Porto Velho (RO) terça-feira, 24 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Vigilância Sanitária alerta população para a proibição e os riscos da auto-hemoterapia


Agência de Vigilância Sanitária (Agevisa) alerta a população para a proibição, feita pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), do serviço de auto-hemoterapia. O objetivo é informar as pessoas sobre os riscos do tratamento. A auto-hemoterapia consiste na retirada de sangue da veia para aplicação no músculo, visando possíveis e milagrosas curas. A suspensão foi determinada, em Rondônia após reunião do Conselho Regional de Medicina com a promotoria de Justiça da Saúde e do Consumidor do Ministério Público e de representantes das farmácias.

"Tal prática vem sendo oferecida a preços populares por algumas drogarias e ambulatórios, de forma indiscriminada e perigosa, sem nenhuma eficácia comprovada. O tratamento não é reconhecido e nem recomendado pelo Ministério da Saúde como prática terapêutica, podendo gerar reações adversas imediatas ou tardias", explicou Paulo de Pádua, diretor da Agevisa.

A prescrição e prática da auto-hemoterapia contrariam a legislação sanitária vigente. O CFM considera a atividade um ato clínico, que só deve ser realizado por médicos. Em Porto Velho, a auto-hemoterapia estava sendo praticada por profissionais de enfermagem e sem acompanhamento de profissional habilitado.

Segundo Paulo de Pádua, "outro ponto importante para a proibição é a ausência de resultados científicos. Por não ter resultados terapêuticos comprovados pela comunidade científica, a auto-hemoterapia sequer é reconhecida pelo conselho".

 

Fonte: Toninha lima – DRT-234/RO 

Mais Sobre Saúde

Justiça defere liminar suspendendo paralisação dos servidores da saúde

Justiça defere liminar suspendendo paralisação dos servidores da saúde

Em razão da pandemia da Covid-19, o Governo, por intermédio da Procuradoria Geral do Estado (PGE), propositou ação, junto ao Tribunal de Justiça de Ro

Campanhas de vacinação entram na reta final com baixa adesão da população de Porto Velho

Campanhas de vacinação entram na reta final com baixa adesão da população de Porto Velho

As campanhas de multivacinação, sarampo e poliomielite chegam na reta final com baixa procura da população de Porto Velho. Crianças e adolescentes m

1° Simpósio Rondoniense de Emergências Psiquiátricas é adiado para 27/11

1° Simpósio Rondoniense de Emergências Psiquiátricas é adiado para 27/11

Obedecendo a determinação do Decreto Estadual de N° 24.871, de 16 de março de 2020, assinado pelo Governador do Estado de Rondônia, o qual define medi