Porto Velho (RO) sábado, 25 de junho de 2022
×
Gente de Opinião

Agronegócio

Verticalização da cadeia produtiva do cacau é tema de imersão técnica promovida pelo Ifro

Sebrae em Rondônia participou da iniciativa na Bahia pelo projeto Cacau Sustentável de Rondônia


Verticalização da cadeia produtiva do cacau é tema de imersão técnica promovida pelo Ifro - Gente de Opinião

O Ifro (Instituto Federal de Educação de Rondônia), dentre a sua ampla atuação para o desenvolvimento de setores relevantes no agronegócio rondoniense, está atuando como  instituição estratégica para o desenvolvimento do segmento da cacauicultura do estado e tem no Sebrae em Rondônia um grande apoiador nesta seara.

A realização de uma imersão técnica no Instituto Federal de Educação em Ilhéus, sul da Bahia,  realizada no período de 16 a 20 deste mês, para conhecer a estratégia e oportunidades de sucesso na cadeia produtiva do cacau, teve como objetivo principal a estruturação de capacitações específicas para a formação de produtores e empreendedores para produzirem chocolate e outros produtos do cacau. Dessa forma, eles podem potencializar a verticalização da cadeia produtiva, tendo como protagonistas os empreendedores e produtores de Rondônia, levando-se em consideração a excelência da matéria-prima do estado, a qual tem se destacado no cenário nacional – um exemplo é o do produtor Mauro Taufer da cidade de Buritis, que ocupou o terceiro lugar no Concurso Nacional do Cacau em 2021.

A imersão técnica contemplou visita ao CIC (Centro de Inovação do Cacau da Bahia), Ceplac (Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira), Coopag (Cooperativa do Cacau de Guandu) e Instituto Federal Baiano, encerrando com uma visita à Fazenda Turística do Cacau.

O Sebrae, como convidado nesse evento promovido pelo Ifro, desenvolve o projeto Cacau Sustentável de Rondônia, que envolve as principais instituições e organizações de produtores, cujos focos estratégicos são aumento da produtividade, melhoria da qualidade, gestão e sustentabilidade, implementação de tecnologias e acesso a mercados.

O Sebrae em Rondônia está sendo representado na imersão técnica pela gestora do Cacau Sustentável de Rondônia e analista de negócios da Unidade Regional do Sebrae em Jaru, Marcileide Zirondi, e ,conforme afirmou o diretor técnico da instituição, Samuel Almeida, o Ifro assume um papel fundamental na cadeia produtiva no sentido de proporcionar o acesso a tecnologias e cases de sucesso num estado do Brasil pioneiro e que ocupa posicionamento de destaque na produção nacional de cacau. Assim sendo, o estado de Rondônia retoma a sua produção, tendo várias frentes de atuação junto aos produtores rurais que necessitem de suporte para as conquistas que estão por vir.

São parceiros do projeto: Ifro, Senar, Emater, Seagri, Embrapa, Idaron, Unir, SFA/Mapa, Ceplac, Câmara Setorial do Cacau, Sescoop e CIC.

Mais Sobre Agronegócio

Ministério da Agricultura apoia evento Conexão Amazônia do Sebrae

Ministério da Agricultura apoia evento Conexão Amazônia do Sebrae

A integração amazônica é algo primordial para gerar emprego, renda e desenvolvimento econômico e social. Partindo desse princípio, o Sebrae em Rondôni

Sebrae em Rondônia amplia oferta de capacitações para empreendedores rurais

Sebrae em Rondônia amplia oferta de capacitações para empreendedores rurais

O Negócio Certo Rural é uma metodologia focada em levar a produtores e trabalhadores rurais e suas famílias as bases e os conceitos sobre gestão e e

Sebrae em Rondônia convida Amazon para evento digital de negócios da Amazônia

Sebrae em Rondônia convida Amazon para evento digital de negócios da Amazônia

A Amazon, empresa gigante de e-commerce, está fazendo parceria junto ao Sebrae Nacional em uma importante parceria unindo a expertise da empresa ao es

Sebrae e Seagri alinham atuação em conjunto, beneficiando o setor produtivo

Sebrae e Seagri alinham atuação em conjunto, beneficiando o setor produtivo

A Secretaria de Estado de Agricultura (Seagri) e o serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Rondônia (Sebrae), têm atuações convergentes quand