Porto Velho (RO) terça-feira, 29 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Prefeitura de Porto Velho organiza novo mutirão contra o mosquito da dengue



 A exemplo dos anos anteriores, a prefeitura de Porto Velho prepara um mutirão para combater o mosquito transmissor da dengue, a ser realizado na primeira quinzena de novembro próximo. O objetivo é impedir o avanço da doença com a chegada do período chuvoso, época de maior incidência de proliferação do inseto. A ação coordenada pela secretaria municipal de Saúde (Semusa) tem como alvo principal, os bairros considerados de alto e médio risco.

Conforme a diretora do departamento de vigilância epidemiológica e ambiental da Semusa, Rute Bessa, a prefeitura tem intensificado o combate ao mosquito Aedes Aegypti através do trabalho dos agentes comunitários de saúde em todos os bairros. Nas visitas de casa em casa os agentes explicam como os moradores podem ajudar a eliminar possíveis criadouros dos quintais. “Trabalhamos a conscientização, limpeza, fiscalização dos imóveis e tratamento de caixas d’água, reservatórios e piscinas com larvicidas”, informa. No mutirão, as ações serão maiores.

Pesquisas realizadas pela Semusa indicam que 90% dos criadouros do mosquito da dengue estão nos quintais ou até mesmo dentro de casa. “É preciso que os moradores também façam a sua parte, limpando seus quintais e tomando cuidados básicos, inclusive com vasos de plantas, para evitar o avanço da dengue”, conclama. Ela acrescenta que além das ações educativas é feita a aplicação de inseticidas, também conhecido como fumacê.

Alto risco

Devido a falta de conscientização de muitos moradores, o longo período de chuvas e o aumento do fluxo de pessoas por causa da construção das hidrelétricas do Madeira, o município de Porto Velho é visto como região propensa a um alto risco de transmissão da dengue. Segundo Rute Bessa, isso não deve ser motivo de pânico, pois “é possível controlar a doença, basta tão somente que haja o envolvimento de todos os setores da sociedade”.

O trabalho da Semusa conta com a colaboração de várias secretarias, como é o caso da Semusb (Serviços Básicos), responsável pela limpeza da cidade e Sema (Meio Ambiente). Nas áreas de maior risco, os moradores são orientados sobre os dias que devem retirar lixos e entulhos dos quintais para serem recolhidos.

Fonte:  Augusto José
 

Mais Sobre Saúde