Porto Velho (RO) sexta-feira, 5 de junho de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

São Lucas e ABPO alertam sobre saúde bucal


Dados estatísticos apontam que 30% da população mundial são portadores de halitose (mau hálito), conforme destacou a Doutora Mury Rocha durante palestra realizada na Faculdade São Lucas.

No Brasil, de acordo com a especialista, o problema afeta em torno de 60 milhões de pessoas. Segundo ela, vários são os fatores que contribuem para a incidência desse problema de saúde. "Halitose não é uma doença, mas é um sinal de que algo não vai bem", alertou.

Mury Rocha informou que o problema concentra mais de 50 fatores e exige esforço para concretizar mudanças de comportamento visando o combate e a eliminação total do problema. São fatores de origem fisiológicas, patológicas e adaptativas, sendo fundamental a orientação profissional adequada. Ela destacou que a integração entre as áreas médicas e odontológicas tem sido decisiva para direcionar o tratamento.

Mury Rocha é especialista em periodontia e diagnóstico e tratamento dos odores bucais. "A halitose tem cura e pesquisadores estão empenhados em encontrar soluções para proporcionar melhor qualidade de vida a esta grande parcela da população que, às vezes, se sente até excluída por ser portadora deste problema", ressalta a periodontista.

Fonte: Chagas Pereira (Núcleo de Comunicação)

 

Mais Sobre Saúde

Leitos de UTI alugados com recursos da Assembleia começam a funcionar no Hospital de Amor

Leitos de UTI alugados com recursos da Assembleia começam a funcionar no Hospital de Amor

Durante a inauguração da ala do Hospital do Amor destinada ao tratamento de pacientes com covid-19, na manhã desta quarta-feira (3), o presidente

Cinco municípios de Rondônia apresentam índice de 100% de cura da Covid-19

Cinco municípios de Rondônia apresentam índice de 100% de cura da Covid-19

Segundo relatório do Sistema de Comando de Incidentes da Covid-19 em Rondônia, até esta quinta-feira (28), 1.869 pessoas que tiveram a doença se curar

Acadêmicos de Medicina Fabricam e entregam protetores faciais na UPA da Capital

Acadêmicos de Medicina Fabricam e entregam protetores faciais na UPA da Capital

Acadêmicos do 3° ano de Medicina do Centro Universitário Aparício Carvalho – FIMCA entregaram nesta quinta-feira (28) face shield (proter facial) pa