Porto Velho (RO) sábado, 28 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Sergio Pires

Direto ao Ponto com o Deputado Estadual Eyder Brasil parte 02


Direto ao Ponto com o Deputado Estadual Eyder Brasil parte 02 - Gente de Opinião

Veja a entrevista:


Duração: 13 minutos e 16 segundos | Visualizações: 45

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Sergio Pires

O caos da doença ou a quebradeira de empresas + Algumas empresas poderão abrir + Hildon Chaves mantém calamidade

O caos da doença ou a quebradeira de empresas + Algumas empresas poderão abrir + Hildon Chaves mantém calamidade

OS DOIS LADOS DA MOEDA: OU O CAOS DA DOENÇA OU A TRAGÉDIA DA QUEBRADEIRA DE EMPRESAS E DO CAOS SOCIALHá os dois lados da moeda. Infelizmente, ambos

Nosso vizinho Acre confirma 21 casos de coronavírus + Refaz manterá milhares de empregos + Sem corte de energia por 90 dias

Nosso vizinho Acre confirma 21 casos de coronavírus + Refaz manterá milhares de empregos + Sem corte de energia por 90 dias

NOSSO VIZINHO ACRE CONFIRMA 21 CASOS DE CORONAVÍRUS. É UM RISCO PARA RONDÔNIA E TODA A REGIÃOA terça-feira marcou mais dois casos do coronavírus em R

Utilização de 22 milhões de reais no combate ao corona + Rondonienses com corona estão bem + Eleições: vamos pegar a chance!

Utilização de 22 milhões de reais no combate ao corona + Rondonienses com corona estão bem + Eleições: vamos pegar a chance!

TELECONFERÊNCIA ENTRE GOVERNO E BANCADA FEDERAL DEBATE UTILIZAÇÃO DE 22 MILHÕES DE REAIS NO COMBATE AO CORONANão há ainda uma visão exata do que acon

Um respirador para 40 mil habitantes + Alemães entram por Guajará + Abuso de autoridade se mantém + Injustiça no DNIT?

Um respirador para 40 mil habitantes + Alemães entram por Guajará + Abuso de autoridade se mantém + Injustiça no DNIT?

UM RESPIRADOR PARA 40 MIL HABITANTES: RETRATO DA SAÚDE E DA NECESSIDADE DO DECRETO DE CALAMIDADE PÚBLICADuríssimo o decreto de calamidade pública, as