Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Porto Velho atinge meta na vacinação contra Rubéola


   
Saúde: Uma campanha difícil para atingir a meta, mas a capital consegue vacinar 95%

Depois de cinco meses de campanha, finalmente Porto Velho atinge a meta de vacinação contra a Rubéola para adultos entre 20 e 39 anos. A campanha começou  em agosto do ano passado em todo o país, mas muitos municípios brasileiros não conseguiram suas metas e por causa disso, o Ministério da Saúde decidiu prorrogar o período de vacinação até o mês de janeiro.

Porto Velho fechou a campanha vacinando 129.806 pessoas, 70.654 mulheres e 65.966 homens. Para atingir a meta determinada pelo Ministério da Saúde, 95% de cobertura, a  secretaria municipal de Saúde, através da Divisão de Imunizações, disponibilizou a vacina em todas as Unidades de Saúde da capital e distritos, em horário normal de atendimento das unidades, além de vários outros pontos de atendimento, como escolas, igrejas, faculdades, órgãos públicos, associações de bairros, para que todos os pontos da cidade ficassem acessíveis aos interessados em se vacinar.

A campanha nacional de vacinação contra a Rubéola teve esse ano a grande missão de conscientizar também os homens sobre a importância da vacinação. A Rubéola é uma doença infecto-contagiosa também causada por um vírus que é transmitido pelas secreções nasais e da garganta. O infectado apresenta febre não elevada, manchas vermelhas pelo corpo, "ínguas" no pescoço e nuca após um período de 20 dias, mas em algumas pessoas, a doença pode passar despercebida.

A Rubéola é uma doença muito grave quando atinge a mulher grávida. A infecção na gestação pode causar aborto, o bebê pode nascer morto, prematuro ou com baixo peso. Por isso a importância da vacinação dos homens para que sejam eliminadas as possibilidades de transmitirem o vírus às mulheres da família.

Para a diretora da Divisão de Imunização, Goreth Marinho, atingir a meta foi mais do que uma determinação. "Foi uma campanha muito difícil, porque atingir o objetivo não dependia somente do trabalho da Semusa, mas da consciência da população, e o resultado positivo nos dá a segurança de que estamos finalmente livres de um possível surto da Rubéola" finalizou a diretora.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Saúde

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

A rede pública de Rondônia recebeu essa semana, seis respiradores pulmonares que passaram por manutenção do Serviço Nacional de Aprendizagem Industr