Porto Velho (RO) sábado, 21 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Saúde

Maternidade Mãe Esperança recebe Certificado


Maternidade Mãe Esperança recebe Certificado  - Gente de Opinião 

Autoridades e convidados prestigiaram a entrega do Certificado “Hospital Amigo da Criança” à Maternidade Municipal Mãe Esperança, pelo ministério da Saúde na manhã desta terça-feira (14/12). A Maternidade é a primeira no Estado a receber a titulação, conferida às unidades de saúde que se preocupam com a redução da mortalidade infantil. Ida Peréa, diretora da maternidade, abriu os discursos da mesa de autoridades, que contou com a presença do prefeito Roberto Sobrinho, da primeira dama Lucilene Peixoto, do vice-prefeito Emerson Castro, da vereadora Elis Regina, do secretário municipal de Saúde, Williames Pimentel, do adjunto, Luis Maiorquin, da secretária adjunta da Sesau Josefa Lourdes, da representante do ministério da Saúde, Elsa Giugliani e do presidente do Conselho Estadual de Enfermagem Francisco Carlos. A diretora da maternidade destacou o empenho de sua equipe que contribui fundamentalmente para esta certificação. “Este título confirma o compromisso assumido pela administração municipal em oferecer serviços de qualidade e de forma humanizada. Temos profissionais dedicados e capacitados que facilitam o desenvolvimento de nossas atividades”, disse.

Ida observou ainda o trabalho realizado com as mulheres, que tem o envolvimento de psicólogos e assistentes sociais. “A maternidade já tem em seus registros mais de dezoito mil partos, sendo apenas 3.747 cesarianas, confirmando desta forma o trabalho de humanização e o pacto pela vida. Nossa equipe orienta todas as gestantes sobre o parto normal e suas vantagens, quebrando os vários mitos que ainda existem”, completou.

A diretora agradeceu à prefeitura pela atenção aos projetos desenvolvidos na maternidade e que hoje culmina com um dos principais títulos do ministério da Saúde. “Quero agradecer ao prefeito Roberto Sobrinho por acreditar no trabalho que desenvolvemos na Mãe Esperança, e que tem propiciado qualidade no atendimento na hora mais importante da vida de uma mulher. O trabalho que hoje é feito na maternidade faz diferença na vida destas mulheres e principalmente das crianças que nascem aqui. Estamos falando de milhares de crianças que foram amamentadas por mais tempo, porque suas mães foram sensibilizadas sobre a importância do aleitamento materno e tiveram o apoio da equipe hospitalar para que a amamentação tivesse sucesso.

A vereadora Ellis Regina, representando a Câmara Municipal, destacou os investimentos que a prefeitura tem realizado principalmente na área da saúde. “Temos hoje uma maternidade humanizada e servidores qualificados, o que demonstra o compromisso da administração municipal com a qualidade dos serviços prestados à população”, declarou.

Josefa Lourdes, secretária adjunta da Sesau, enfatizou a importância do trabalho humanizado na maternidade que fortalece o elo entre mãe e filho e integra toda a família. “O parto é o momento mais importante da vida de uma mulher, e quando a família participa torna esta ocasião ainda mais especial. É gratificante saber que o poder público tem tido participação efetiva neste processo”, salientou.

O secretário municipal de saúde Williames Pimentel reforçou sobre o trabalho humanizado e dos investimentos feitos pela prefeitura de Porto Velho. “Esta iniciativa traz grandes resultados para a saúde das mulheres que são atendidas nesta maternidade e consequentemente na vida de suas crianças, pois é trabalhado em conjunto este primeiro contato e a amamentação é tão importante que reduz a mortalidade infantil. É notável o retorno dos recursos destinados à saúde deste município que hoje é reconhecido internacionalmente”, discursou.

A primeira dama Lucilene Peixoto, falou sobre a implementação de políticas públicas para as mulheres que tem surtido efeitos positivos no município. “Temos hoje uma administração municipal que trabalha para todos e que faz um trabalho voltado para a melhoria da qualidade de vida da população. Quero parabenizar aqui a toda equipe da maternidade e ressaltar que os sonhos se realizam quando se há compromisso e dedicação e é o que vemos nesta gestão”, disse Lucilene, que também destacou a presença do coral Estrelas formado por servidores da prefeitura que se apresentam todos os anos, na abertura oficial do Projeto Natal de Todos, que tem a sua coordenação. “Uma forma de homenagear esta instituição que tem grande importância nesta administração”, finalizou.

O vice-prefeito, Emerson Castro, citou a participação dos servidores da maternidade em todo o processo. “Todo prêmio que uma instituição recebe, antes de tudo é um prêmio para seus servidores. É o reconhecimento do trabalho de toda a equipe que visa um bem comum. Parabéns por este título e que a instituição possa continuar desenvolvendo este importante trabalho”, disse.


 

Maternidade Mãe Esperança recebe Certificado  - Gente de Opinião


 

Investimentos

O prefeito Roberto Sobrinho parabenizou à equipe da maternidade pela certificação e fez um balanço das ações que o município vem desenvolvendo. “O trabalho realizado aqui na maternidade e os investimentos que trouxemos para cá, fazem parte de um conjunto de ações que a prefeitura de Porto Velho vem realizando para dar mais qualidade de vida para sua população. Temos como exemplo o número de unidades de saúde da família que saltou de 13 para 71 e a tendência é ampliar ainda mais. Entregaremos em breve um Centro de Especialidades Médicas que propiciará a entrega de exames em até 24 horas. A população do bairro Nacional terá uma nova unidade de saúde e o município ganhará mais três prontos atendimentos, investimentos que farão a diferença na vida do portovelhense”, acrescentou o prefeito.

