Sexta-feira, 12 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Saúde

Prefeitura de Porto Velho implanta serviço de telemedicina com o Hospital Albert Einstein no distrito de Nazaré

Serviço de consultas com médicos especialistas por videoconferências é realizado na unidade de saúde da localidade


Paciente e médica da unidade de saúde Nazaré durante consulta da Telemedicina - Gente de Opinião
Paciente e médica da unidade de saúde Nazaré durante consulta da Telemedicina

Na busca pela garantia do acesso à saúde em regiões remotas, a Prefeitura de Porto Velho passa a oferecer mais um ponto para atendimento médico através da telemedicina, agora no baixo Madeira. O primeiro distrito a receber o serviço é Nazaré, escolhido estrategicamente devido à localização centralizada.

O serviço, oferecido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), através de parceria com o Hospital Albert Einstein, de São Paulo, está prestes a completar dois anos de funcionamento na capital e já atendeu mais de 4 mil pacientes. Com o novo ponto, a telemedicina passa a ter oito postos de atendimento médico na zona urbana e rural com dez especialidades à disposição da população.

A chegada da telemedicina ao baixo Madeira representa um marco significativo para a população ribeirinha, onde a dificuldade de locomoção é um desafio para o acesso aos serviços de saúde especializados. A chegada da tecnologia vai favorecer não apenas os moradores de Nazaré, mas também àqueles dos distritos de São Carlos, Calama e todas as comunidades localizadas na região.

A gerente da unidade de saúde de Nazaré, Maria Ângela Braga, comemora como um sonho realizado. Segundo ela, o serviço vai suprir uma demanda reprimida que a comunidade beiradeira aguardava há muito tempo.

“Estamos muito felizes com esse serviço na nossa localidade, representa o rompimento de barreiras geográficas que limita nossa gente. Agora, os moradores poderão contar com uma rede de profissionais qualificados ao alcance de um clique, promovendo uma significativa melhoria na qualidade de vida dessas comunidades”, comemora a gerente.

Paciente Luzia e a médica Ana Paula durante a primeira consulta da telemedicina em NazaréPaciente Luzia e a médica Ana Paula durante a primeira consulta da telemedicina em Nazaré

A primeira consulta através da telemedicina em Nazaré foi com a especialidade de psiquiatria e aconteceu no último dia 22 de fevereiro. A paciente Luzia Braga das Neves, 47 anos, foi quem estreou o serviço. Comemorou a oportunidade e se emocionou ao final do atendimento.

“Estou muito feliz por conseguir e, ao mesmo tempo, aliviada. A médica que me atendeu foi maravilhosa, consegui expressar tudo o que precisava. Já estou com meu retorno agendado para daqui a 45 dias, graças a Deus”, agradeceu Luzia.

A outra paciente foi Maria Elnice dos Santos, 68 anos, que se consultou o endocrinologista através da telemedicina. A paciente, que é diabética, precisava da avaliação do especialista para continuar sendo cuidada pela médica local. “É uma coisa muito boa. Só de fazer a consulta aqui, sem precisar pegar o barco, é uma benção de Deus”.

As consultas pela telemedicina acontecem por meio de videoconferências dentro dos consultórios das unidades de saúde. Geralmente, um médico da própria unidade acompanha o paciente e é responsável por sanar eventuais dúvidas, realizar encaminhamentos, prescrever receitas ou solicitar exames.

Em Nazaré, quem deve acompanhar os pacientes é a médica da localidade Ana Paula de Oliveira Proença, uma entusiasta da ferramenta que diminui o tempo de espera para o encontro entre o paciente e um médico especialista. “A telemedicina representa o futuro para aqueles que estão mais longe e o futuro chegou nas comunidades ribeirinhas. Para mim, fazer parte dessa tecnologia é um presente gratificante”, declara a médica.

 Luzia Braga das Neves foi a primeira paciente da telemedicina em NazaréLuzia Braga das Neves foi a primeira paciente da telemedicina em Nazaré

ESPECIALIDADES

A parceria da Prefeitura de Porto Velho com o Hospital Albert Einstein foi renovada recentemente com a ampliação de postos de atendimento e quantidade de especialidades, sendo: cardiologia, endocrinologia adulto, endocrinologia pediátrica, neurologia, neuropediatria, pneumologia, psiquiatria, reumatologia, infectologia adulto e gastroenterologista infantil.

A secretária da Semusa, Eliana Pasini ressalta que o projeto de telemedicina nas regiões mais distantes da capital é parte de um esforço da Semusa para ampliar o acesso da população aos serviços especializados de saúde. “Além de proporcionar um atendimento mais eficiente e humanizado, essa iniciativa reflete o compromisso da gestão em garantir o direito à saúde para todos, independentemente de suas condições geográficas e socioeconômicas”, afirma a secretária.

A Semusa continua trabalhando na liberação de novos pontos de atendimento para a zona rural, inclusive distritos da Ponta do Abunã. Para o diretor do Departamento de Regulação, Avaliação e Controle (Drac), Helisson Ribeiro, responsável pelo projeto em Porto Velho, “essa tecnologia é uma aliada poderosa na promoção do bem-estar, equidade e economicidade para todos os cidadãos, inclusive aqueles que vivem nas áreas mais remotas e desafiadoras da cidade, que não precisam mais fazer grandes deslocamentos para ter acesso o serviço médico especializado”.

COMO BUSCAR ATENDIMENTO?

O serviço de telemedicina é oferecido gratuitamente para qualquer pessoa. Para ser atendido, o paciente, que precisa passar por consulta com um dos especialistas disponíveis, deve procurar a unidade de saúde mais próxima de sua casa para realizar o agendamento.

Além de Nazaré, a telemedicina também está presente nos distritos de Extrema, União Bandeirantes e Jaci-Paraná. Em Porto Velho, os locais de postos de atendimento são Centro de Especialidades Médicas (CEM), USF Maurício Bustani, USF José Adelino e USF Areal da Floresta.

Gente de OpiniãoSexta-feira, 12 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Reativação do Barco Saúde ampliou o atendimento nas comunidades ribeirinhas de Porto Velho e trouxe mais dignidade

Reativação do Barco Saúde ampliou o atendimento nas comunidades ribeirinhas de Porto Velho e trouxe mais dignidade

Referência no atendimento da população ribeirinha, o Barco Saúde Dr. Floriano Riva, da Prefeitura de Porto Velho, se tornou um importante veículo de a

Conscientização e serviço para atendimento à pessoa com Transtorno do Espectro Autista são fortalecidos no “Abril Azul”

Conscientização e serviço para atendimento à pessoa com Transtorno do Espectro Autista são fortalecidos no “Abril Azul”

No mês de abril, instituído como mês azul em forma alusiva à conscientização mundial do Transtorno do Espectro Autista (TEA), a Secretaria de Estado

Centro Universitário Aparício Carvalho inaugura hospital de simulação e habilidade

Centro Universitário Aparício Carvalho inaugura hospital de simulação e habilidade

Veja a reportagem: Veja também:Fimca Vilhena – A paixão pela medicina é uma jornada que começa cedo!

Gente de Opinião Sexta-feira, 12 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)