Porto Velho (RO) segunda-feira, 28 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Demanda no João Paulo II ainda é grande



Porto Velho, 14 de fevereiro de 2011 - A procura por atendimento no Hospital e Pronto Socorro João Paulo II continua bastante elevada. Conforme o demonstrativo de atendimento geral da unidade, no ano de 2010 foram realizados 53.637 atendimentos em diversas especialidades. Foram 9.533 atendimentos de acidentes de trânsito, 1.209 acidentes de trabalho, 999 agressões físicas, 619 ferimentos por arma de fogo, 598 ferimentos por arma branca, 403 acidentes domésticos, 174 intoxicações, 133 queimaduras e 17.482 na especialidade de clínica médica, dentre outros.

Para diminuir a superlotação do hospital e minimizar a situação dos pacientes que ficavam espalhados pelos corredores daquela unidade de saúde, logo nos primeiros dias de janeiro foi realizada uma força-tarefa pelo Governo do Estado. Cerca de 80 pacientes ortopédicos foram transferidos para outras unidades de saúde, como Hospital de Base, Santa Marcelina e para o município de Ji-Paraná.
 

Corredores vazios: tranquilidade nos atendimentos

Para a técnica de enfermagem Leonir Semler, com a transferência dos pacientes que ficavam nos corredores, os trabalhos são desenvolvidos no João Paulo com mais qualidade e agilidade. Antes, segundo ela, não só os pacientes ficavam nos corredores, mas também os acompanhantes, o que dificultava o acesso às enfermarias.

De acordo com o diretor geral da unidade, Sergio Mello, o mutirão de cirurgias no Hospital de Base tem contribuído expressivamente na melhoria dos atendimentos no João Paulo II. “Sabemos que a demanda ainda é grande, porém estamos empenhados em fazer o melhor para dar uma assistência mais digna aos nossos pacientes. Para isso, precisamos de mais profissionais médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e técnicos de enfermagem que está em fase de implantação de contratação”, afirmou Mello.
 

Cirurgias realizadas no HB

Para agilizar ainda mais as cirurgias ortopédicas e diminuir a demanda, uma equipe do INTO – Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Rio de Janeiro – esteve em Porto Velho e durante uma semana foram realizadas cerca de 90 cirurgias em pacientes que esperam pelo procedimento há vários meses. Foi organizada uma maratona de cirurgias - de quinta a sábado - no Hospital de Base, segundo o diretor Jean Negreiros.
 

Contratação de Médicos

Segundo o Secretário Estadual de Saúde, Alexandre Muller, o Governo do Estado vai contratar mais médicos para suprir as necessidades dos hospitais de Rondônia a partir desta quarta feira, dia 16. 15 clínicos gerais já estarão atendendo no Pronto Socorro João Paulo II e outros profissionais serão contratados para os demais hospitais do Estado.

Fonte:
 Decom

Mais Sobre Saúde