Porto Velho (RO) quinta-feira, 17 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Política

Usinas do Madeira entraram no debate


Lúcio Albuquerque

A questão da construção das usinas hidrelétricas do Rio Madeira entrou entre os temas em debate na noite deste domingo pelos candidatos a presidente da República Geraldo Alckmin e Luiz Lula.

Lula foi reticente sobre o tema, parecendo nem querer falar do assunto quando a questão energética foi discutida, mas Alckmin foi mais adiante inclusive citando o item ambiental, parecendo assumir o compromisso de que as duas usinas podem ter chance de serem construídas caso seja ele o eleito.

As usinas do Rio Madeira foi um dos temas prediletos do prefeito Roberto Sobrinho, quando candidato em 2004, ocasião em que ele chegou a dizer que, se eleito havia o compromisso do presidente Lula para construir a obra que geraria 10 mil empregos.

O modelo questionado
 
O debate promovido pela TV-Bandeirantes, no formato realizado, gerou posições diferentes entre várias pessoas ouvidas sobre o evento. Para a empresária Rose Nogueira Chagas, "importante que fossem feitas mais perguntas por parte de jornalistas porque trouxeram para o público temas realmente de interesse nacional".

Essa também é a opinião do presidente seccional da OAB Orstes Muniz para quem, além disso, seria preciso haver mais blocos para que segemntos da sociedade pudessem perguntar e colocar temas em discussão.

A professora Michelle Yara é, também, favorável a que haja mais perguntas de segmentos sociais. "A TV tinha condição de evitar perguntas sem fundamentação, mas deixar que a sociedade também fosse ouvida".

O jornalista Luiz Carlos Araújo prefere o modelo atual, "porque isso permite o contato direto entre os candidatos e se evita perguntas que possam ser direcionadas".

O cientista político João Paulo Viana é a favor de um novo formato, "onde se deixe espaço para os candidatos se questionarem mas, também, que haja perguntas de jornalistas".

Mais Sobre Política

Presidente Alex Redano participa de encontro do setor de eventos com o chefe da Casa Civil do Governo

Presidente Alex Redano participa de encontro do setor de eventos com o chefe da Casa Civil do Governo

Um dos setores mais afetados com a pandemia do coronavírus é o setor de eventos e entretenimento. Há mais de um ano parado, o segmento enfrenta inúm

Cacoal: durante assembleia dos servidores da Câmara de Vereadores, presidente concede recomposição salarial de 8.36%

Cacoal: durante assembleia dos servidores da Câmara de Vereadores, presidente concede recomposição salarial de 8.36%

O presidente da Câmara, João Paulo Pichek (Republicanos), disse que desde abril estava dialogando com o Sindicato dos servidores públicos de Cacoal