Porto Velho (RO) segunda-feira, 28 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

MS envia cirurgiões para reforçar atendimento em Rondônia



Carolina Pimentel
Agência Brasil

Brasília – Depois de o governo de Rondônia ter declarado estado de calamidade na rede hospitalar estadual, o Ministério da Saúde determinou o envio, nesta semana, de uma equipe de cirurgiões do Instituto Nacional de Traumologia e Ortopedia (Into), ligado ao ministério, para ajudar a reduzir a fila de espera por cirurgias ortopédicas.

Na semana passada, técnicos da Defesa Civil e dos ministérios da Defesa e da Saúde estiveram em Rondônia para avaliar a situação e identificaram grande demanda por cirurgias ortopédicas. Outra decisão foi a transferência de 81 pacientes com problemas ortopédicos do Hospital João Paulo II, maior unidade de emergência do estado, para outros hospitais de Porto Velho e de Ji-Paraná.

De acordo com o ministério da Saúde, o governador Confúcio Moura comprometeu-se a contratar mais profissionais e a mudar a estrutura do Hospital João Paulo II.

O governo federal informou que, em dezembro de 2010, repassou R$ 16,5 milhões para o hospital da cidade de Cacoal e para ampliar a oferta de cirurgias e exames nas unidades da capital. Segundo o ministério, também foram liberados recursos para a conclusão de três unidades de pronto atendimento.

Mais Sobre Saúde