Porto Velho (RO) sábado, 12 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Saúde

Obesidade faz aumentar risco de doenças cardíacas em mulheres em idade fértil



Mariana Jungmann
Agência Brasil

Brasília - Mais da metade das mulheres brasileiras em idade fértil correm o risco de desenvolverem doenças cardiovasculares e/ou diabetes, segundo a Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS).

O dado é baseado na medição da circunferência da cintura, já que a Organização Mundial de Saúde (OMS) considera que o acúmulo de gordura nessa região é um fator de risco para essas doenças.

De acordo com a OMS, mais de 80 cm de circunferência na cintura significa risco, e mais de 88 cm significa risco muito elevado. A pesquisa brasileira aponta que, entre as mulheres em idade fértil, 52,3% têm mais de 80 cm, e 29,8% têm mais de 88 cm.

O excesso de peso, inclusive, foi apontado como um dado em crescimento no país. Em 1996, 34,2% das mulheres estavam acima do peso e 9,7% estavam obesas. Dez anos depois, o excesso de peso estava presente em 43% das mulheres em idade fértil e a obesidade foi para 16% dessas mulheres.

A situação se agrava com a idade e a quantidade de filhos. Entre as mulheres de 15 a 49 anos, com um filho, a obesidade representa 14,3%. Já entre as que têm seis filhos ou mais, 24,5% estão obesas.

Por faixa etária, o padrão também se repete: quanto mais idade, mais percentagem de excesso de peso. Entre as mulheres de 15 a 19 anos, 21,6% estão acima do peso. Já entre as de 45 a 49 anos, 63,5% ultrapassaram o limite adequado de Índice de Massa Corporal (IMC).


 

Mais Sobre Saúde

Unidade de Saúde da Família do Aponiã, em Porto Velho, é reinaugurada

Unidade de Saúde da Família do Aponiã, em Porto Velho, é reinaugurada

Após passar por obras de reforma que duraram seis meses, a Unidade de Saúde da Família (USF) do Aponiã foi entregue, nesta sexta-feira (11), aos morad

Covid: Cremero alerta sobre atestados falsos para comprovar comorbidades na vacinação

Covid: Cremero alerta sobre atestados falsos para comprovar comorbidades na vacinação

A exigência de comprovação de comorbidades para garantir a vacinação contra a Covid-19 tem provocado uma corrida de pacientes em busca de comprovaçã

Porto Velho atinge a marca de 100 mil vacinados com a primeira dose contra a Covid-19

Porto Velho atinge a marca de 100 mil vacinados com a primeira dose contra a Covid-19

Até chegar ao braço de cada pessoa imunizada, as vacinas contra a Covid-19 percorrem um trajeto marcado pelo cuidadoso zelo de profissionais de divers

Rondônia recebe 17.550 doses de vacinas contra a covid-19; imunização contra a gripe acontece de forma paralela

Rondônia recebe 17.550 doses de vacinas contra a covid-19; imunização contra a gripe acontece de forma paralela

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), recebeu nesta terça-feira (8), do Ministério da Saúde (MS), mais