Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Sergio Pires

A bancada federal terá de muitos desafios - A verdade que as ongs escondem - Globo: Passando vergonha, de novo!


A bancada federal terá de muitos desafios - A verdade que as ongs escondem - Globo: Passando vergonha, de novo! - Gente de Opinião


BR 364, TRANSPOSIÇÃO, REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA: MOSQUINI ANUNCIA PRINCIPAIS METAS DA BANCADA FEDERAL NO SEGUNDO SEMESTRE


O segundo semestre, para os onze membros da bancada federal de Rondônia, será de muitos desafios. O coordenador, deputado Lúcio Mosquini, do MDB, enumerou algumas das ações já realizadas, falou das metas que precisam ser atingidas e garantiu que haverá uma série de ações dos deputados federais e senadores, em batalhas que precisam ser vencidas, para melhorar a vida da população. “Nos reunimos e traçamos uma meta anual, porque esses grandes assuntos não se consegue resolver em um mês, em 15 dias”. Mosquini conta qual a grande prioridade: “nossa principal bandeira, hoje, é a conservação da BR 364. Naturalmente, estamos brigando é pela duplicação. Ocorre que a BR 364 está no Plano Nacional de Concessões, através do Ministério dos Transportes. Então, se o Governo tem o projeto de fazer uma concessão da rodovia, naturalmente ele não vai investir algo que pode chegar até 12 bilhões de reais para a duplicação. Vai entregar para a iniciativa privada, através de concessão. Mas até que isso ocorra, a bancada federal vai lutar – e nossa briga será nesse sentido – para que haja constantemente obras de conservação da nossa BR 364. Essa questão também avançou, porque, na verdade, em todos os trechos da 364, sem exceção, tem uma empresa trabalhando na conservação e restauração”.


O coordenador da bancada fala sobre outros planos de ação: “outro ponto em que atuaremos é o da transposição dos servidos para os quadros da União. Já conseguimos avançar muito nesse tema, mesmo porque foi até publicado o decreto, as pessoas já fizeram opção. Estamos caminhando a passos largos nessa meta”. Um terceiro item na pauta da bancada federal, segundo o líder Lúcio Mosquini, é a regularização fundiária. “Tenho trabalhado pessoalmente nisso, assim como o senador Confúcio Moura e vários outros parlamentares. Essa situação está bem encaminhada, de forma que, tão logo se resolvam essas questões burocráticas e ideológicas que tinham do antigo Incra, se assim pudermos falar, teremos grande evolução nesse quesito”, sublinhou. Obras importantes para o Estado e principalmente para a Capital, estiveram e estarão na pauta novamente,  nesse segundo semestre. “Outro ponto que a bancada   priorizou foi a ponte sobre o rio Madeira, na Ponta do Abunã, onde viabilizamos recursos e a obra está sendo concluída”. Destaco ainda o asfalto urbano de Porto Velho, um recurso que a bancada anterior deixou e em que também  trabalhamos para liberar, assim como a entrega de muitos maquinários, conseguidos através de emendas”. São essas as principais atividades da bancada. “Isso não quer dizer  que não atuamos em várias outras questões. Uma delas merece destaque: a ação da bancada na questão do aumento da energia elétrica. Todos nos unimos para irmos atrás de solução para esse caso. Depois ainda teve a questão do Ifro e da Unir, que tiveram recursos federais cortados.  A bancada inteira entrou na história e conseguiu viabilizar”, concluiu. 

 

 

A VERDADE QUE AS ONGS ESCONDEM


Entre 20 por cento e 30 por cento do território da maioria dos países, em média, são destinados à produção agrícola. Nos Estados Unidos, chegam a quase 19 por cento. Na China, 18 por cento. Na Índia, mais de 60 por cento.  Isso mesmo. No Brasil, os 64 milhões de hectares para plantio das nossas safras significam, apenas, 7,6 por cento do território nacional. Os números são oficiais e foram divulgados recentemente pela NASA, a Agência Espacial norte americana, que também acompanha o desmatamento pelo mundo e as mudanças climáticas. Confesse você ai, leitor: alguma vez já tinha sido informado sobre esses números incríveis? Alguma ONG ou algum ambientalista que você conheça e que, você bem sabe, tem acesso a tais informações, haviam divulgado qualquer referência a esse destaque nacional do nosso país, na ocupação tão pequena de terras, para conseguir uma das maiores produções agrícolas do Planeta? Veja bem como, no dia a dia, você é vitima de informações falsas, mentiras, meias verdades, verdades omitidas.  Eles estão desesperados para imporem uma política ambientalista que enche os seus bolsos e nos deixa na miséria. Depende de você, brasileiro comum, se deixar enganar por esses canalhas ou buscar a verdade. Só depende de você!


 

ENFIM, A BR 319 SERÁ MESMO ASFALTADA!


