Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Em Rondônia, doenças de outras regiões



DETECTADAS EM RONDÔNIA DOENÇAS VINDAS DE OUTRAS REGIÕES DO PAÍS

As notícias não são boas. A gripe suína, agora chamada de gripe A, que assusta o mundo, pode chegar ao Brasil e a Rondônia, até em função da enorme rapidez com que se propaga. Mas seus efeitos no nosso país podem ser menores e menos violentos, já que estamos bem preparados para enfrentá-la. O nossos problemas, mais próximos e mais reais, esses sim andam preocupando as autoridades sanitárias. O médico Mauro Tada, diretor do Cepem e mestre em doenças tropicais, nome reconhecido aqui e lá fora por sua competência na área, comentou esta semana que estão chegando a Rondônia vetores de doenças que não tínhamos aqui. Elas vêm com pessoas de outras regiões, principalmente do Nordeste, que chegam para trabalhar nas gigantescas obras das usinas do Madeira. Riscos como a lechmaniose, por exemplo, já são concretos. Perigos ainda maiores como a Doença de Chagas, transmitida pelo “barbeiro” também começam a rondar mais intensamente nossa Capital e cidades próximas. Já há casos detectados recentemente. Outros tipos de vetores que não eram comuns em Rondônia também preocupam. Mauro Tada diz que é preciso prevenir, orientar, informar. A gripe suína, ou gripe A, preocupa o Planeta mas pelo menos até agora ainda está distante de nós. Já as doenças tropicais, a febre amarela, a malária, a dengue e essas novas doenças vindas de outros estados começam a fazer parte, infelizmente, da nossa nova realidade. CLIQUE, LEIA E COMENTE A COLUNA "PRIMEIRA MÃO" DO JORNALISTA DE OPINIÃO SERGIO PIRES.

Mais Sobre Saúde

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

A rede pública de Rondônia recebeu essa semana, seis respiradores pulmonares que passaram por manutenção do Serviço Nacional de Aprendizagem Industr