Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Saúde

Doutora da PUC abre encontro de psicologia


É preciso repensar e dialogar com nossas teorias, de modo a reintegrar a psicologia a uma nova realidade que produza questões psíquicas distintas", disse a Doutora em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, autora de vários livros e pesquisas científicas, Ana Bock, presidente do Conselho Federal de Psicologia, quinta-feira à noite, durante palestra no auditório do Ministério Público Estadual, em Porto Velho. Ana Bock abriu o II Encontro Rondoniense de Psicologia com palestra sobre o tema "O Compromisso Social da Psicologia e sua Inserção na Sociedade Brasileira".

Ana Bock fez um relato sobre a trajetória da psicologia no Brasil, salientando que hoje a psicologia deve ser pensada para atuar numa realidade com desigualdade social predominante. "O Brasil apresenta estatísticas assustadoras sobre a desigualdade social. O Estado perde força e credibilidade e as classes dominantes se fecham para se defender de um perigo que pensa existir. Esse processo resulta na degradação humana e social. Até parece que vivemos num país que concentra vários outros com estruturas sociais totalmente distintas", destacou.

Ao contrário de 40 anos atrás, quando a psicologia ficava restrita a grupos burgueses, a presidente do Conselho Federal de Psicologia observou que a ascensão de acadêmicos mais pobres traz novos questionamentos na psicologia, com base em outras realidades sociais, garantindo maior valor à prática dos estudos e pesquisas científicas. "Hoje a psicologia registra inovação com a saída da esfera burguesa, estendendo-se às unidades básicas de saúde. A psicologia universalizou o sujeito , passando a ser aplicada principalmente no atendimento às crianças", acrescentou a psicóloga. Ela acentuou que esse processo tem possibilitado diagnosticar que existem escolas, localizadas em regiões de grande carência social, que não têm estrutura para trabalhar a carência das crianças pobres.


O coordenador seccional do Conselho Regional de Psicologia em Rondônia, Zeno Germano, disse que o encontro faz parte das comemorações do Dia do Psicólogo (27 de agosto), além de mostrar ao público a importância da psicologia, com esclarecimentos sobre os fundamentos da psicologia e o papel do profissional psicólogo para a saúde. Ele conclamou os profissionais para que se unam em torno de objetivos comuns, em busca do fortalecimento da categoria. A coordenadora do curso de Psicologia da Ulbra, Neffretier Rebello, salientou que a Doutora Ana Bock tem sido referência que contribui para os avanços da profissão. Segundo ela, a união fortifica o grupo de psicólogos, destacando a importância da prática e dos conhecimentos científicos. A chefe do Departamento de Psicologia da Unir, Hercília Junqueira, também enalteceu a presença de Ana Bock no encontro.

Fonte: Chagas Pereira - Registro Profissional 165 DRT/RO

 

Mais Sobre Saúde

Exames para diagnosticar doenças autoimunes começam ser realizados pelo Laboratório de Patologia ainda no primeiro semestre deste ano

Exames para diagnosticar doenças autoimunes começam ser realizados pelo Laboratório de Patologia ainda no primeiro semestre deste ano

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), através do Laboratório Estadual de Patologia e Análises Clínicas de Rondônia (Lepac), vai oferecer, ainda no p

Doutores Sem Fronteiras planejam ações em Rondônia e mais dois estados em 2019

Doutores Sem Fronteiras planejam ações em Rondônia e mais dois estados em 2019

A ONG Doutores Sem Fronteiras (DSF) já está finalizando o planejamento de ações para o ano. O anúncio foi feito pelos irmãos e sócios-fundadores da

Semusa orienta pais a não deixarem de vacinar filhos por falta de caderneta de vacinação

Semusa orienta pais a não deixarem de vacinar filhos por falta de caderneta de vacinação

A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho (Semusa) orienta os pais a não deixarem de vacinar os filhos pela falta de caderneta de vacinação. “O c

Rondônia: Três besouros foram confirmados infectados com doença de Chagas em 2018

Rondônia: Três besouros foram confirmados infectados com doença de Chagas em 2018

Em Rondônia foram confirmados três casos de besouros infectados com doença de Chagas no ano de 2018, que passou a ser o período com maior índice d