Porto Velho (RO) sábado, 7 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Medicina

Terapia para todos: ida ao psicólogo é fundamental em qualquer período da vida, segundo especialista

Nesta terça-feira, 27 de agosto, é comemorado o Dia do Psicólogo, profissional responsável por estudar e orientar o comportamento humano, lidando com os sentimentos, traumas e crises


Andréa Chaves - Gente de Opinião
Andréa Chaves

A saúde mental tornou-se uma preocupação visível e comum no mundo. A depressão, por exemplo, afeta 300 milhões de pessoas em todo mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), índice que cresceu 18% em dez anos. Ainda segundo a Organização, o Brasil é o país com o maior número de casos em toda a América Latina, com um total de 11,5 milhões de depressivos, ou seja, 6% dos brasileiros.

E não para por aí. Uma pesquisa, divulgada no mês passado pela Vittude, plataforma online voltada para saúde mental, revelou que 86% dos brasileiros sofrem com algum transtorno mental, como a depressão ou a ansiedade. De acordo com o estudo, 37% das pessoas estão com estresse extremamente severo e 59% em estado severo de depressão. As taxas da ansiedade são ainda maiores. Conforme o levantamento, a doença atinge 63% da população.

A psicóloga especialista em saúde mental Andréa Chaves destaca que a rotina intensa do dia a dia pode ocasionar danos em algumas áreas da vida. Por isso, para ela, uma das soluções apontadas é a terapia, que é um auxílio para todos, não apenas para quem está em crise. "Este é um momento de pausa para avaliar como está a saúde mental do paciente e o que pode ser feito em determinados momentos", afirma.

Conforme a especialista, a terapia é aconselhável em qualquer momento da vida, mas principalmente em tempos de mudanças de ciclos e fases. "Ela pode amenizar a dor e fazer com que o paciente tenha mais estratégias para passar por etapas dolorosas da vida", comenta.

Andréa explica ainda que durante anos fazer terapia era considerado coisa de gente "louca" ou "fraca", o que trouxe uma barreira para alguns processos terapêuticos. "Temos que ter em mente que a ida ao consultório é uma forma de treinarmos novos repertórios comportamentais, inclusive, para sermos nós mesmos, independente do que a sociedade nos impõe", finaliza.


História
No dia 27 de agosto de 1962, João Goulart, que era o Presidente da República na época, sancionou a Lei 4.119, que finalmente tornava a psicologia, de direito, uma profissão. Isso só aconteceu graças a mobilização e determinação de diversos profissionais da área na época, que lutaram para que isso se tornasse realidade.

Mais Sobre Medicina

AMB-RO realiza curso de Esquizofrenia

AMB-RO realiza curso de Esquizofrenia

Os médicos, residentes e estudantes de medicina de Rondônia tem mais uma grande oportunidade de aprimorar seus estudos e conhecimentos com os cursos p

Malária - Nova molécula interrompe ciclo de vida do parasita no organismo humano

Malária - Nova molécula interrompe ciclo de vida do parasita no organismo humano

Um grupo internacional de pesquisadores comprovou que uma molécula denominada TCMDC-135051 é capaz de inibir seletivamente uma proteína essencial para

Aparício Carvalho conversa com o Médico Psiquiatra Humberto Müller

Aparício Carvalho conversa com o Médico Psiquiatra Humberto Müller

Nesse Programa o Dr. Aparício Carvalho conversa com o Médico Psiquiatra Humberto Müller, Diretor secretário do núcleo de psiquiatria de Rondônia. Entr

AMB-RO REALIZA 1º SEMINÁRIO EM GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

AMB-RO REALIZA 1º SEMINÁRIO EM GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

Médicos, Residentes e Alunos de Medicina de Rondônia participaram do 1º Seminário em Ginecologia e Obstetrícia, promovido pela Associação Médica Brasi