Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Saúde

Semusa atualiza profissionais para coleta de preventivo e planejamento familiar


 
Cerca de 80 profissionais de enfermagem que atuam nas Unidades de Saúde e técnicos da secretaria municipal de Saúde (Semusa) participaram de uma capacitação em serviço sobre a prática em PCCU (Prevenção do Câncer do Colo do Útero) no Centro de Referência em Saúde da Mulher, na Policlínica Rafael Vaz e Silva. Os participantes foram orientados por uma equipe de profissionais, coordenados pela médica Claudete Martins, especialista em ginecologia e obstetrícia. São colaboradoras as médicas Maria Odete, Livias Leite e a bioquímica e citopatologista, Nelcina, além dos enfermeiros da rede municipal que atuam na Estratégia Saúde da Família.

O evento teve como objetivo aprimorar a técnica em coleta de material citopatológico para o diagnóstico precoce do câncer de colo do útero, com vistas a melhoria da qualidade dos serviços ofertados à população feminina do município. A Semusa mobilizou três setores internos para dar apoio logístico e profissional no curso, o departamento de Atenção Básica (DAB), a divisão de Programas Especiais (DPE) e a divisão de Apoio ao Diagnóstico (DAD).

Para atendimento no período do curso, os profissionais do ambulatório da unidade Rafael Vaz e Silva, fizeram durante uma semana um pré-agendamento das pacientes, o que resultou em quase 50 mulheres para um dia de coleta com livre demanda. A estudante Joana Darc de Brito, 26 anos de idade, foi umas das mulheres agendadas e atendida pela enfermeira da unidade, que a convenceu da importância do exame. “Há seis anos não fazia a coleta, pois não me sentia a vontade. Estou nervosa, mas confiante de que é o melhor para mim” – disse.

A médica Claudete Martins disse que os procedimentos apresentados no curso são de suma importância para a uniformização da coleta do preventivo na rede pública, pois existe protocolo para coleta, armazenamento de lâminas, preenchimento de formulários, ações fundamentais para obtenção do resultado final e acompanhamento da paciente.

Segundo o secretário Williames Pimentel, a secretaria está em fase de reestruturação do programa de formação continuada para os profissionais das Unidades de Saúde e tem intensificado o trabalho de atenção à mulher, com vistas no planejamento familiar. Em março deste ano, foram realizadas aulas teóricas para os profissionais da saúde sobre a coleta de preventivo. “Após a capacitação vamos intensificar a coleta do preventivo nas unidades e fomentar ainda mais o trabalho em parceria com o planejamento familiar, que também terá uma ação conjunta com o Programa Saúde do Homem” – adiantou o secretário Pimentel.

O trabalho de coleta é realizado em todas as Unidades de Saúde e encaminhado para o laboratório do Centro de Referência da Mulher, onde é feita a leitura e encaminhamento para acompanhamento médico, nos casos especiais o tratamento é feito no próprio centro. Na rotina das unidades básicas é feita uma média de 12 a 15 coletas de preventivo por dia.

Fonte: Aurimar Lima

 

Mais Sobre Saúde

Rondônia - Por determinação do Ministério Público e Tribunal de Contas, Sesau implanta folha de ponto eletrônica

Rondônia - Por determinação do Ministério Público e Tribunal de Contas, Sesau implanta folha de ponto eletrônica

A instalação de folha de ponto eletrônica em unidades de saúde da rede pública estadual é adotada pelo governo de Rondônia em cumprimento à determinaç

Sílvia cobra ação mais efetiva do Ministério da Saúde na prevenção contra o cânce

Sílvia cobra ação mais efetiva do Ministério da Saúde na prevenção contra o cânce

A deputada federal Silvia Cristina (PDT-RO) cobrou do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o início imediato de operação para acelerar o proje

Presidente Laerte Gomes sugere menos burocracia para tratar impasses no convênio entre Sesau e Hospital do Amor

Presidente Laerte Gomes sugere menos burocracia para tratar impasses no convênio entre Sesau e Hospital do Amor

Uma reunião para tratar de impasses quanto ao convênio entre o Governo de Rondônia e a Fundação Pio XII – Hospital de Câncer de Barretos foi realiza

Justiça de Rondônia libera o cultivo de Cannabis para casal tratar da filha com autismo e epilepsia, em Ji-Paraná

Justiça de Rondônia libera o cultivo de Cannabis para casal tratar da filha com autismo e epilepsia, em Ji-Paraná

Os pais de uma criança com diagnóstico de Transtorno do Espectro Autista Infantil (CID 10 F84.0), com crises graves de epilepsia, obtiveram, mediante