Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Saúde

São Lucas e ABPO alertam sobre saúde bucal


Dados estatísticos apontam que 30% da população mundial são portadores de halitose (mau hálito), conforme destacou a Doutora Mury Rocha durante palestra realizada na Faculdade São Lucas.

No Brasil, de acordo com a especialista, o problema afeta em torno de 60 milhões de pessoas. Segundo ela, vários são os fatores que contribuem para a incidência desse problema de saúde. "Halitose não é uma doença, mas é um sinal de que algo não vai bem", alertou.

Mury Rocha informou que o problema concentra mais de 50 fatores e exige esforço para concretizar mudanças de comportamento visando o combate e a eliminação total do problema. São fatores de origem fisiológicas, patológicas e adaptativas, sendo fundamental a orientação profissional adequada. Ela destacou que a integração entre as áreas médicas e odontológicas tem sido decisiva para direcionar o tratamento.

Mury Rocha é especialista em periodontia e diagnóstico e tratamento dos odores bucais. "A halitose tem cura e pesquisadores estão empenhados em encontrar soluções para proporcionar melhor qualidade de vida a esta grande parcela da população que, às vezes, se sente até excluída por ser portadora deste problema", ressalta a periodontista.

Fonte: Chagas Pereira (Núcleo de Comunicação)

 

Mais Sobre Saúde

Procon de Rondônia alerta para validade dos alimentos no período mais quente do ano

Procon de Rondônia alerta para validade dos alimentos no período mais quente do ano

Com o início do período mais quente do ano em Rondônia, que geralmente ocorre entre os meses de junho a setembro, é hora de redobrar os cuidados com a

Mais de 9,5 milhões ainda não se vacinaram contra a gripe

Campanha nacional termina nesta sexta-feira

Semusa intensifica ações de controle do sarampo para manter erradicação

O Município de Porto Velho registrou caso importado de Manaus em criança de 4 meses

Fhemeron recebe curso do Programa Nacional de Qualificação da Hemorrede

Fhemeron recebe curso do Programa Nacional de Qualificação da Hemorrede

Teve início na manhã de terça-feira, dia 19, o curso de formação de avaliadores para o Programa Nacional de Qualificação da Hemorrede (PNQH)...