Claro que o clima mudou muito sobre a questão da BR 319. Há uma mobilização, a começar por decisões emanadas do Palácio do Planalto, para que a obra finalmente ande, depois de trancada anos a fio, nos corredores do Ibama, do Ministério Público Federal e de outros organismos ligados às questões ambientais, onde quem mandava mesmo, ao menos até agora, eram as ONGs internacionais. O forte lobby dos empresários do setor de balsas, que transportam hoje praticamente todas as mercadorias entre Rondônia e o Amazonas e que, certamente perderão muito com uma ligação terrestre entre as Capitais dos dois Estados, também ajudou a atrasar o projeto de asfaltamento da 319. Agora as coisas começam a funcionar. O presidente Bolsonaro garantiu que vai fazer a obra, até o final do seu governo. Ela está também entre as prioridades das ações planejadas pela bancada federal rondoniense para o segundo semestre . Ao mesmo tempo, autoridades empresarias daqui e do Amazonas estão trabalhando juntas, para que o trecho destruído da BR que passa no meio da floresta seja concluído o mais breve possível. Para terminar com chave de ouro, o Ministério Público Federal do Amazonas, até agora inimigo da obra, assinou carta aberta, junto com autoridades e lideranças empresariais do Estado vizinho, pedindo que a recuperação da rodovia comece logo. Agora sai!

 


COMITIVA DE 30 PESSOAS COM O PRESIDENTE


A terça-feira de manhã vai marcar um evento inédito na historia do nosso Estado. Pela primeira vez um Presidente da República e pelo menos três ministros vão receber, em audiência, uma comitiva de políticos e empresários apenas de Rondônia. Mais de 30 pessoas farão parte da comitiva, na audiência que foi marcada pelo deputado federal Coronel Chrisóstomo, do PSL. O grupo rondoniense será liderado pelo vice-governador Zé Jodan e pelos empresários César Cassol e Francisco Holanda. Representantes de vários setores produtivos do Estado vão levar ao governo federal suas principais reivindicações. Entre elas, questões envolvendo a produção agrícola e pecuária; as dificuldades do agronegócio; a necessidade urgente de duplicação da BR 364 e a instalação de dois portos, um em Guajará Mirim e outro em Costa Marques, para facilitar os negócios com a Bolívia. Outra pauta importante no encontro de Brasília, marcado para às 10 horas da manhã, relaciona-se com o asfaltamento da BR 319. O governador Marcos Rocha não estará presente, porque já tinha outra agenda. Não se sabe se mais algum membro da bancada federal participará do encontro com Bolsonaro e seus ministros.

 


GLOBO: PASSANDO VERGONHA, DE NOVO!

O desespero para criminalizar os madeireiros rondonienses fez a Rede Globo (outra vez!), pagar um mico em rede nacional. A emissora divulgou como verdadeiro um vídeo feito de brincadeira por um garoto, morador de Espigão do Oeste, em Rondônia. No vídeo, enquanto um helicóptero do Ibama e da Policia Federal sobrevoa a região, ouve-se o som de vários tiros de fuzil e metralhadora. A emissora, sem checar a veracidade da história, a divulgou como verdadeira. Besteira! A montagem foi feita pelo garoto, que pegou as imagens do helicóptero num celular e fez uma montagem, usando o som de disparos de um confronto com a polícia e traficantes na Favela Mangueirinha, no Rio de Janeiro. Até hoje, aliás, a Globo não desmentiu uma série de notícias que divulgou, culpando madeireiros pelo incêndio de um caminhão de combustível do Ibama, que iria abastecer o helicóptero que aparece nos novo vídeo/.montagem, sem qualquer prova. O Ibama também puniu madeireiros da região, retirando-lhes licença de trabalho, apenas por suspeita de que eles estariam envolvidos no episódio da queima do caminhão. A entidade que reúne os empresários do setor, na região de Espigão, emitiram nota de repudio contra as acusações. O bom jornalismo chama essas notícias forçadas, inventadas ou divulgadas sem que seja checada sua veracidade, como “barrigada”. Fake News também serve!

 

O FIM DA BURRICE E DO RADICALISMO?

Aliás, sobre as ações do Ibama e da Polícia Federal no Estado, que eventualmente são consideradas exageradas, embora embasadas em portarias e decretos ( alguns absurdos, como o de número 6514, editado em 2008, que autoriza a queima de máquinas e equipamentos pelos fiscais), a reação para a volta ao bom senso está começando também nesse quesito. Para acabar com essa verdadeira guerrilha oficializada pelo Estado, o deputado federal rondoniense Coronel Chrisóstomo, do PSL, está apresentando projeto de lei, na Câmara, que proíbe terminantemente tais ações. Ou seja, caso aprovada, a queima de máquinas e equipamentos apreendidos ficam proibidas e qualquer decisão sobre o assunto somente poderá vir do Judiciário. Em Rondônia, aliás, a volta ao bom senso já começou desde a primeira semana de governo de Marcos Rocha. Ele determinou aos fiscais da Sedam, que também tinham o poder de queima de materiais, que nunca mais praticassem tal ato. Máquinas, caminhões, tratores, motosserras e outros equipamentos apreendidos em áreas que estão sendo ocupadas ilegalmente, agora, são entregues ao DER. Intactas. São usadas em benefício da população. Um bom sinal que nem tudo é burrice e radicalismo,  no contexto das causas ambientais!

