Porto Velho (RO) terça-feira, 31 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Coronavírus

Promotoria de Violência Doméstica da Capital faz atendimentos por canais alternativos em razão da pandemia do coronavírus


Promotoria de Violência Doméstica da Capital faz atendimentos por canais alternativos em razão da pandemia do coronavírus - Gente de Opinião

Como forma de prevenção ao contágio e enfrentamento à doença, todos os atendimentos da Promotoria de Justiça de Combate à Violência Doméstica de Porto Velho, inclusive os pedidos de medidas protetivas de urgência, estão sendo realizados por telefone, aplicativos de mensagem instantânea (WhatsApp), mediante preenchimento de formulários disponíveis no portal da Instituição (www.mpro.mp.br) ou, ainda, por email.

Pelo WhatsApp, os contatos podem ser feitos pelos números (69 ) 98408-9931 (Promotoria), no horário das 8 às 18 horas, e (69) 99977-0127 (Ouvidoria), ou, ainda, pelo formulário eletrônico da Ouvidoria: https://www.mpro.mp.br/web/ouvidoria/formulario.Também é possível obter atendimento pelo email violenciadomestica@mpro.mp.br.

Nos finais de semanas, feriados e após o horário das 18 horas, os contatos dos cidadãos devem ser feitos pelo telefone do Plantão Criminal: (69) 99970-7656.

Mais Sobre Coronavírus

Começa em Porto Velho a funcionar call center para atendimento a casos de Covid-19

Começa em Porto Velho a funcionar call center para atendimento a casos de Covid-19

A partir desta terça-feira (31), o Call Center para atendimento a pacientes com suspeita de Covid-19 estará à disposição da população de Porto Velho.

Prefeitos e secretários municipais relatam a deputados dificuldades para enfrentar pandemia do Coronavírus

Prefeitos e secretários municipais relatam a deputados dificuldades para enfrentar pandemia do Coronavírus

Para ouvir as demandas dos municípios, em relação ao enfrentamento da pandemia do Coronavírus (Covid-19), o presidente da Assembleia Legislativa, La

Senado aprova auxílio emergencial de R$ 600

Senado aprova auxílio emergencial de R$ 600

Aprovada pelo Senado Federal nesta segunda-feira (30), a proposta de auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais de baixa renda durante