Porto Velho (RO) sexta-feira, 25 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Prevenção às doenças sexualmente transmissíveis em PVH


Prevenção às doenças sexualmente transmissíveis em PVH - Gente de Opinião

Neste carnaval a Santo Antônio Energia realizará uma série de ações focadas na prevenção das doenças sexualmente transmissíveis. Vinte mil informativos foram doados à Secretaria Municipal de Saúde para serem distribuídos na campanha de sensibilização e alerta as DSTs da prefeitura, entre hoje e 09 de março, onde cerca de 300 mil preservativos serão distribuídos aos foliões.

Para as mulheres, de acordo com o Ministério da Saúde o grupo que apresentam mais casos de AIDS, principalmente nas jovens entre 15 e 24 anos, a concessionária distribuirá informativos em parceria com a Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, durante a apresentação do Bloco Lilás e Rosa, que sairá neste sábado, 05 de março. “Procuramos atender todos os públicos, mas destacamos esta ação para mulheres pelo fato de ser um alerta do Ministério da Saúde em todo o país”, destaca Guilherme Abbad, Coordenador do Programa de Saúde Pública da Santo Antônio Energia.

Nas principais ruas e avenidas de Porto Velho, serão instalados outdoors, entre os dias 04 e 13 de março, em parceria com a Faculdade São Lucas, Conselho de Defesa dos Direitos da Mulher, Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres e Fundação Iaripuna. Cinco abordarão a prevenção à AIDS e 01 será um alerta aos riscos de dirigir alcoolizado. Além disso, serão colocados banners com informações de sexo seguro em 5 trios elétricos e um vídeo com mensagens sobre a prevenção à AIDS será exibido durante toda a cobertura do Carnaval 2011 exibido pela Rede Record News, uma das parceiras nessa campanha, junto com a produtora Grupo Imagem de Comunicação.
 

AIDS

Em dez anos (1999-2009) o índice de pessoas infectadas com a doença na Região Norte cresceu de 6,7 para 20,1%. Estimativas do Ministério da Saúde apontam que existem cerca de 630 mil pessoas infectados em todo o país, porém 255 mil desconhecem a doença por nunca terem feito o teste. O teste rápido é grátis e totalmente sigiloso, pode ser feito através do SUS – Sistema Único de Saúde nas unidades de saúde da rede pública ou Centros de Testagem espalhados em todo o Brasil e o resultado sai em até meia hora. Conheça os locais de atendimento pelo Disque-Saúde: 0800 61 1997.

Fonte: José Carlos Sá
 

Mais Sobre Saúde