Sexta-feira, 21 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Sergio Pires

Um bilhão de reais por ano, tecnologia de última geração e um projeto andando: dessa vez sai a BR 364 duplicada?


Um bilhão de reais por ano, tecnologia de última geração e um projeto andando: dessa vez sai a BR 364 duplicada? - Gente de Opinião

Um helicóptero especial, equipado para fazer levantamento aerofotogramétrico, utilizando a moderna tecnologia de Laser Scan, saiu de Porto Velho e percorreu cerca de 700 quilômetros da BR 364 até Vilhena. No mesmo sentido, um caminhão também com equipamento especial, que pode fazer análise de solo de até 30 metros de profundidade, percorreu o mesmo trecho. Tudo isso foi feito e em tempo recorde, sem alarde, por técnicos do Dnit, a mando do Ministério dos Transportes. A intenção é ter um levantamento minucioso para o projeto de duplicação da nossa maior rodovia, que há chances concretas de começar a ser feito já no ano que fem. Ainda é apenas um projeto em andamento, mas pela primeira vez em muitos anos, é o que está mais perto de se concretizar. Tem mais: o senador rondoniense Confúcio Moura será o relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2025. E ele tem o poder de incluir recursos poderosos para que a obra de duplicação e outras melhorias na BR 364, comecem a se tornar realidade. Uma fonte ligada a ele confirmou a este Blog que há possibilidade real de que o governo federal reúna investimentos, públicos e privados, de algo em torno de 1 bilhão de reais por ano, nos próximos oito anos, para que toda a nova estrutura da BR, que está ainda na fase de projeto, se torne realidade. Outra autoridade importante do nosso Estado também confirmou que “com a relatoria do senador Confúcio na LDO, a gente pode receber recursos incríveis. Vamos nadar de braçada”, brincou!

A importância da BR 364 para Rondônia e de toda nossa região, explica essa atenção  especial que, finalmente, a União está dando a ela. O escoamento da produção, cada vez maior e a ligação não só com o centro-sul, mas igualmente com o Pacífico, determina investimento, não só para resolver os problemas de segurança no trânsito, mas igualmente pela visão que precisamos ter do futuro, para o desenvolvimento regional. Nos últimos anos, as condições da 364, em vários trechos, já tiveram melhoras acentuadas. Quem viaja nos perto de 400 quilômetros entre Porto Velho e Ji-Paraná já observa isso. A pista, nos dois sentidos, está muito melhor. Há trechos com segunda pista e até terceira. A segunda ponte sobre o rio Jaru, em fase de conclusão, também faz parte deste pacote. O próximo passo é a duplicação de trechos em pelo menos 500 quilômetros. Mas haverá também viadutos, pontes e outras obras, tudo planejado com a mais avançada tecnologia que existe, inclusive em projetos de 3D. Enfim, a duplicação da BR 364 nunca esteve tão perto. Torçamos, pois, para que não fique apenas nos modernos projetos.

 

A ELEIÇÃO EM PORTO VELHO PODE TER SURPRESAS COMO AS HOUVE COM HILDON CHAVES E ROBERTO SOBRINHO?

Começou a esquentar o jogo. Cada dia que se aproxima das datas das convenções, o afunilamento da disputa pela Prefeitura de Porto Velho se acentua. Afora os nomes novos, que estão na disputa como uma espécie de franco-atiradores, há um grupo forte, com histórias pessoais, com participação em outras eleições e que, se não houver alguma grande surpresa, serão os que terão chances reais de chegar ao segundo turno e assumir a cadeira de Hildon Chaves. Este time é composto por Mariana Carvalho, Euma Tourinho, Marcelo Cruz e, agora, Léo Moraes. Se poderia incluir nessa relação, ao menos dois nomes que ainda não confirmaram que estarão na disputa: Fátima Cleide e Vinicius Miguel. Claro que a análise é muito mais baseada em estudo de futurologia e no passado recente destes nomes na nossa política do que qualquer afirmação definitiva. Pode surgir uma grande surpresa? Claro que pode. Os exemplos são imensos, em todas as eleições. Na primeira disputa em que participou como candidato, Hildon Chaves era considerado, inicialmente, como alguém completamente sem chance. Aliás, foi mais ou menos o que aconteceu com Roberto Sobrinho, na primeira edição, quando nas primeiras pesquisas ele tinha menos de cinco por cento das intenções de voto. Tudo pode acontecer. Mas, se não houver a mesma história das surpresas de Hildon e Sobrinho, será entre os nomes mais quentes de onde sairá o novo Prefeito de Porto Velho.      

