Porto Velho (RO) quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

SOS Centro histórico - Por Carlos Sperança


SOS Centro histórico

O centro histórico de Porto Velho esta caindo em ruínas. O comércio na região que já teve seus dias áureos esta em queda livre, com as cracolândias se multiplicando e o próprio Palácio Presidente Vargas que abrigou tantas administrações dos governos territoriais estaduais esta entregue as baratas. Some-se a isto a triste situação portuária do Cai’Água, ao lado do Complexo da Estrada de Ferro. É uma situação lamentável que vem se arrastando há quase meia década e agravada com o desastre natural de 2014.

Urge a revitalização do centro histórico. Nas ruas adjacentes da Praça Getulio Vargas existe grande numero de lojas fechadas e tomadas pelos viciados em drogas, os temíveis “noiados”. Nesta região, onde também está à sede da Unicentro, encontra-se também o Paço Tancredo Neves, sede do governo municipal e distante apenas 100 metros desta região abandonada. À noite, aquelas redondezas se tornaram de risco para os transeuntes.

Entendo que a prefeitura de Porto Velho, o governo do estado e as associações comerciais e de lojistas deveriam se unir em torno da revitalização. A perdurar esta situação teremos migração em massa dos comerciantes e lojistas para outros centros comerciais em expansão.


Clãs mobilizados

Gente de OpiniãoOs clãs políticos regionais estão mobilizados para mais uma campanha. Em Villhena e Cone Sul, a dinastia dos Donadons; em Rolim, Zona da Mata e região do Café, o clã dos Cassol, dos Expeditos, dos Raupps, dos Neris e dos Oliveiras; em Jaru e Bacia Leiteira, o agrupamento dos Muletas, em Ariquemes e Vale do Jamari o clã dos Amorins. Outras dinastias estão se formando e o modus operandi está chegando à capital, onde vereadores e deputados começam a formar suas dinastias.

Racha evangélico

Gente de OpiniãoO excesso de candidatos a cargos eletivos pelo segmento evangélico em 2018 deve ocasionar uma pulverização de votos nas igrejas podendo influenciar até em prejuízos nos projetos de reeleição dos atuais deputados estaduais e federais ligados ao setor cristão. Sabe-se que algumas regiões de Rondônia detém maioria da população evangélica. No estado o IBGE estima que mais de 30 por cento da população pertença ao meio.

Os fora da lei

Gente de OpiniãoCritica-se o excesso de foras da lei na esfera federal, com expoentes da Lava a Jato ocupando cargos importantes, mas nas gestões estaduais e municipais o cenário não é diferente do que ocorre no governo do MDB. O crime organizado esta entranhado em governos estaduais e prefeituras e por isto tanto ficha suja ocupa cargos de destaque o que é encarado com naturalidade pela classe política.

A recuperação

Gente de OpiniãoCom derrotas seguidas ao governo do estado e outros cargos eletivos desde a década passada, a ex-senadora Fátima Cleide (PT), funcionária do Instituo Lula em São Paulo, vai buscar a sua reabilitação nas eleições de outubro em Porto Velho. Para não conflitar com os interesses do cacique Roberto Sobrinho que entra na peleja por uma cadeira a Assembléia Legislativa, ela terá a opção de disputar vagas a Câmara dos Deputados ou ao Senado.


 

Com mea culpa

SOS Centro histórico  - Por Carlos Sperança - Gente de Opinião

Com um “mea culpa” sobre a situação da saúde no município de Porto Velho, um dos segmentos piores avaliados no seu primeiro ano de mandato, o prefeito Hildon Chaves (PSDB) prometeu se reabilitar em 2018, tornando o ano da saúde. Em 2017 nem os anunciados “corujões da saúde” (plantões noturnos) deram certo. Além da saúde, as alagações deterioraram os índices de popularidade no inicio de sua gestão.


Sobre a saúde de PVH, reveja a reportagem da SICTV e comentários do jornalista Everton Leoni

Via Direta

*** No México, algumas cidades já estão trocando a Polícia tradicional por milícias locais para melhorar a segurança das suas populações ***É que a necessidade em países como o Brasil e o México, faz o sapo pular, e com isto a busca de soluções inovadoras *** Trocando de saco para mala: a crise atinge mais da metade dos municípios rondonienses que sofrem com atraso no pagamento de funcionários e fornecedores *** Mas existe otimismo para que tudo melhore em 2018.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

A tragédia amazônica + Os eleitos + A reeleição + Muitas zebras

A tragédia amazônica + Os eleitos + A reeleição + Muitas zebras

A tragédia amazônicaO cineasta Jorge Bodanzky já lidava com a Amazônia bem antes que a região fosse focada mundialmente como a solução para os prob

O Parlamento Amazônico +  Fervilhando com Garçom + Caça às bruxas + As diferenças

O Parlamento Amazônico + Fervilhando com Garçom + Caça às bruxas + As diferenças

O Parlamento AmazônicoÉ urgente superar, pelo consenso, a polêmica em torno da composição limitada do Conselho da Amazônia, que desagradou aos gove

Um cenário caótico + Dinheiro na praça + A Era Raupp + Mais ilusões

Um cenário caótico + Dinheiro na praça + A Era Raupp + Mais ilusões

Um cenário caóticoAs chuvas que desabaram em Porto Velho no meio de semana comprovaram mais uma vez um cenário caótico no inverno amazônico. As gal

Do cisne ao boto + Taca-lhe o pau + Perdendo terreno + Chiadeira dos dirigentes das escolas de samba

Do cisne ao boto + Taca-lhe o pau + Perdendo terreno + Chiadeira dos dirigentes das escolas de samba

Do cisne ao botoO suíço BIS, considerado o “banco dos Bancos Centrais”, publicou há pouco um livro que será muito lido, não pela qualidade literári