Porto Velho (RO) sexta-feira, 25 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Equipes do ESF participam de oficinas sobre manejo em aleitamento materno



Agentes comunitários de saúde, enfermeiros e médicos da Estratégia de Saúde da Família (ESF) participam de oficina de sensibilização ao aleitamento materno e manejo clínico em aleitamento materno. A capacitação realizada pela prefeitura de Porto Velho é fruto de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) e o Banco de Leite Humano, Santa Ágata. O objetivo é capacitar os servidores para conscientizar as mães sobre a necessidade de doar leite e também prepará-los para atuarem no primeiro posto de coleta de Leite Humano Municipal, que deverá ser implantado em agosto ou setembro próximo.

Conforme a diretora da Divisão de Programas Especiais (DPE) da Semusa, Eunice de Souza, que também atua na Coordenação de Saúde da Criança, a ação do Município faz parte da Rede Amamenta Brasil, um programa do Ministério da Saúde que visa reduzir os índices de mortalidade materna e infantil. “As equipes do ESF vão trabalhar com orientações às mães que têm leite em excesso para doar”, declarou. Ela acrescentou que o leite doado será utilizado por crianças prematuras e outras cujas mães tiverem dificuldades para amamentar ou não podem, devido problemas de saúde.

Temas

A nutricionista do Banco de Leite, Rejane Nogueira, uma das palestrantes, explicou que o tema básico das oficinas, que serão realizadas até a próxima quinta feira (7), é o manejo em aleitamento materno. “Também vamos abordar a importância da amamentação, qualidade, tipos de leite e a melhor forma de amamentar”, comentou. Sobre conscientização, a oficina vai ensinar os servidores como abordar o assunto com as mães que têm condições de doar. “O profissional precisa saber como conduzir a abordagem”, enfatizou.

Edilene Cordeiro, outra palestrante, falou sobre como ajudar as mães a amamentarem seus filhos, como avaliar se a criança mamou bem ou não e que não devem limitar a quantidade de vezes que o bebê vai mamar. “A melhor posição para amamentar é aquela confortável tanto para a mãe quanto para a criança, afinal, deve ser um momento prazeroso para ambos”, declarou.

Coleta

Eunice de Souza informou que o primeiro posto de coleta de leite materno da prefeitura será instalado na unidade de saúde Hernandes Índio, no bairro Esperança da Comunidade, setor Leste da Capital. As doadoras deverão passar por exames de praxes e se cadastrarem para essa finalidade. “A idéia é facilitar a vida dessas mães, que nem sempre podem se deslocar até o Banco de Leite, no Hospital de Base, para fazer a doação”, finalizou. O material coletado pelo Município será levado posteriormente para o Banco de Leite Santa Ágata.

Fonte: Augusto José
 

Mais Sobre Saúde