 

BAGATTOLI CONVERSA COM SEU AMIGO BOLSONARO SOBRE O PL, MAS ESTÁ TAMBÉM MUITO PERTO DE IVO CASSOL

Muito próximo do ex-presidente Jair Bolsonaro, com quem tem uma forte amizade, o senador Jaime Bagattoli reuniu-se com ele e com o presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto, para tratar de candidatura do partido em Rondônia. O centro da conversa foi a necessidade de fortalecer o PL em Rondônia e lançar candidaturas próprias nas principais cidades, destacando-se, é claro, a um nome para concorrer à Prefeitura de Porto Velho. Na capital rondoniense, aliás, até agora o partido não definiu um candidato. Por enquanto, o senador está se alinhando ao ex-governador Ivo Cassol, do PP, em apoio a Valdir Vargas Júnior. Mas se houver um nome do PL, ele obviamente terá o aval de Bagattoli.  Enquanto isso, Bagattoli e Cassol, aliás, estão cada vez mais próximos. Há inclusive, segundo fortes rumores que se ouve nos bastidores da nossa política, que os dois caminhem juntos, num futuro próximo. Bagattoli presidiu o PL durante algum tempo, mas o comando regional do partido voltou para as mãos de Marcos Rogério, de quem o senador de Vilhena tem pouca proximidade, muito menor, por exemplo, do que tem com Cassol. Depois da eleição municipal é bem provável que haja mudanças importantes nos partidos. Sabe-se também que pelo menos três dos atuais deputados federais estariam “namorando” com o PP.

 

NA SESSÃO ITINERANTE, DEPUTADOS APROVAM PROJETOS DE MAIS DE 272 MILHÕES DE REAIS. SÓ O DER RECEBERÁ 42 MILHÕES

Mais de 272 milhões de reais em projetos que vão fomentar ações do Governo rondoniense em benefício da população. Só para obras do DER, foram liberados nada menos do que 42 milhões e 200 mil reais, que serão aplicados em obras públicas, principalmente na manutenção e melhorias das estradas estaduais. Este foi apenas um dos resultados da sessão itinerante extraordinária, realizada pela Assembleia Legislativa, nesta semana, na Rondônia Rural Show. A sessão, presidida pelo atuante presidente Marcelo Cruz, contou com a participação do governador Marcos Rocha; da primeira dama e secretária da SEAS, Luana Rocha e do chefe da Casa Civil, Júnior Gonçalves e, obviamente, com a presença maciça dos deputados estaduais. Além de destacar a importância da presença ativa da Assembleia Legislativa num evento do tamanho da RR Show, Marcelo Cruz fez questão de acentuar o produtivo trabalho dos parlamentares em busca de melhorias para a qualidade da vida dos rondonienses. “Nossos deputados têm o compromisso de atender todas as demandas, para que nossa população seja bem assistida e, dessa forma, contribuirmos na garantia de benefícios para todos”. Várias personalidades da região também foram homenageadas pelo parlamento rondoniense. 