 

E MAYARA ACHOU QUE ESTAVA PROTEGIDA!


Em menos de 20 dias, ela recorreu ás autoridades policiais três vezes. Pediu ajuda. Pediu socorro. Esperava que os discursos de proteção às mulheres não fossem só discursos vazios. Achava que estaria protegida. Ela se esqueceu que vive no Brasil, país em que as leis não protegem vítimas, mas apenas os assassinos, os maus, os cruéis. Esses têm a garantia de todos os seus direitos. Ela não era assassina. Era vítima. Portanto, quem iria se preocupar com ela? Depois de três semanas internada, quando foi covardemente atacada pelo ex marido com ácido (o canalha ainda teve a ajuda de um amigo), a jovem pernambucana Mayara Estefani Araújo, de apenas 19 anos, morreu no hospital. Ela se torna símbolo do que de pior tem esse país: o discurso que nunca se concretiza na vida real, A demagógica campanha de proteção às mulheres, na verdade, é um arremedo. Primeiro, porque a proteção não funciona, mesmo nos casos mais graves e perigosos, como os de Mayara. Depois, porque nunca será feita a verdadeira Justiça. Ela perdeu a vida, mas seus assassinos daqui a pouco estarão soltos, beneficiados por tantos quesitos legais que, num país sério, seriam tratados como absurdos e irresponsáveis. Feminicídio não se combate com conversas do tipo Rolando Lero. Ou seja, pobre das mulheres brasileiras vítimas de companheiros que se transformam em animais e de leis que abrigam seus matadores. Coitadas!

 


NOSSOS ARTISTAS E A MÚSICA


Domingo também é dia de cultura  E, nesse contexto, dois rondonienses merecem um destaque especial. Um deles é um garoto, que se tornou notícia por sua participação no festival Tomorrowland, realizada na Bélgica. É o maior festival do seu estilo do mundo e o DJ rondoniense deu seu show num dos quiosques espalhados pela enorme área da cidade da musica eletrônica. Vídeo e fotos da atuação de Luiz Henrique Costa Gonçalves, de apenas 20 anos, viralizaram nas redes sociais e foram vistos por milhares de pessoas, muitas delas amigas dele e de sua família. Luiz Henrique é filho da conhecida jornalista Jean Carla Costa, uma das editoras da SICTV/Rondônia e do site Rondorural. Luiz estuda musica eletrônica há cinco anos e atualmente mora em Dublin, capital da Irlanda;. Outro destaque rondoniense na mesma área é Luciano Junior. Pesquisa no Google vai aponta-lo como um dos 100 principais DJs do mundo. Luciano mora em Porto Velho, dirige a empresa Double Produções e Publicidade e é também produtor musical, radialista e cerimonialista. Veja mais sobre ele no sitewww.djljucianojunior.com.br. O celular de contato: 99207 0902..

 

 

PERGUNTINHA


Você acha que a liberação do FGTS, mesmo com quantias pequenas, vai ajudar a livrar o brasileiro das suas dificuldades ou nada vai mudar de verdade, no momento de crise em que vivemos?

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Sergio Pires

Direto ao Ponto com Vinicius Miguel

Direto ao Ponto com Vinicius Miguel

Sábado 12 horas e Domingo 7:30, na Record News. A partir da noite de sábado, no site Gente de Opinião. Direto ao Ponto, com Vinicius Miguel!Veja o víd

Entenda a crise na saúde + A decisão do TSE é justa? + Contribuinte vai pagar por crime eleitoral + Um super star amigo de Rondônia

Entenda a crise na saúde + A decisão do TSE é justa? + Contribuinte vai pagar por crime eleitoral + Um super star amigo de Rondônia

ENTENDA A CRISE NA SAÚDE, DAS EXIGÊNCIAS DOS ÓRGÃOS FISCALIZADORES, AO PONTO ELETRÔNICO E AOS BAIXOS SALÁRIOSDurante vários anos, os órgãos de fiscal

TRE vai decidir: Uso de laranjas nas candidaturas femininas pode tirar mandato de nove eleitos em Rondônia

TRE vai decidir: Uso de laranjas nas candidaturas femininas pode tirar mandato de nove eleitos em Rondônia

TRE VAI DECIDIR: USO DE LARANJAS NAS CANDIDATURAS FEMININAS PODE TIRAR MANDATO DE NOVE ELEITOS EM RONDÔNIAO que têm em comum a pequena cidade de Val