Porto Velho (RO) segunda-feira, 16 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Saúde

Crianças que aguardavam por cirurgias são operadas em força-tarefa do Hospital Infantil Cosme e Damião


Maria Clara de Lima de 11 anos é um caso incomum de cálculo na vesícula em criança - Gente de Opinião
Maria Clara de Lima de 11 anos é um caso incomum de cálculo na vesícula em criança
O agricultor Sandro Luciano Costa Silva veio do município de Alto Paraíso com o filho - Gente de Opinião
O agricultor Sandro Luciano Costa Silva veio do município de Alto Paraíso com o filho

Cerca de  600 crianças, que estão aguardando por uma cirurgia eletiva através do Sistema Único de Saúde (SUS), estão passando por uma triagem feita pela equipe de cirurgiões do Hospital Infantil Cosme e Damião (HICD) para o mutirão de cirurgias pediátricas, iniciado pela  Secretária Estadual de Saúde (Sesau) no dia primeiro de agosto.

Aguardando há cerca de um ano pela cirurgia de retirada da vesícula, Maria Clara de Lima, 11 anos, é um caso incomum de cálculo na vesícula em criança. A mãe da menina, a dona de casa Raimunda Nonato Lima, conta que quando descobriu e foi recomendada a cirurgia ficou bem apreensiva.

 ” Graças a Deus nós tivemos o acompanhamento de três em três meses aqui no Hospital para fazer as avaliações até o momento da cirurgia. E, agora, está tudo bem. Estamos esperando para ter alta e ir pra casa”, contou aliviada a mãe de Maria Clara.


Sérgio Pereira, diretor do HICD, explica que neste primeiro momento serão realizadas as cirurgias de fimose, hérnia, hipospádia e hidrocele, todas no Hospital de Base, em Porto Velho. “São cirurgias mais simples, em que o paciente não precisa ficar um longo período internado, podendo ter alta em até 24 horas. São realizados em torno de quatro procedimentos durante a noite no Hospital de Base, todos os dias. Para isso, contamos com o reforço de mais um cirurgião.”

O agricultor Sandro Luciano Costa Silva veio do município de Alto Paraíso com o filho Cristiano Henrique da Silva, 3 anos, que precisa realizar a cirurgia de hidrocele e fimose. “Estávamos aguardando há um ano, então nos ligaram para ele fazer a consulta, nós viemos e já foi marcada. É uma cirurgia simples, a previsão é que ele tenha alta já no dia seguinte.”

“Após a triagem, é marcada a data da cirurgia, as crianças internam durante o dia no HICD e à noite são transferidas para o HB. Após o procedimento retornam para o Cosme e Damião”, completou o gerente da unidade.

Mais Sobre Saúde

Sílvia cobra ação mais efetiva do Ministério da Saúde na prevenção contra o cânce

Sílvia cobra ação mais efetiva do Ministério da Saúde na prevenção contra o cânce

A deputada federal Silvia Cristina (PDT-RO) cobrou do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o início imediato de operação para acelerar o proje

Presidente Laerte Gomes sugere menos burocracia para tratar impasses no convênio entre Sesau e Hospital do Amor

Presidente Laerte Gomes sugere menos burocracia para tratar impasses no convênio entre Sesau e Hospital do Amor

Uma reunião para tratar de impasses quanto ao convênio entre o Governo de Rondônia e a Fundação Pio XII – Hospital de Câncer de Barretos foi realiza

Justiça de Rondônia libera o cultivo de Cannabis para casal tratar da filha com autismo e epilepsia, em Ji-Paraná

Justiça de Rondônia libera o cultivo de Cannabis para casal tratar da filha com autismo e epilepsia, em Ji-Paraná

Os pais de uma criança com diagnóstico de Transtorno do Espectro Autista Infantil (CID 10 F84.0), com crises graves de epilepsia, obtiveram, mediante

Porto-Velhense recebe apoio Conexão Azul Rosa na batalha contra o câncer de mama

Porto-Velhense recebe apoio Conexão Azul Rosa na batalha contra o câncer de mama

Paciente do Hospital de Amor Amazônia, Neusa participou de palestra sobre a doença que mais acomete mulheres no país; ela é uma das beneficiadas do pr