 

FERNANDO MÁXIMO SE DESTACA EM VÁRIAS AÇÕES DE SOLIDARIEDADE DURANTE A TRAGÉDIA DO POVO GAÚCHO

Aqui, dando consultas e examinando adultos e crianças. Ali, numa canoa, ajudando na busca de animais em cima de casas submersas. Mais adiante, carregando enormes sacos, cheios de presentes, brinquedos para crianças que perderam tudo. Basta procurar nas redes sociais. Há vários vídeos mostrando cenas da importante participação do médico e deputado federal de Rondônia, Fernando Máximo, na verdadeira guerra do povo gaúcho no enfrentamento de sua maior tragédia. Ele esteve em ação durante vários dias. Levou não só seu conhecimento profissional para ajudar quem mais precisa neste momento, mas também a solidariedade para um grande número de pessoas desesperadas, depois da catástrofe destruidora que as atingiu. Máximo é apenas um dos rondonienses solidários com os atingidos pela enchente histórica no Rio Grande do Sul. Equipes dos Bombeiros já atuam lá há vários dias. Salvaram vidas, localizaram pessoas perdidas, transferiram grávidas e crianças para hospitais., resgataram animais. O povo do nosso Estado ajudou de várias maneiras. Incontáveis caminhões carregados de doações já chegaram aos pampas gaúchos e a quem mais precisa. Organizações civis, entidades de classe, instituições, empresas e doadores anônimos participam também desta enorme corrente solidária. Os gaúchos continuam precisando de tudo. As águas baixaram, mas o resultado da tragédia ainda é muito pior do que se poderia imaginar...

 

MOSQUINI COMEMORA APROVAÇÃO DE PROJETO QUE PUNE INVASÕES: “DEMOS UM DURO GOLPE NO MST”!

Foram 330 votos a favor, mas 132 votaram a favor da baderna, da invasão autorizada de propriedades, da proteção a quem comete crime. A vitória, por ampla maioria, foi só o primeiro passo, porque até se tornar lei, o projeto precisa ainda andar muito. Primeiro passar pelo Senado, depois, pela sanção Presidencial, que obviamente não vai acontecer. Caso o Congresso derrube o veto, certamente a lei ainda correrá o risco de ser cassada pela mais alta corte do governo, o STF. Mas a derrota avassaladora, na Câmara Federal, dos que apoiam a baderna e a irresponsabilidade, já foi um bom sintoma. Toda a bancada rondoniense foi a favor da proposta. O destaque foi o deputado Lúcio Mosquini, que liderou um trabalho de mobilização  de parlamentares  de vários Estados, o que certamente ajudou no resultado final. O projeto pune, com uma série de medidas, quem invade propriedades em todo o país. “Demos um duro golpe contra o MST”, comemorou Mosquini, num vídeo divulgado nas redes sociais. Pelo projeto, ele explica, os invasores não terão mais acesso a benefícios sociais, como, por exemplo, o Bolsa Família. Não terão outros benefícios e nem poderão participar de concursos públicos. “Quem invadir, seja terra pública ou privada, perderá todos os direitos a benefícios”, concluiu. O caminho até que o projeto se transforme em lei ainda será longo. Mas o primeiro passo foi sólido e forte.

 

