Porto Velho (RO) domingo, 24 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Saúde

Vacinação contra raiva terá 98 postos


A Prefeitura vai instalou 98 postos de vacinação na capital neste sábado durante a Campanha Nacional de Imunização de Cães e Gatos, que inicia às 8 e encerra  às 18 horas, com mais de 400 pessoas envolvidas na ação. A campanha contará com o apoio de militares do Exército e Base Aérea, e de alunos voluntários da Unir, Unipec, Fimca, Uniron e São Lucas, para atuarem como vacinadores. A previsão é que sejam imunizados  45 mil animais.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), segundo o chefe da Divisão do Centro de Raiva Animal, Alexandre Ribeiro, já iniciou a vacinação na zona rural em três localidades. Indagado se a população está se conscientizando  da necessidade de vacinar os animais, Ribeiro afirmou que melhorou consideravelmente, "mas ainda estamos longe de chegarmos ao ideal". Na primeira etapa da campanha, realizada em abril deste ano, foram imunizados uma média de 44 mil. "O percentual foi de 80%, mas precisamos chegar aos 100%", disse.

Desde novembro de 2003 que não tem caso de raiva canina e felina em Porto Velho. Naquele ano, foram registrados quatro casos da doença. De acordo com o chefe da Divisão, as medidas  adotadas pela atual administração  foram fundamentais para o controle da raiva. As ações realizadas incluíram imunização com maior intensidade; controle da população animal, com captura e remoção de cães e gatos. Os casos de remoção ocorrem quando o proprietário solicita. Os casos de eliminação de animais  chegam a 3 mil mensalmente.

O técnico explicou que apenas os animais doentes são sacrificados. "Estes animais não foram tratados adequadamente pelos donos e terminara ficando doentes. Os próprios donos, quando não os abandonam na rua, nos pedem para fazer a remoção.", destacou. 

Mais Sobre Saúde

Prefeitura de PVH capacita médicos sobre a prevenção do colo do útero

Prefeitura de PVH capacita médicos sobre a prevenção do colo do útero

De cada 100 mil mulheres na capital, 28 podem desenvolver a doença

Procon de Rondônia alerta para validade dos alimentos no período mais quente do ano

Procon de Rondônia alerta para validade dos alimentos no período mais quente do ano

Com o início do período mais quente do ano em Rondônia, que geralmente ocorre entre os meses de junho a setembro, é hora de redobrar os cuidados com a

Mais de 9,5 milhões ainda não se vacinaram contra a gripe

Campanha nacional termina nesta sexta-feira

Semusa intensifica ações de controle do sarampo para manter erradicação

O Município de Porto Velho registrou caso importado de Manaus em criança de 4 meses