Porto Velho (RO) sexta-feira, 13 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Viviane Paes

Gente de Opinião e jornalista Viviane Vieira conquistam 3º lugar, no 9º Prêmio de Jornalismo do MP/RO


Gente de Opinião e jornalista Viviane Vieira conquistam 3º lugar, no 9º Prêmio de Jornalismo do MP/RO - Gente de Opinião

Com anos de atuação idônea e responsável, o portal de notícias Gente de Opinião concorreu com a série de reportagens: Energia de (em) Rondônia para o Brasil no 9º Prêmio de Jornalismo do Ministério Público de Rondônia e conquistou o 3°, na categoria Sustentabilidade.

Essa foi a segunda vez que o Gente de Opinião concorre a uma premiação.

A jornalista Viviane Vieira (de Assis Paes) é também um das articulistas do Gente de Opinião. Ela é especialista em comunicação corporativa e comunitária do setor de energia elétrica brasileira, com atuação exclusiva de quase 20 anos divididos na Eletrobrás/Eletronorte, usina Samuel; Energia Sustentável do Brasil, usina Jirau; Consórcio Santo Antônio Civil (Odebrecht e Andrade Gutierrez), usina Santo Antônio e na Norte Energia, usina Belo Monte.

Tema das matérias foi definido pela população

A ideia de produzir uma pequena série de reportagens para participar da premiação, tradicional no Estado com quase uma década de credibilidade, nasceu com as reivindicações da população, sociedade civil e autoridades contra o aumento da tarifa de energia elétrica.

“Eu e o Luiz Carlos Ribeiro, editor-chefe do Gente de Opinião, pensamos que era importante relembrar todo o histórico da construção das usinas do Complexo Hidrelétrico do Rio Madeira até o momento atual, porque a população não entende e admite que se pague um valor tão alto de energia elétrica tendo duas das maiores usinas hidrelétricas do país e do mundo, aqui no nosso quintal!”, explicou Viviane Vieira.

O portal de notícias tem uma área dedicada exclusivamente a esse tema, devido sua relevância para o Estado e o Brasil. “Desde o início quando idealizamos o Gente de Opinião vimos que era necessário termos um espaço dedicado ao setor elétrico! Daqui saí à energia que abastece milhares de lares brasileiros, indústrias no centro-oeste, sudeste e sul assegurando o desenvolvimento econômico”, destacou Luiz Carlos, editor-chefe.

Conhecido também como Luka Ribeiro é um dos mais renomados profissionais da imprensa rondoniense. Atuou como cinegrafista, editor de imagens, repórter cinematográfico, produtor, diretor de produção e operações de TV em quase todas as emissoras da região, campanhas políticas e é considerado um dos mentores de muitos jornalistas de Rondônia. Duas delas: Ana Lídia Daibes, apresentadora e editora da TV Rondônia, que recentemente apresentou o Jornal Nacional e Sandra Santos apresentadora do Cidade Alerta RO.

Série de reportagens concorreu em duas categorias

As matérias da série premiada seguiu a ordem cronológica da instalação das usinas Santo Antônio, Jirau e até Belo Monte também é citada. O conteúdo foi trabalhado exemplificando o ânimo da comunidade com a construção, geração e atualidades do empreendimento que foi o maior do PAC, durante os governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

A primeira: Sonhando com o futuro – O Complexo Hidrelétrico do Rio Madeira resgata a história da energia elétrica do Estado depois da construção da lendária Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, o governo de Getúlio Vargas; os apagões; e contextualiza com a atualidade a indignação da população com a Energisa, que adquiriu a Ceron. Matéria inscrita no eixo Saúde e Educação.

https://www.gentedeopiniao.com.br/viviane-paes/a-energia-de-em-rondonia-para-o-brasil

A segunda: O pesadelo chamado usinas do rio Madeira explora o início da construção das duas usinas: Santo Antônio e Jirau, a inserção social com a capacitação da mão de obra local, o movimento econômico da região; a rebelião dos trabalhadores da usina de Jirau; a enchente do rio Madeira com depoimento de atingidos pela tragédia. Matéria inscrita no eixo Sustentabilidade conquistou o 3º lugar.

https://www.gentedeopiniao.com.br/viviane-paes/a-energia-de-em-rondonia-para-o-brasil-14-10-2019-2

A terceira: Acordamos! Temos a energia elétrica mais cara do País retrata a atualidade, as discussões entre população, políticos e sociedade organizada contra a Energisa.  Essa matéria estaria inserida no eixo: Proteção Social – consumidor.

https://www.gentedeopiniao.com.br/viviane-paes/a-energia-de-em-rondonia-para-o-brasil-acordamos-temos-a-energia-eletrica-mais-cara-do-pais

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Viviane Paes

Dia Mundial da Luta Contra o HIV/Aids - (Ainda) Precisamos falar sobre isso!

Dia Mundial da Luta Contra o HIV/Aids - (Ainda) Precisamos falar sobre isso!

No dia 27 de outubro de 1988, a Assembleia Geral da ONU e a Organização Mundial de Saúde instituíram o dia 1º de dezembro como o Dia Mundial de Luta

Energia de RO: nem a mais cara, nem a mais barata do Brasil

Energia de RO: nem a mais cara, nem a mais barata do Brasil

Nos últimos meses os veículos de comunicação em Rondônia divulgaram massivamente a notícia de que a tarifa e energia elétrica do Estado era a mais a

A Energia de (em) Rondônia para o Brasil - Acordamos: temos a energia elétrica mais cara do País?!

A Energia de (em) Rondônia para o Brasil - Acordamos: temos a energia elétrica mais cara do País?!

A pensionista Lúcia Amorim não acreditou quando viu a conta de energia elétrica do mês de agosto deste ano: R$ 374,20. Nos meses anteriores a fatura

A Energia (de) em Rondônia para o Brasil

A Energia (de) em Rondônia para o Brasil

Realidade: O pesadelo chamado usinas do rio Madeira