Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Campanha de vacinação contra raiva será no dia 25


 
A secretaria municipal de saúde (Semusa), está em fase de conclusão da programação que atenderá a população na Campanha de Vacinação anti-rábica, marcada para o dia 25 deste mês. A equipe de profissionais da secretaria treinou os coordenadores, supervisores e no momento busca parcerias para ampliar a rede de atendimento, onde oferecerá isopores e kits de imunização, e contaremos com a contrapartida dos colaboradores que pode ser com veículos. “O transporte não está sendo muito fácil porque os órgãos não podem ceder os carros por causa das eleições” – alertou o coordenador da campanha médico veterinário, Marcos Mugrabe.

A coordenação geral da campanha será feita por sete médicos veterinários da Semusa, que serão os supervisores técnicos, e cada um dará assistência a duas das 13 coordenações. A campanha anti-rábica será realizada, das 08:00 as 17:00h e para quem não levar o animal no dia da campanha, poderá levar ao posto permanente situado no CCZ de 2ª a 6ª das 08:00 às 11:30 e das 14:00 as 17:30h. O secretário municipal de saúde Williames Pimentel, disse que este ano a campanha anti rábica será nos moldes da campanha humana, sendo que os coordenadores serão os próprios diretores das unidades de saúde e os supervisores. Os vacinadores e escriturários serão da equipe das próprias unidades, “o que nos dá mais segurança para não haver faltas no dia da campanha” - disse.

A equipe da Semusa alerta que a população não poderá levar vacina para fazer em casa, mas pode ir até o Centro de Controle de Zoonozes (CCZ), com transporte próprio e levar um funcionário do CCZ para realizar a vacinação em casa, após 05 de outubro. Animais com menos de três meses de idade, sem se alimentar, em tratamento e fêmeas prenhes não devem ser levadas para vacinação, o dono deve aguardar e no momento certo levar até o centro de controle de zoonoses. A vacinação é grátis, evita que o animal seja acometido pela raiva e impede que o ser humano adoeça de raiva. “Como a raiva é uma zoonose, isto é, doença passível de ser transmitida do animal para o homem, temos a responsabilidade de realizar estas campanhas, contribuindo assim para a saúde pública de Porto Velho” – finalizou o veterinário e coordenador da campanha, Marcos Mugrabe.

 Fonte: Nara Vargas

Mais Sobre Saúde

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

SENAI garante manutenção de respiradores da rede pública do Estado

A rede pública de Rondônia recebeu essa semana, seis respiradores pulmonares que passaram por manutenção do Serviço Nacional de Aprendizagem Industr