Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Prefeitura retoma a prática de ginástica laboral oferecido aos servidores


A Fundação Escola do Servidor Público Municipal de Porto Velho (Funescola) retoma este semestre a prática de Ginástica Laboral, um dos principais projetos que integram o Programa Saúde e Qualidade de Vida, desenvolvido pela instituição. A atividade consiste no conjunto de práticas de exercícios físicos realizados no ambiente de trabalho (de onde vem o qualificativo laboral), com a finalidade de colocar previamente cada pessoa — e todos - da equipe bem preparadas para o exercício do trabalho diário.

Prática

Usualmente a ginástica laboral baseia-se em técnicas de alongamento, distribuídas pelas várias partes do corpo, dos membros, passando pelo tronco e cabeça, sendo, de ordinário, orientada ou supervisionada por um especialista no assunto ou por alguém (do grupo) por esse especialista treinado, que pode ser um fisioterapeuta ou educador físico. “Essa prática, realizada no ambiente de trabalho, é importante por atuar de forma preventiva nas chamadas doenças ocupacionais trazendo inúmeros benefícios à saúde do servidor, principalmente àqueles que têm uma carga horária muito extensa”, explicou Josineia Araújo Rodrigues, diretora pedagógica da Funescola.

Doenças ocupacionais são moléstias diretamente relacionadas às atividades desempenhadas pelo trabalhador ou às condições de trabalho as quais ele está submetido. As mais comuns são as Lesões por Esforços Repetitivos (LER) ou Distúrbios Osteomoleculares Relacionados ao Trabalho (Dort). Esses distúrbios englobam cerca de 30 doenças, entre elas a tendinite (inflamação de tendão) e a tenossinovite (inflamação da membrana que recobre os tendões). As LER/Dort são responsáveis pela alteração das estruturas osteomusculares, como tendões, articulações, músculos e nervos.

Entre outros benefícios, a ginástica laboral atua no aumento da circulação sangüínea, melhorando a oxigenação dos músculos e tendões e diminuindo o acúmulo do ácido lático; melhora a mobilidade e flexibilidade muscular; diminui a tensão muscular desnecessária; reduz o esforço na execução das tarefas diárias, facilita a adaptação ao posto de trabalho; melhora a condição do estado de saúde geral; diminui o risco de acidentes no trabalho e previne também as LER e Dorts. “Os ganhos não são apenas para o servidor, a própria repartição onde ele trabalha também é beneficiada com a melhora da produtividade do trabalhador, que passa a ter menos desgaste físico com a redução da sensação de fadiga no final da jornada. São práticas também que favorecem a mudança da rotina, reforça a auto-estima, melhora a capacidade de concentração no trabalho e mostra também a preocupação da instituição onde esse servidor está lotado, no caso a Prefeitura de Porto Velho, com o seu bem estar”, adiantou Josineia Rodrigues.

Programação

Esta semana, a Funescola começou a distribuir às secretarias e outros órgãos ligados à prefeitura, o Termo de Responsabilidade que deverá ser assinado pelo servidor interessado em participar da ginástica laboral. As atividades físicas serão realizadas no órgão de origem do servidor às segundas, quartas e sexta-feiras, com duração de 15 minutos, em dois horários, às 14h15 e às 17h15.

No próximo dia 18, às 15 horas, na sede da Funescola, será feita a apresentação do projeto para os chefes de departamento e divisão. “Para esse encontro, eles deverão trazer os Termos de Responsabilidades já assinados. É por meio desse documento que teremos a dimensão de quantos servidores estarão inscritos. Com o número exato dos servidores começaremos elaborar toda a programação das atividades que serão desenvolvidas, afirmou Josineia Rodrigues. As atividades serão ministradas pela profissional de educação física Maiara Resky Lima Pimenta.


Fonte: Joel Elias
 

Mais Sobre Saúde

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

A rede pública de Rondônia recebeu essa semana, seis respiradores pulmonares que passaram por manutenção do Serviço Nacional de Aprendizagem Industr