlos Ferreira - Jornalista Responsavél Luka Ribeiro

Telefone: (69) 3221 4532 e (69) 3221 4532

Endereço: Av Getulio Vargas 2086 - Sala Comercial 5 , Bairro: Nossa Senhora das Graças - CEP: 76804-114

Cidade/Estado: Porto Velho/RO

É autorizada a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, informando a fonte em nome de Gente de Opinião

Gente de Opinião | Copyright © 2017 | Todos os direitos reservados