Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Saúde

Acadêmicos da FIMCA integram Ação Conjunta para o Controle da Malária



De 18 a 25 de novembro treze acadêmicos do 2º, 4º e 5º períodos do Curso de Biomedicina das Faculdades Integradas Aparício Carvalho - FIMCA integram as equipes da Ação Conjunta Para o Controle da Malária, em Porto Velho. Este trabalho está sendo coordenado pela MESA (Madeira Energia S. A.), consórcio das empresas responsáveis pela construção da Usina Hidrelétrica de Santo Antônio, juntamente com a SEMUSA e o IPEPATRO.

De acordo com o coordenador de Biomedicina da FIMCA, professor Abraham Jacob, os trabalhos se desenvolvem na comunidade conhecida como São Sebastião, margem esquerda do rio Madeira, onde foi observado um aumento significativo de casos de malária em relação ao ano passado. "Através de busca ativa, as equipes executam coleta de material biológico para pesquisa do protozoário causador da malária, pelo método gold-standard (gota espessa) preconizado pelo Ministério da Saúde, e por método molecular".

Abraham explica que o objetivo é identificar possíveis portadores do protozoário da malária, em seguida efetuar o tratamento precoce, buscando bloquear a transmissão da malária na localidade.

O coordenador também destaca o incentivo da direção FIMCA, que estimula o interesse dos acadêmicos pelas pesquisas que envolvam as comunidades da região. "Desta forma os alunos encontram oportunidades para mostrar suas capacidades e competências em busca do conhecimento, visando identificar os problemas de saúde das populações locais e encontrar soluções que os minimizem", finalizou.

Participam da Ação, os acadêmicos participantes Hélen P. J. Silva, Sabrina M. P. A. Mourão, Carlos C. R. Cavalcante, Luan F. B. Souza, Janaína A. dos Santos, Nádia de M. Costa, Gislaine R. da Silva, Lidiane Fernandes, Josiane M. Pandolfo, Átila R. S. M. da Silva, Flávio A. S. Oliveira, Jarline I. Serra, Átila B. Neves, Jeanderson F. Tibúrcio.

Fonte:  FIMCA

 

Mais Sobre Saúde

Projeto que ajuda a reduzir danos psicoemocionais em pacientes com Covid-19 recebe apoio da Sicoob Credip

Projeto que ajuda a reduzir danos psicoemocionais em pacientes com Covid-19 recebe apoio da Sicoob Credip

O Hospital Regional de São Francisco do Guaporé, em Rondônia, é referência em saúde para o tratamento hospitalar da Covid-19, em casos que demandem in