Porto Velho (RO) quinta-feira, 24 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Porto Velho ganha 140 agentes comunitários de saúde


Com o objetivo de comemorar a formatura de 140 Agentes Comunitários de Saúde (ACS) para atuarem em Porto Velho, o governo de Rondônia realizou, nesta quarta-feira (12), a I Feira Cultural dos Agentes. A feira contou com diversas atrações culturais desenvolvidas pelos formandos. O evento, que aconteceu no Rondon Palace Hotel, foi coordenado pelo Centro de Educação Técnico-Profissional na Área de Saúde (Cetas). O centro é responsável, em todo Estado, pela formação de 727 novos agentes.

“A administração estadual investiu em parceria com o Ministério da Saúde (MS) mais de 420 mil reais na implantação de 20 salas de aulas para formação de técnicos em saúde. Estamos ampliando setor, hoje, atendemos mais 15 municípios e isso é fundamental, pois os agentes atuam diretamente com a população”, afirmou Milton Moreira, secretário de Estado da Saúde.

O evento cultural contou com exposições de trabalhos, peças de teatro, musicas e paródias. Todas as apresentações foram feitas dos formandos do Cetas. Elas foram desenvolvidas durante o curso. Ao todo o Cetas está formando aproximadamente 720 novos agentes em 15 municípios. As formaturas aconteceram nos meses de novembro e dezembro. Para formar os 727 agentes o Estado disponibilizou 06 tutores e 55 docentes. O curso teve a duração de 400 horas/aulas distribuídas em 05 meses.

Risco com gestantes, crianças e portadores de doenças degenerativas - Os ACS atuarão nas comunidades em que foram treinados. Além da Capital, na regional de Rolim de Moura, o Cetas formou 140 ACS, na de Vilhena 164, em Cacoal 240 agentes e 36 em São Miguel do Guaporé. O curso, em nível técnico, aborda atividades como a “identificação da realidade sociocultural e sanitária da população, ações de epidemiologia e imunização. Eles também atuam em situações de risco com gestantes, crianças e portadores de doenças degenerativas. Esse trabalho é muito importante e envolve a atenção básica em saúde”, destacou Nancy Freitas, diretora do Cetas.

Fonte: Decom

Mais Sobre Saúde