Porto Velho (RO) terça-feira, 29 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

PT define sucessor de Roberto Sobrinho até julho


 PT define sucessor de Roberto Sobrinho até julho - Gente de Opinião

Com força

O PT de Porto Velho define até julho o nome do seu candidato para disputar a sucessão do prefeito Roberto Sobrinho. O nome que mais reúne apoio dos convencionais – e que se quiser poderá impor sua candidatura, pois tem controle da legenda – é o do ex-deputado federal Eduardo Valverde, derrotado na peleja do governo do estado no ao passado.

 

Jeitinho brasileiro

Já instalada na Câmara dos Deputados, a Comissão Especial destinada a estudar a reforma política, formada por 40 deputados dos mais diversos credos, terá 180 dias para apresentar uma proposta. Já se sabe que nela, será criada uma janela na atual legislação para transferências partidárias a partir de outubro, visando acomodações políticas nos estados para as eleições municipais.

 

As emendas

Os ministros da Fazenda, Guido Mantega e do Planejamento Miriam Belchior cortaram sem dó e nem piedade as emendas parlamentares do Orçamento da União. O levantamento final aponta 72 por cento de podas nas emendas originais e a chiadeira já é grande inclusive no âmbito da aliada da presidenta Dilma Roussef.

 

Toda atenção

A Associação Rondoniense de Municípios - AROM acompanha com  toda atenção os desdobramentos dos cortes no orçamento da União em Brasília. Teme-se pela supressão de recursos para pontes, pela conclusão da pavimentação da BR Alvorada-Costa Marques, pelos viadutos em construção, saneamento básico e demais obras de infra-estrutura importantes.
 

 PT define sucessor de Roberto Sobrinho até julho - Gente de Opinião

Na despedida

No adeus ontem ao general da banda Manelão, um clima de comoção generalizada em Porto Velho pela perda do fundador e comandante a banda do Vai Quem Quer. Foram 30 anos de reinado do nosso eterno rei da folia, que deixou como último desejo, que a banda fosse as ruas neste final de semana. Uma lacuna impreenchível.

 

Bigodes de molho

Mesmo com o anuncio de um expressivo pacote de obras para Ji-Paraná – que vai de pavimentação a troca de pontes e melhoria na infra-estrutura do aeroporto local – o prefeito José Bianco esta com os bigodes de molho: o Rio Machado esta subindo rapidamente, começa a atingir alguns bairros e já se vê a possibilidade de uma enchente nesta temporada. Abacaxis a vista.

 

Eleições municipais

Aos poucos, alguns nomes conhecidos já vão despontando nos municípios para as eleições municipais do ano que vem como possíveis pré-candidatos. Brito do Incra (Pimenta Bueno), Glaucione Néri (Cacoal), Melki Donadon (Vilhena), Lucia Tereza (Espigão), Milene Mota (Rolim de Moura), Ernandes Amorim (Ariquemes), entre outros.

 

Pé de guerra

Mais um capítulo da guerra entre evangélicos x gays. O deputado Ronaldo Fonseca (PR-DF) acaba de entrar com ação popular na justiça federal pedindo que seja sustado em carater liminar o ato do ministro Guido Mantega, da Fazenda, que autorizou a inclusão de companheiros homossexuais como dependentes para fins de dedução financeira na declaração de imposto de renda.
 

 

Do Cotidiano

O bonde da história
 

PT define sucessor de Roberto Sobrinho até julho - Gente de OpiniãoA política brasileira para a alfabetização está ainda muito longe de erradicar essa face explícita da exclusão absoluta. Durante todo o governo Lula, o analfabetismo cedeu muito pouco, reduzindo-se de 11,6% para 9,7% na população com mais de 15 anos.

Também a instrução elementar mostra deficiências gritantes e o ensino médio tateia em busca de melhores resultados, dentre os quais o principal ainda é evitar a evasão. Ainda assim, é com essa base precária que o ensino superior no Brasil precisa se qualificar, para não perder o famoso bonde da história.

