Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Malária é discutida em encontro com agentes comunitários



Cerca de 386 agentes comunitários e 280 agentes endêmicos participaram nesta segunda-feira (24) do seminário "Malária, a situação atual",. O encontro, que aconteceu na Igreja São Luis Gonzaga, no bairro Embratel, teve por meta principal ampliar os conhecimentos das atividades de todos os agentes, bem como buscar a capacitação desses profissionais e o apoio logístico para a execução do trabalho.

O representante do Ministério da Saúde, José Lázaro de Brito Ladislau, participou do seminário, abordando a situação da malária no Brasil, bem como ouviu dos agentes de Porto Velho a situação real do município nas áreas urbana e rural.

Enquanto o índice da malária é crescente em outras regiões do País, em Porto Velho a situação vem sendo controlada e até reduzida em relação a novos casos da doença. Em 2005 foram registrados 46 mil casos. Em 2006, 34 mil e no ano passado foram 32 mil casos. "Se continuarmos assim, chegaremos a um número muito satisfatório e isso significa que o trabalho da Sesau, realizado através destes nossos agentes comunitários e endêmicos, tem sido o melhor possível", argumenta o secretário de saúde Sid Orleans.

Por determinação do prefeito Roberto Sobrinho, a saúde tem prioridade para que se evite qualquer possibilidade de epidemia. Para reforçar o número de agentes, a prefeitura aguarda a melhoria da receita do município que deve possibilitar a contratação de novos funcionários.

O resultado deste seminário vai definir algumas prioridades e estratégias para que o trabalho destes dois agentes se unifique para dar maior eficiência na prevenção da malária na Capital, onde várias regiões ainda precisam ser vistoriadas pelos agentes. Segundo os últimos dados da Semusa, os casos identificados são de 17% na zona urbana, contra 83% na zona rural.

Fonte: Ascom

 

Mais Sobre Saúde

Projeto que ajuda a reduzir danos psicoemocionais em pacientes com Covid-19 recebe apoio da Sicoob Credip

Projeto que ajuda a reduzir danos psicoemocionais em pacientes com Covid-19 recebe apoio da Sicoob Credip

O Hospital Regional de São Francisco do Guaporé, em Rondônia, é referência em saúde para o tratamento hospitalar da Covid-19, em casos que demandem in