Porto Velho (RO) quinta-feira, 28 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Saúde

Primeira paciente a passar pela cirurgia bariátrica após início da pandemia fala da expectativa de melhor qualidade de vida


Maria Alvaneide foi a primeira paciente a ser submetida à cirurgia bariátrica - Gente de Opinião
Maria Alvaneide foi a primeira paciente a ser submetida à cirurgia bariátrica

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) iniciou na última segunda-feira (9) as cirurgias bariátricas, que fazem parte do programa de combate à obesidade implantado pelo Estado, no Hospital de Base, em Porto Velho, que é referência em tratamento de alta complexidade no Estado. A primeira paciente a ser submetida à videocirurgia bariátrica, que marcou o retorno dessa especialidade cirúrgia, supsensa em decorrência da pandemia do coronavírus, foi Maria Alvaneide, de 53 anos.

A paciente estava há três anos na fila de espera. “O sentimento é de gratidão, além de um sonho que finalmente se concretizou”, essas foram as primeiras palavras da paciente, após o procedimento. Depois da cirurgia, Maria Alvaneide ficou cheia de boas expectativas de ter uma melhor qualidade de vida. Agradeceu toda a equipe médica pela atenção e cuidado.  “Só tenho gratidão. Para quem está nessa luta aguardando pela cirurgia, digo que nunca desista e não perca as esperanças. Tudo é no tempo de Deus e na hora certa chegará a sua vez”, disse.

Operação aconteceu via videocirurgia

O médico especialista no método de incisão por videolaparoscopia e coordenador do programa, Oziel Júnior, conta que tudo ocorreu bem no primeiro procedimento. Ele explica que esse método é mais seguro para o paciente. “Não houve a necessidade de ‘corte’ na barriga da paciente, sendo uma cirurgia fechada. No método de cirurgia aberta, o paciente passa, necessariamente, pela Unidade de Terapia Intensiva (UTI), o risco é muito maior, inclusive de contrair infecções”.

O secretário da Sesau, Fernando Máximo, conta que, por causa das regras sanitárias impostas durante o período de pandemia, as cirurgias bariátricas foram suspensas em Rondônia e no Brasil. “As filas aumentaram muito durante a pandemia, mas agora estamos trabalhando intensamente para reduzir essas filas e, assim, possamos dar um atendimento de qualidade aos nossos pacientes”.

Máximo relata ainda a dificuldade para comprar medicamentos e kit de intubação no Brasil. “Para a realização deste procedimento é preciso anestesia geral, ficando o paciente intubado. Sanando essas dificuldades, foi possível realizar o retorno das cirurgias bariátricas. Rondônia é um dos primeiros estados do país que retomam essa especialidade”, concluiu.

Atualmente, a média brasileira de espera na fila do serviço público de saúde é de pelo menos cinco anos. A cirurgia bariátrica foi listada pelo Ministério da Saúde como um dos procedimentos eletivos essenciais e que deve ser priorizada na saúde pública e suplementar.


Mais Sobre Saúde

Porto Velho: resultado da seleção para pós-graduação em Vigilância em Saúde é divulgado

Porto Velho: resultado da seleção para pós-graduação em Vigilância em Saúde é divulgado

A Prefeitura de Porto Velho realizou seleção de servidores para o curso de Pós-Graduação de Vigilância em Saúde, que é voltado para atender demandas

Outubro Rosa: Sistema OCB/RO em parceria com o Hospital de Amor levará atendimento preventivo à população

Outubro Rosa: Sistema OCB/RO em parceria com o Hospital de Amor levará atendimento preventivo à população

Durante todo o mês de outubro o Sistema OCB/RO têm contribuído realizando ações de prevenção e cuidado ao câncer de mama e de colo de útero. E para

Corujão de atendimento ginecológico chega a moradoras da zona Leste de Porto Velho

Corujão de atendimento ginecológico chega a moradoras da zona Leste de Porto Velho

Como parte das atividades da campanha Outubro Rosa, o Corujão de atendimento ginecológico chegou à Unidade de Saúde da Família (USF) Hamilton Gondim,

Governo de Rondônia celebra parceria com os Correios no programa “Remédio aqui em Casa”

Governo de Rondônia celebra parceria com os Correios no programa “Remédio aqui em Casa”

Durante a manhã desta terça-feira (26), o Governo de Rondônia esteve reunido com representantes dos Correios para pontuar o avanço do programa “Re