Iniciativa que faz a diferença

A coordenadora de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do ministério da Saúde, Elsa Giugliani, destacou que a iniciativa, ressaltando a importância da forma de atuação desses hospitais para o cuidado da saúde das crianças e das mães brasileiras. “Hoje podemos comemorar, pois já temos pelo menos um hospital Amigo da Criança em cada Estado brasileiro e a tendência é aumentar, devido a este trabalho grandioso que têm comprovado em pesquisas resultados satisfatórios. Uma delas inédita do ministério da Saúde mostra que bebês nascidos nos hospitais Amigo da Criança, certificados pela OMS e Unicef são amamentados por mais tempo e de forma mais adequada. Outro fator importante é que o índice de bebês que mamaram na primeira hora de vida é maior nos hospitais Amigo da Criança do que em outras maternidades. Uma diferença que representa, as milhares de crianças que estão sendo beneficiadas a cada ano com essa prática, que além de promover a interação entre mãe e filho, diminui a mortalidade no período neonatal”, informou.


A Certificação

As instituições que adotam a iniciativa Hospital Amigo da Criança, precisam cumprir os “Dez Passos Para o Sucesso da Amamentação”, que inclui a capacitação de toda a equipe que presta atendimento integral às mães durante e após o parto. O objetivo é criar e manter um ambiente de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. Pesquisas internacionais comprovam a importância do contato pele a pele durante a primeira hora de vida. A amamentação na primeira hora de vida pode reduzir em até 22% o índice de mortalidade neonatal, segundo a OMS. Dentre os Dez Passos para se tornar um Hospital Amigo da Criança, a instituição deve ter uma política de aleitamento materno que seja rotineiramente transmitida a toda equipe de cuidados da saúde. Capacitar toda a equipe de cuidados da saúde nas práticas necessárias para implementar esta política; Informar todas as gestantes sobre os benefícios e o manejo do aleitamento materno e ajudar as mães a iniciar esta prática de amamentar, na primeira meia hora, após o nascimento do bebê.

Atendimento reconhecido

Ao final da solenidade a primeira dama e o prefeito visitaram alguns leitos e presentearam as novas mamães, como também algumas crianças que nasceram na maternidade. A exemplo de Islene Silva, que nasceu em 2006; Clara Vitoria, em 2007; Estefane Vitória em 2009 e Caíque Nobre nascido em 2008. Gleiciane Macedo, de 20 anos, agradeceu o atendimento que recebeu desde sua chegada, no domingo. “Todos me trataram como muita atenção, tudo foi tranqüilo e sairei daqui muito satisfeita e agradecida com a equipe desta maternidade”, disse ela.

A manicure Eulane Oliveira, de 25 anos, que teve parto na segunda feira, também reconheceu o atendimento da unidade. “Este é o segundo filho que tenho aqui na maternidade e o atendimento é de primeira qualidade. Todos são muito atenciosos e tudo é muito organizado”, salientou. A auxiliar de serviços gerais Jucelane Santos ressaltou a presença da família que é permitida e orientada pela maternidade. “Pra mim foi muito importante a presença de meu esposo durante o parto. Ele pode participar do momento mais importante da minha vida. Este é meu primeiro filho, nasceu nesta terça-feira. Eu estava com muito medo do parto normal, mas a equipe me tranqüilizou e me ajudou em todo o processo. Foi tudo tranqüilo e já estou indo pra casa hoje mesmo”, comemorou ao lado da pequena Isabela.

Fonte: Meiry Santos
Fotos: Frank Néry

Mais Sobre Saúde

Rondônia - Por determinação do Ministério Público e Tribunal de Contas, Sesau implanta folha de ponto eletrônica

Rondônia - Por determinação do Ministério Público e Tribunal de Contas, Sesau implanta folha de ponto eletrônica

A instalação de folha de ponto eletrônica em unidades de saúde da rede pública estadual é adotada pelo governo de Rondônia em cumprimento à determinaç

Sílvia cobra ação mais efetiva do Ministério da Saúde na prevenção contra o cânce

Sílvia cobra ação mais efetiva do Ministério da Saúde na prevenção contra o cânce

A deputada federal Silvia Cristina (PDT-RO) cobrou do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o início imediato de operação para acelerar o proje

Presidente Laerte Gomes sugere menos burocracia para tratar impasses no convênio entre Sesau e Hospital do Amor

Presidente Laerte Gomes sugere menos burocracia para tratar impasses no convênio entre Sesau e Hospital do Amor

Uma reunião para tratar de impasses quanto ao convênio entre o Governo de Rondônia e a Fundação Pio XII – Hospital de Câncer de Barretos foi realiza

Justiça de Rondônia libera o cultivo de Cannabis para casal tratar da filha com autismo e epilepsia, em Ji-Paraná

Justiça de Rondônia libera o cultivo de Cannabis para casal tratar da filha com autismo e epilepsia, em Ji-Paraná

Os pais de uma criança com diagnóstico de Transtorno do Espectro Autista Infantil (CID 10 F84.0), com crises graves de epilepsia, obtiveram, mediante