ROCHA, LUANA, JÚNIOR E LUIZ PAULO: EQUIPE DE GOVERNO COMEMORA SUCESSO DA FEIRA E DO GOVERNO RONDONIENSE

Uma entrevista que reuniu o governador Marcos Rocha, a primeira dama e secretária de ação social Luana Rocha; o chefe da Casa Civil, Júnior Gonçalves e o secretário da Agricultura, Luiz Paulo, sintetizou, entre outras coisas, o otimismo com que a equipe de governo viu os resultados da Rondônia Rural Show e os avanços do Estado. Rocha sintetizou: “demos exemplo ao norte do país no fim da aftosa sem vacinação;  temos 17 milhões de cabeças de gado e crescendo; Rondônia é o maior produtor de peixe em cativeiro do Brasil e o nosso peixe já está chegando a vários mercados no mundo”. Ele lembrou que somos o Estado com menor desemprego do país. Sobre a feira, disse que “se conseguirmos manter o mesmo do ano passado e a Rondônia Rural Show chegar ao faturamento do ano passado, de 3 bilhões de reais, já estarei satisfeito. Mas o otimismo da primeira dama Luana Rocha aponta que poderemos chegar aos 5 bilhões”. Os números finais devem ser conhecidos nesta semana. Rocha destacou vários índices positivos do Estado e creditou tudo à equipe de governo e à parceria com os demais poderes. Luana Rocha falou sobre o programa Vencer, criado para ajudar pessoas a ingressarem no mercado de trabalho. Os participantes têm um auxílio de 200 reais mensais, durante um ano e, depois de realizar os cursos profissionalizantes, ainda receberão um kit para começar sua nova atividade.  Júnior Gonçalves relatou que entrou no governo sem saber nada de política, mas que cada dia é um aprendizado, depois de destacar que a equipe está tendo sucesso por seguir as diretrizes determinadas pelo Governador. Luiz Paulo, titular da Seagri, destacou também as orientações do governador Marcos Rocha e sublinhou a sua alegria em fazer parte da equipe. A entrevista exclusiva foi ao ar na SICTV Rondônia, comandada por Clévis Serafim, diretamente do estande da emissora na RR Show.

 

CORONEL VITAL GARANTE A LUCIANO HANG QUE INCÊNDIO DA ESTÁTUA DA HAVAN SERÁ CRIME ESCLARECIDO EM BREVE

O assunto não morreu, como muita gente imaginava. As investigações continuam, estão andando, há pistas concretas e o caso será sim, solucionado. Foi o que disse o secretário de segurança do Estado, o coronel Felipe Vital, num encontro, nesta semana, com o empresário Luciano Hang. O incêndio na Estátua da Liberdade, símbolo das Lojas Havan, ocorrido no final do ano passado, continua numa pauta prioritária da nossa polícia. Acompanhado pelo delegado Hélio Gomes, adjunto da Sesdec, Vital explicou ao megaempresário o que a polícia está fazendo, o andamento das investigações e garantiu que o incêndio criminoso será elucidado. “Vamos resolver mais esse caso, sem dúvida alguma, não porque envolve uma pessoa famosa e uma grande empresa, mas sim porque é um ato criminoso, que precisa ser elucidado e mostrado à população, para toda a sociedade, que nossa eficiente polícia esclareceu mais um crime”, disse Vital, num vídeo. Ele preferiu não dar maiores informações, porque “as investigações estão andando bem” e não podem ser prejudicadas por algum vazamento. A famosa estátua da Havan foi incendiada na madrugada de 14 de dezembro do ano passado, uma quinta-feira.  A execução do crime foi de uma dupla de moto, flagrada pelas câmeras de segurança, mas ao menos até agora não identificada. A Havan oferece uma recompensa de 100 mil reais por informações que levem aos autores do atentado. 

 

TESTONI ANUNCIA INVESTIMENTOS NA ORDEM DE 40 MILHÕES DE REAIS E VAI ACABAR COM 120 ESTRADAS DE CHÃO QUE AINDA EXISTEM NA CIDADE

Serão cerca de 40 milhões de reais em investimentos num novo pacote de obras que o prefeito de Ouro Preto do Oeste, Alex Testoni, vai colocar em andamento na cidade que ele comandou por dois mandatos, está concluindo seu terceiro e é o nome mais forte para uma nova reeleição, em outubro próximo.  Os recursos serão aplicados em nada menos do que 120 ruas, as chamadas de estradas de chão. Desse total, 52 delas receberão bloquetes e as demais 68 receberão asfalto.  Líder de todas as pesquisas até agora realizadas, para a disputa da Prefeitura, Testoni é reconhecido como um tocador de obras. Como gestor, reorganizou a administração municipal. Melhorou significativamente o conjunto de estradas vicinais e de ligação com a zona rural; deu nova cara à área urbana de Ouro Preto e registrou melhorias significativas na saúde pública e na educação.  Ouro Preto também se destaca em nível estadual, por ter se tornado uma Estância Turística. A cidade fica numa região que é uma das mais visitadas em Rondônia, por sua amálgama de atrações, como cachoeiras, resorts, áreas para prática de voo livre e muitos outros presentes da natureza.

