Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Ambulanchas atendem ribeirinhos


No dia 21 de novembro (última quarta-feira), na base naval Val-de-Cães, em Belém-PA, o secretário municipal da saúde, Sid Orleans, teve uma grata surpresa. Ele recebeu do Ministério da Saúde, duas "ambulanchas" UTI do Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que vão atender os distritos de São Carlos e Nazaré. São barcos com estrutura de viaturas voltadas para remoção dos pacientes entre unidades de saúde, e vão prestar serviços de urgência e emergências nestas localidades.

Cada lancha custou 500 mil reais e os recursos estavam previstos no orçamento do Ministério da Saúde. Sid Orleans também recebeu uma outra boa notícia: Calama também vai contar com uma "ambulancha" para remover os seus pacientes para Porto Velho ou ao Barco-Hospital da Prefeitura. Cada uma delas chega a 60 km/h, velocidade que pode salvar vidas.

A previsão é que os atendimentos aos habitantes do Baixo Madeira comecem na primeira quinzena de janeiro de 2008. Os barcos estão passando por uma última revisão mecânica e, de Belém seguem para Porto Velho. O transporte é lento e cuidadoso para evitar que as unidades sofram avarias durante a viagem.

"Estamos realizando um sonho dos ribeirinhos que enfrentam dificuldades de locomoção em situações delicadas que envolvem a saúde deles. Agora, todos vão ganhar tempo e condições de se recuperarem de determinados acidentes ou doenças, com agilidade e eficiência. Esta realização só foi possível pelo bom relacionamento que temos com o presidente Lula e o Ministro da Saúde, José Carlos Temporão", revela o prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho.

Como utilizar

Os ribeirinhos podem ligar para o telefone do Samu, que é o 192, e relatar o problema de saúde que estão passando. Os médicos, em Porto Velho, entrarão em contato com as unidades de saúde dos distritos, e, até o local será deslocada uma equipe médica especializada.

Barco-Hospital

Aproveitando a alegria do recebimento das unidades fluviais de atendimento, o secretário municipal de saúde também apresentou um projeto de reforma do Barco-Hospital do município ao Ministério da Saúde, que atualmente não está em pleno atendimento. O objetivo do projeto é oferecer um serviço de qualidade aos distritos do baixo Madeira (Calama, Nazaré e São Carlos).

Este barco vai contar com uma equipe de profissionais, formada por um clínico-geral, enfermeiro e técnico em enfermagem, além de equipamentos de ponta instalados em uma semi-UTI. A previsão é que a unidade de saúde fique ancorada em Nazaré, por sua localização entre Calama e São Carlos.

"A expectativa é que os recursos seja disponibilizados o quanto antes. Assim, muitos casos não precisarão ser atendidos em Porto Velho. Esperamos contar com a sensibilidade dos nossos vereadores, e, recursos do Governo Federal", diz o secretário municipal de saúde, Sid Orleans.

Fonte: Ascom -  Felipe Corona
 

Mais Sobre Saúde