A questão foi discutida no 1º Ciclo de Debates “A universidade pública brasileira no decorrer do próximo decênio”, realizado na Universidade Estadual Paulista (Unesp). Uma das tendências mais lembradas no encontro foi a crescente interdisciplinaridade, ainda reduzida no Brasil.

O reitor da Universidade Federal da Bahia, Naomar Monteiro de Almeida Filho, discutiu a experiência da Universidade de Bolonha, na Itália, na qual os graduandos têm uma formação genérica nos três primeiros anos e escolhem uma carreira específica, fazendo um curso de mais dois anos.

Obstáculos – Segundo Julio Cezar Durigan, vice-reitor da Unesp e coordenador do ciclo de debates, “na primeira fase, o estudante já obtém o diploma de graduação, e, após os dois anos de especialização, sai com o título de mestrado”. No entanto, segundo ele, há vários obstáculos para que esse modelo seja adotado no Brasil, como, por exemplo, a falta de reconhecimento desse tipo de pós-graduação pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Os problemas também são de ordem prática. “Se um estudante de Engenharia, por exemplo, quiser cursar disciplinas em Ciências Sociais, ele terá dificuldades. Por isso, precisamos facilitar o acesso dos alunos a outras áreas”, afirmou.

O intercâmbio com instituições de outros países foi outro ponto abordado no evento e tido como fundamental para o desenvolvimento da pesquisa brasileira e para o aumento de sua visibilidade no mundo. Um importante obstáculo nesse caso é o idioma.

Enviamos muitos alunos para intercâmbios em Portugal e na Espanha, por exemplo, mas isso não ocorre com a mesma intensidade com a Alemanha, China e Coreia do Sul.

 

Via Direta

 
*** É tanta a carga de pacientes rondonienses com câncer em Barretos (SP) que o hospital local se prepara para atender a demanda em Porto Velho *** Nova refrega entre um naco do PT com o prefeito Roberto Sobrinho por causa do aumento das passagens dos coletivos *** As diferenças entre as alas mostram as rachaduras expostas do partido na capital.

Gente de Opinião

Fonte: Carlos Sperança - csperanca@enter-net.com.br
Gentedeopinião / AMAZÔNIAS / RondôniaINCA / OpiniaoTV / Eventos
Energia & Meio Ambiente
/ YouTube / Turismo / Imagens da História

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Fora da Amazônia? + A reincidência de Daniel Nery + Uma surpresa com Lebrinha + Os evangélicos

Fora da Amazônia? + A reincidência de Daniel Nery + Uma surpresa com Lebrinha + Os evangélicos

Fora da Amazônia?Os tratoraços dos agropecuaristas em meados da década de 1980 foram decisivos para derrubar a ditadura, já mergulhada em crise fat

Imagem queimada + Bloco da ponteira + Base rachada + Estão arrepiados

Imagem queimada + Bloco da ponteira + Base rachada + Estão arrepiados

Imagem queimadaHá vários anos se espalham pelo mundo as imagens tristes de focas trucidadas por caçadores, abate de rinocerontes só para tirar os c

Do laser ao 3D + Quadro alterado com as prisões + Quadro alterado + Ponto de desgaste

Do laser ao 3D + Quadro alterado com as prisões + Quadro alterado + Ponto de desgaste

Do laser ao 3D O essencial sempre encontra formas de expressão. Um exemplo disso é a Agrolab Amazônia, que achou no ambiente 3D a forma de reunir sem

Deserto ou Amazônia? + O favoritismo + Polos regionais e as polarizações + Os inspetores

Deserto ou Amazônia? + O favoritismo + Polos regionais e as polarizações + Os inspetores

Deserto ou Amazônia?Um ótimo produto do turismo mundial é um passeio de três dias na África, em veículos e camelos. No entanto, esse passeio nada m