Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Coronavírus

Assembleia Legislativa define sistema de plantão dos servidores, para reduzir as aglomerações e os riscos de contaminação de covid-19 e Influenza

Presidente Alex Redano destacou que as atividades da Casa não foram suspensas, mas foi reduzido o acesso de pessoal externo


Assembleia Legislativa define sistema de plantão dos servidores, para reduzir as aglomerações e os riscos de contaminação de covid-19 e Influenza  - Gente de Opinião

Em razão do agravamento da pandemia da covid-19, com novos casos e suas variantes, mais transmissíveis, com a Ômicron, além da chegada da Influenza e suas variantes, especialmente a H3N2, a Assembleia Legislativa decidiu adotar procedimentos para reduzir o número de servidores circulando pela Casa, determinando a através do ato 003, da Secretaria Geral, a implantação do regime de plantão nos gabinetes parlamentares, Escola do Legislativo e nos setores administrativos do Parlamento Estadual.

A medida entrará em vigor nesta quina-feira (20) e visa garantir a continuidade das atividades da Assembleia Legislativa, com a redução de pessoal, mas sem a suspensão dos serviços. Além disso, foi reforçado quanto ao uso de máscaras, álcool em gel e demais procedimentos para ajudar a reduzir os riscos de disseminação do vírus.

Com a medida, fica estabelecido o regime de plantão, cabendo a cada chefia imediata definir as escalas e os trabalhos em home office, quando possível, ficando o servidor, no horário de expediente, de sobreaviso e à disposição, caso seja necessária a sua presença na Casa de Leis. Ficam dispensados de comparecer ao trabalho os servidores acima dos 60 anos e com comorbidades.

"Há uma crescente onda de covid-19 de contaminação, junto com a Influenza, o que tem levado ao sobrecarregamento da rede pública de saúde e entendemos que é melhor reduzir a presença dos nosso servidores, com o sistema de plantão e home office, para que as atividades não sejam suspensas, mas sim readequadas, em razão da situação de saúde atual", explicou o presidente da Casa, Alex Redano (Republicanos).

A entrada de público externo ficou restrita a 40% da capacidade do prédio, sendo permitida apenas a entrada de pessoas com máscaras. As sessões plenárias e as comissões temáticas da Casa seguirão ocorrendo de forma presencial, obedecendo à limitação de 40% de ocupação de seus respectivos ambientes.

Mais Sobre Coronavírus

Decreto flexibiliza uso de máscaras em locais abertos em Porto Velho

Decreto flexibiliza uso de máscaras em locais abertos em Porto Velho

Foi publicado na manhã desta quinta-feira (10), em edição extra do Diário Oficial dos Municípios de Rondônia (DOMR), o Decreto 17.949 que faculta o

Fake News e desinformação prejudicam avanço da vacinação infantil em Porto Velho

Fake News e desinformação prejudicam avanço da vacinação infantil em Porto Velho

Apenas 23,75% das crianças de 5 a 11 anos receberam a 1ª dose da vacina contra a covid-19 em Porto Velho até o momento. O percentual é baixo, se consi