Porto Velho (RO) segunda-feira, 21 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Prefeitura atende casos de urgência e emergência nas Policlínicas


  
A Prefeitura de Porto Velho, através das Policlínicas Municipais está atendendo prontamente 24 horas por dia, vítimas de graves traumas provocadas por acidentes de trânsito e tentativas de homicídio, principalmente por arma branca e disparo de arma de fogo. Mesmo que esses casos sejam de alta complexidade e exijam a presença de cirurgiões especializados para o atendimento, as policlínicas são, em muitos casos, a primeira opção para os atendimentos de urgência. Os pacientes são levados até as policlínicas por familiares e populares que tentam salvar as vítimas, já que em muitas ocasiões o Pronto Socorro do Hospital João Paulo II, que é o local ideal para o atendimento, não está próximo do local do fato e as policlínicas são as opções mais rápidas. 

Segundo a responsável pelo departamento de média e alta complexidade da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Fátima Milhomem, “O prefeito Roberto Sobrinho sensível à necessidade da população em ter esse tipo prestação de socorro autorizou a capacitação de nossos profissionais de saúde. Os nossos médicos e técnicos estão capacitados para receber estes casos estabilizando as vítimas até a chegada das ambulâncias do Samu ou do Corpo de Bombeiros para as levar até o pronto socorro, onde o atendimento será continuado”, explicou Fátima. 

As policlínicas estão instaladas em pontos estratégicos nos bairros para melhor atender à população, assim acabam recebendo muitos casos de alta complexidade. Em média as policlínicas chegam a atender 500 pacientes por dia, no pronto atendimento e no ambulatório. As clínicas contam com raio X, desfibrilador, eletrocardiograma, respiração mecânica, oxímetro entre outros aparelhos para estabilizar o paciente e garantir a sobrevivência deles até a transferência para um centro especializado público ou privado. 

As policlínicas que estão com estes atendimentos são a Ana Adelaide, no bairro Pedrinhas; Hamilton Gondim, no bairro Tancredo Neves; José Adelino, no bairro Ulisses Guimarães e Manoel Amorim de Matos, no bairro Jardim Eldorado. A policlínica José Adelino está sendo reformada e ampliada e também contará com aparelho de Raio X.

Capacitados

Em janeiro deste ano, a prefeitura através da Semusa, trouxe médicos da Escola Brasileira de Cirurgiões que ministraram cursos para 32 médicos e técnicos sobre atendimento de emergência, urgência e traumas. O curso foi financiado com recursos do Sistema Único de Saúde (SUS). Esses profissionais do município estão aptos a realizar atendimentos avançados em casos de traumas, mas não há médicos cirurgiões de plantão e nem Unidades de Tratamento Intensivo (U.T.I.) nas policlínicas, por isso, os pacientes atendidos e estabilizados, são transferidos para hospitais especializados em alta complexidade. Os números desses atendimentos são pequenos, mas significativos, e como há procura da população para esses casos a prefeitura se capacitou para atender as vítimas da violência urbana e do trânsito.

Fonte: Nara Vargas

Mais Sobre Saúde

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

A rede pública de Rondônia recebeu essa semana, seis respiradores pulmonares que passaram por manutenção do Serviço Nacional de Aprendizagem Industr