Porto Velho (RO) domingo, 20 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Semusa se prepara para combater dengue no inverno amazônico



Cerca de 80 coordenadores municipais do Programa de Controle da Dengue participam do 3º Encontro Estadual de Controle da Dengue, que começou nesta terça-feira (16) e vai até quarta (17), no Hotel Rondon, em Porto Velho.

Os técnicos da Dengue vão avaliar as ações já executadas no controle da doença e também traçar novas metas para evitar possível surto da Dengue com a chegada do inverno amazônico. As chuvas são constantes neste período o que aumenta a proliferação da doença em todo o Estado.

A solenidade de abertura contou com a presença do representante da Coordenadoria Nacional do Programa de Controle da Dengue, Fábio Gaiger, da diretora do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde, Régia Martins e da diretora do Centro de Controle de Zoonozes de Porto Velho, Deuseli Pereira, além de outros técnicos da saúde de vários municípios.

A Dengue no Brasil

Segundo o painel apresentado pelo representante do Programa Nacional de Controle da Dengue, Fábio Gaiger, os casos da doença aumentaram em todo o país, em 40% em relação ao ano passado. Até junho deste ano, foram registrados 635 mil casos de Dengue no Brasil. Destes, 37.332 foram na região Norte. Rondônia registrou 7.611 casos. Dos estados da região Norte, Rondônia, Tocantins e Roraima foram os estados que registraram maior número de Dengue em 2008. Ainda segundo os dados do Ministério da Saúde, nos últimos dois anos, 173 pessoas morreram por causa da dengue, no Brasil, incluindo o surto do Rio de Janeiro. Em Rondônia, morreram 3 pessoas.

Plano de Contingência

Os municípios se preparam agora para o controle da Dengue, durante o inverno amazônico. Porto Velho terá a primeira reunião municipal para elaborar o Plano de Contingência, no próximo dia 24, no auditório do Lacen. Os técnicos da secretaria municipal e estadual de saúde vão definir as estratégias para o controle da doença durante as chuvas. As medidas vão desde Campanhas Educativas, parcerias com órgãos públicos e privados, até a capacitação dos profissionais envolvidos no Programa de Controle da Dengue, até a compra de insumos e reforço nos estoques de medicamentos. O ministério da Saúde montou 12 aglomerados. São 12 capitais definidas estrategicamente para capitanear o controle da Dengue nas localidades do entorno. Porto Velho será um dos aglomerados."Nós estamos nos preparando para controlar e combater a Dengue no nosso município, mas sabemos da responsabilidade que vamos ter em apoiar os municípios adjacentes e isso aumenta ainda mais  o nosso intente de cumprir a determinação do Ministério da Saúde que é reduzir o número de mortes por causa da Dengue em todo o país", afirma a diretora do DVEA, Régia Martins.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Saúde

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

A rede pública de Rondônia recebeu essa semana, seis respiradores pulmonares que passaram por manutenção do Serviço Nacional de Aprendizagem Industr