 

EDWILSON NEGREIROS AGRADECE À PREFEITURA POR MAIS UM SERVIÇO FEITO A PEDIDO DELE, PARA ATENDER A COMUNIDADE

Não há tempo a perder! Quando a comunidade pede soluções, a função do vereador é fazer todos os esforços para que ela seja atendida. Foi o que fez, mais uma vez, o vereador Edwilson Negreiros, sempre colocado entre os edis mais atuantes da Capital, por sua performance constante em benefício da coletividade. Dias atrás, a busca de solução a partir de um pedido dele teve novamente sucesso. Em resposta a uma solicitação urgente de Negreiros, a Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação (Semob) concluiu com sucesso o serviço de tapa buracos na esquina da Avenida Calama com a Rua Tufic Martins, próximo à academia "Sena", no Bairro Flodoaldo Pontes Pinto, em Porto Velho. A ação foi necessária, segundo o Vereador, devido ao estado lastimável da via, marcado por buracos e acúmulo de água, o que representava um risco crescente para a segurança dos moradores e transeuntes. A deterioração do asfalto e a formação de poças d'água eram motivos de preocupação constante para a comunidade local, especialmente em tempos de chuva intensa. Esta manutenção era há muito aguardada e, com ela, melhoraram muito as condições adversas enfrentadas diariamente pelos que transitam por essa área. "Estou muito grato ao prefeito Hildon Chaves e ao secretário Diego Lage, pela rápida atenção à demanda que apresentamos. É essencial que continuemos trabalhando juntos para melhorar a infraestrutura da nossa cidade e garantir a segurança dos nossos cidadãos", afirmou Negreiros.

PERGUNTINHAS

Qual a sua opinião sobre a decisão do STF de tornar nulas as condenações de dois personagens considerados entre os mais corruptos da história recente do país, um o criador do Mensalão e o outro réu confesso e que devolveu parte do dinheiro desviado para os cofres públicos? Será que nós, brasileiros pagadores de impostos, ainda teremos que pagar indenizações às duas “vítimas”?

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Gente de OpiniãoSexta-feira, 21 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Dono de hospital diz em nota que informações do secretário de saúde do estado são falsas. "é fake news"!

Dono de hospital diz em nota que informações do secretário de saúde do estado são falsas. "é fake news"!

- “ Boa noite, secretário! Aqui é o jornalista Sérgio Pires. Quero confirmar com o senhor informação de que o Governo estaria negociando a compra do

Uma sociedade que aceita matar bebês no útero da mãe e que quer punir mulheres estupradas, está na UTI da moralidade

Uma sociedade que aceita matar bebês no útero da mãe e que quer punir mulheres estupradas, está na UTI da moralidade

Estamos na UTI e caminhando para o abismo profundo, como sociedade. O que está acontecendo com nosso país, onde a vida humana não tem nenhum valor e

Governo pode comprar um hospital em Porto Velho só para ortopedia e traumatologia

Governo pode comprar um hospital em Porto Velho só para ortopedia e traumatologia

Obviamente o assunto está sendo tratado com muito sigilo. Não há muitas informações ainda, exatamente por isso. O que está acontecendo é que o Gover

MP do fim do mundo: governo recua para não ter nova derrota fragorosa, mas sanha arrecadadora continua

MP do fim do mundo: governo recua para não ter nova derrota fragorosa, mas sanha arrecadadora continua

É isso que dá colocar amadores para controlar a economia de um país grandioso e potencialmente rico como o Brasil! Fernando Haddad não tem um projeto

Gente de Opinião Sexta-feira, 21 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)