Porto Velho (RO) domingo, 20 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Governo articula Centro de Oncologia para Porto Velho



Porto Velho, 14 de março de 2011 - O diretor-geral do Departamento de Obras e Serviços Públicos (Deosp), engenheiro Abelardo Townes de Castro, estará acompanhando nesta semana o diretor-geral do Hospital de Base Ary Pinheiro (HBAP), médico Jean Negreiros, em viagem ao município de Barretos, para estreitarem discussões sobre o projeto de implantação de um Centro Oncológico no HB de Porto Velho.

Eles vão discutir com a direção do Hospital de Câncer de Barretos o detalhamento do projeto, porém as primeiras discussões já foram feitas junto com o diretor daquela instituição, Henrique Prata, que esteve em Porto Velho a convite do governador Confúcio Moura e detalhou, na ocasião, que 20% dos três mil atendimentos diários em Barretos partem da região Norte.

De Rondônia a maioria dos atendimentos em Tratamento Fora de Domicílio (TFD) é direcionada a pacientes com câncer. De acordo com o diretor-geral do HB, o Estado gasta cerca de R$ 18 milhões anuais com o deslocamento de pacientes - entre passagens e hospedagens - e a intenção do governador Confúcio Moura é a de aglutinar serviços para poder atender essa demanda aqui mesmo em Rondônia, evitando deslocar pacientes por mais de dois mil quilômetros de distância.

O hospital de Barretos é referência nessa área e a intenção é a de criar um Centro de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon) em Porto Velho, nos moldes daquele, e um centro de diagnóstico e prevenção, possivelmente no município de Ji-Paraná. A gestão dos serviços também será feita por equipe capacitada por profissionais daquela instituição.

Um centro oncológico infantil já estava sendo construído no HB com recursos da compensação ambiental da Usina de Santo Antonio, no Rio Madeira, mas as obras foram paralisadas para receber as adaptações e adequações necessárias para se transformar no Centro de Alta Complexidade.

Fonte: Mirian Franco

Mais Sobre Saúde

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

A rede pública de Rondônia recebeu essa semana, seis respiradores pulmonares que passaram por manutenção do Serviço Nacional de Aprendizagem Industr